O ano em que nos tornamos blogueiros

Tudo começou por causa da viagem à Sicilia. A idéia era  fazer um diário e dar notícias aos amigos e  à  família. No ano passado, durante a viagem à Paris  fiz relatos  no scrap do orkut,  algumas pessoas que descobriram foram acompanhando, mas não era o espaço, nem a forma ideal. Este ano, acompanhando por alguns meses e já viciada no blog do Riq, achei que o blog teria o layout ideal  para relatos e fotos para  o diário da viagem,  fora a interatividade da tripulação e amigos acompanhando, o que ficou muito divertido.

Na verdade, o Riq que já premonizava ‘ blog você ainda vai ter um’ e estimulada por blogueiros como o Beto, a Carla, o Jorge Gira , a , e pelo incentivo do e a Emília que logo depois se tornaram blogueiros também, comecei a dar meus primeiros passos, uma semana antes da viagem, quando  abri um primeiro post  ‘Um fim de semana no Rio’  para aprender como  fazer posts e subir fotos, e lá  fui  eu errando e aprendendo. Na véspera da viagem  já de madrugada,  subi uma foto com o post Viagem à Sicilia que foi ao longo da viagem sendo  recheado com os relatos cada dia.  E como era bom ler os recadinhos alegres de cada um !! Na volta,  fui descarregando as fotos e fazendo os posts das cidades pelas quais  passamos com infos, mapas e dicas, o que fez com que revivêssemos a viagem.

Eu diria que esta foi a viagem,  de tão prazeirosa e  espetacular e  que acabou sendo compartilhada com todos vocês  😆

Este ano também estabeleceu-se a tiurma VNV  pelo contato diário nos blogs do Riq,  Zé e Débora, Emília, Lea,  Mô, Mari, Carmen, Rodrigo, Jorge Gira, Beto, Meilin, Carla, Liciana, Lena, Arnaldo, Sylvia, Elisa, Brunim Superviagem,  Márcio, os Destemperados, Luisa, Carla2,  e dali em diante saimos do contato virtual para o real,  em conVNVenções que pipocaram pelo Brasil.

Quero agradecer a todos,  falantes e silenciosos, e aos que têm deixado aqui seus recadinhos, opiniões, dicas e emoções, contribuindo para que este espaço se mantenha interativo e divertido.

                                                                          Famous 2                   I Love You 

 

                                                                                                                                

O Natal e a Lagoa

arvore-de-natal-da-lagoa-5-2006-400-pixels.jpg

Eu sou absolutamente encantada com a Lagoa Rodrigo de Freitas. Para mim, o cenário do espelho d’água com as montanhas à sua volta é belíssimo.

Também sou absolutamente encantada com Natal  e toda sua simbologia. É uma época em que as pessoas ficam mais sensíveis a atos fraternos e à caridade,  contribuindo para que  os mais carentes participem da festa cuja razão de ser,  convenhamos  é o nascimento de Jesus,  o aniversariante. 

Tenho uma amiga que há muitos anos visita  nesta  época um hospital de crianças, levando pequenas lembrancinhas, como um caderno com lápis de cor. As meninas recebem também uma bonequinha de plástico e  os meninos um carrinho de plástico. Ela relata que não importa o presente, as crianças ficam mais radiantes por terem sido lembradas com este gesto simples que não demanda grandes somas, demanda somente um gesto fraterno e carinhoso que afaga seus coraçõezinhos e lhes dá alegria por alguns momentos. Ela conta que a maior recompensa  é o sorriso e alegria estampada no rosto das crianças. E quantas pessoas precisam somente de um gesto de carinho nosso. Não vamos economizar isto, sejamos generosos  😉 

A Meilin deixou este comentário com uma excelente sugestão para todos nós:

 Meilin Says:
December 20, 2007 at 1:27 am

Você sabia que os Correios têm uma iniciativa super bacana no natal? No começo de dezembro eles separam as cartinhas que são endereçadas a Papai Noel e pedem coisas até bem simples, que a gente pode resolver e fazer uma criança muito feliz nessa época, basta retirar uma cartinha comprar o presente e entregar no Correio, e sair com o coração “pingando de felicidade”.

 Deixo para vocês uma sequência de fotos da inauguração da árvore de Natal  na Lagoa Rodrigo de Freitas que cada ano torna este cenário mais lindo ainda e imperdível para quem passar pelo Rio nesta época.

 

2086304384_a148992d53.jpg

arvore-de-natal-da-lagoa-10-2006-400px.jpg

arvore-de-natal-da-lagoa-9-2006-400pixels.jpg

 

arvore-de-natal-da-lagoa-a-400px.jpg

arvore-de-natal-da-lagoa-3-2004.jpg

arvore-de-natal-da-lagoa-11-2006-400px.jpg

arvore-de-natal-da-lagoa-8-2006-400px.jpg

Fui tratada a pão de ló

Apesar de uma gripe que me nocauteou na 6a. feira, lá fomos nós para Sampa, à noite,  com  uma agenda que começou no sábado com  a 1a comunhão da queridinha da família, na  igreja da Paróquia São Luiz Gonzaga, do Colégio São Luiz. Foi uma linda cerimônia com momentos que guardamos em nossa tela mental para sempre.  Mais tarde,  um almoço gostosíssimo preparado pela sobrinha, e convenhamos nada como estar no meio de nossos queridos.  😉

Clara recebe na Mercearia da Pracinha

Às 4h fui a pé para a  Mercearinha da Pracinha, onde a anfitriã  Clara nos recebia em seu Cadillac. O local para a conVNVenção cariolista não podia ser mais apropriado com mesinhas na calçada,  um lugar charmoso para jogar conversa fora. Eu diria que é  tipicamente carioca em solo paulista, portanto perfeito para nosso encontro. Quando cheguei foi aquela recepção efusiva e carinhosa da Lena,, Clara e seu pai Jorge Gira. A Lena eu só conhecia pelos bogs do comandante e o meu, mas ao nos abraçarmos senti como se fosse um  re-conhecimento, pois de fato era um abraço como se matássemos saudades num reencontro. Mô eu já conhecia da nossa rapidíssima conVNVenção em Congonhas, em maio, mas desde então o blog nos aproximou em contatos diários. Ao nos abraçarmos também senti como se estivesse tomando aquele café de todo dia.  😉 E como foi gostoso  rever os  queridos cariolistas  Jorge e Clara, depois de sua estadia no Rio ! Adorei !!

Como vocês podem ver, a nossa doce mascote  Clara foi disputadíssima entre as tias. Começando com a Lena

lena-e-clara-no-cafe-350-px.jpg

e depois com a Mô

mo-com-clara-cafe-350-px.jpg

Pelo olhar de cada uma,  vocês percebem que elas estão absolutamente encantadas com a fofinha.

Só consegui ficar com Clara no colo um pouquinho depois de súplicas à Mô.

O papo rolava solto e eis que chega nosso guru Riq para completar a mesa. Foi nosso 1o abraço real depois de tantos meses de convívio diário virtual. Pedimos expresso para todos, por sinal ótemo  😆

gira-e-riq-cafe-sampa-350-px.jpg

Pela risada do Riq, vocês podem perceber que o papo foi pra lá de divertido. A Lena com compromissos inadiáveis nos deixou,  e ficamos jogando conversa fora até 6 horas, quando saimos para nos preparar para o 2o turno no Rôti. A Mô gentilmente me deu carona até a porta de casa em seu possante novo que por sinal adorei, um Idea.

 

Liciana é a melhor  promoter de Sampa

A Liciana organizou nos mínimos detalhes nossa conVNVenção cariolista no Rôti, restaurante em Pinheiros e fez com  tanto carinho que tudo foi mais que perfeito. Foi sensacional !!! Para isto acontecer além de ter competência, é preciso acrescentar dedicação e  amor.  Faz uma diferença enooorme. E acrescentou-se a isto também a energia boa que rolou entre os presentes.

Ao nos dirijirmos para os fundos do restaurante,  entramos num cenário com plantas, muitas plantas, luz de velas e uma musiquinha de fundo super agradável.

 roti-by-mo-3-350-px.jpg

roti-by-mo-1-350-px.jpg

roti-by-mo-350-px.jpg

by Mô

Na verdade, me senti como se estivesse entrando num restaurante em Maresias com flores caindo delicadamente acima de nós.

flores-i-by-mo-2-350-px.jpg

 

 

 

De novo a Mô se ofereceu para me buscar em casa e, ao chegarmos no Rôti fui recebida carinhosamente pela querida Liciana com um sorriso de orelha  a orelha e um abraço com aquela energia de boas  amigas.

 dscn2991.jpg

Eu amo São Paulo e para isto acontecer claro, há fortes laços de família com boas e lindas  lembranças que agora estão sendo acrescidas destes amigos queridos vnvéticos. Lá estavam também a Débora e o Fernando que nos brindaram com sua presença. 

roti-4-350-px.jpg

E a Emília finalmente conseguiu o autógrafo do Riq, êta guru difícil.

roti-3.jpg

by Teté

Chegam  a Emília e o Marc. Como foi gostoso abraçar em carne e osso essa  querida amiga do dia a dia. O nosso único contato pessoal havia sido também na conVNVenção em Congonhas, em maio, e desde então muitas afinidades nos aproximaram e nosso abraço foi o de amigas que se reencontram e matam saudades. Marc, o querido da Emília é uma simpatia, eu diria que  foram feitos um para o outro  😉

 jorge-tati-roti-350-px.jpg

Em seguida chega o casal cariolista querido, Tati e Gira, aqueeeele abraço gostoso em Tati.  Depois a saltitante Pat que quando chegou encheu a casa com sua alegria.

roti-by-mo-5-35o-px-1.jpg

Patsy by Mô

 Chegam Ernesto e esposa que  também nos honraram com sua presença.

Não é que o Beto e a Teté vieram de Santos !!! Foi o maior prazer conhecer o Beto ao vivo e a cores  😆  e sua doce Teté que é uma simpatia.  Ela clicou tudo !!!!

majo-e-beto-roti-350-px.jpg

roti-5.jpg

roti-1.jpg

roti-8.jpg

roti-1.jpg

roti-6-350-px.jpg

by Teté

O papo rolava solto e eis que chegam o comandante Rick e Nick que é uma simpatia. Pronto, alegria geral com a presença do guru que completou a festa. A esta altura já era uma big mesa onde todos confraternizavam no melhor astral até o final. 

 roti-3-350-px.jpg

roti-1-350-px.jpg

 roti-7-by-tete-350-px.jpg

Ninguém ia embora, a não ser Tati e Gira que sairam para render a vó que estava com Clara.

É claro que os que não estavam presentes também foram lembrados, como a Carla2, o Zé e a Débora , Lea e Sofia,  e a Marizinha . Zé fizemos um brinde a vocês !!!!!   que ficou registrado em foto, mas como a bateria da minha câmera acabou,  a Mô clicou  e assim que me enviar, coloco aqui para documentar :mrgreen:

 brinde-ao-ze-e-debora-roti-350-px.jpg

tin tin !! Um brinde de Emília, Mô, Patsy e eu,  ao Zé e à  Débora

roti-by-mo-degustacao-docinhos-350-px.jpg

Aí estão os docinhos que o Zé comeu e o Beto disse que não viu.

roti-by-mo-8-350-px.jpg

roti-by-mo-4.jpg

roti-2-by-mo-350-px.jpg

roti-by-mo-4-350-px.jpg

roti-by-mo-7-350-px.jpg

by Mô

A conversa e a noite foram tão agradáveis que só saimos de lá a 1 e meia da madrugada. Todos nós personagens de uma crônica diária que passou do mundo virtual para o real.

Merci  Liciana e  galera VNV  pela hospitalidade,  pelo carinho e por terem me proporcionado momentos tão agradáveis  nesse  fimde  em Sampa. Amei !!   😆

 

 Mistletoe 1 

 

Sampa me aguarde

 Até agora como está marcada a conVNVenção cariolista ?

No sábado, dia 8/12 – café, às 16:00 horas na Mercearia da Pracinha – Rua Braz Cardoso, 342 – Vila Nova Conceição – tel: 3849-2734 

 As mascotes Clara e Sofia serão as anfitriãs. Elas me disseram que claro todos nós marmanjos estamos convidados. 

 No sábado ainda – às 20:00h, no Rôti, onde Liciane está preparando com o maior carinho o nosso encontro – Rua Lisboa, 191 – Pinheiros- tel: (11) 3082-7904  – Tem o mapa no site fo Rôti


Mais tarde,  tipo 8:30h – 2o turno –  Rôti, em Pinheiros.  Alguém discorda ?

Claro que o comandante tem que estar presente a todos os turnos, 24 h.

Todos podem participar do 1o ou do 2o turno, ou os dois. Falou galera paulista ?

Quem quiser dar seus pitacos, deixar recados fiquem à vontade,  a casa é de vocês.  😉

A super hostess Liciana precisa que confirmem para a reserva no Rôti. Até agora estão confirmados: Liciane, Mô, Riq, Nick, Emília, Marc, Beto, Teté, Ernesto e esposa, Pat, eu, Gira, Tati, Débora, Fernando.

O que acham ?

Falta alguma informação ?

O Rio recebe Elisa

  cristo-e-baia-400-px.jpg

O Rio recebeu em novembro mais uma visita VNV,  a  Elisa, leitora e uma das maiores incentivadoras deste blog. Em suas férias ela escolheu o Rio de Janeiro para flanar e no post  Um fim de semana no Rio  ela havia pedido sugestões  para curtir a cidade, em circuito off praia,  e lá veio ela com o roteiro impresso  a ser cumprido para descobrir um pouco mais de  nossa cidade que a recebeu de braços abertos.  Foi meio de repente, pois achei que ela viria em dezembro, mas puft um dia depois ela já chegava. No dia seguinte,  sexta-feira, fui encontrá-la na hora do almoço.  Havia  curiosidade em nos conhecermos pessoalmente, pois nossos contatos eram aqui no blog onde batíamos longos papos, e pelo do Riq. Sabemos como os nortistas são hospitaleiros,  e eu do lado de cá  me esforcei para  mostrar um pouco de nossa cidade,  apesar do tempo corrido com trabalho e lerês.  Havíamos combinado tomar um café na Livraria da Travessa, como no convescote com a família Giramundo, mas como seria na hora do almoço, resolvemos comer uma saladinha. E-mails pra cá e pra lá,  e muitos torpedos, ficou decidido que iríamos para o Gula Gula,   no Bar 20, em Ipanema onde está recém instalado numa casa que me é familiar, pois os quartos de nosso apartamento em Ipanema davam para esta casa, a de D. Marina. Passei para buscá-la no Leblon e logo de cara, sou surpreendida com um gesto gentil da Elisa que trouxe  lembranças de sua terra, um bordado para bandeja lindo e biscoitinhos encomendados por sua mãe, aqueles fininhos e deliciosos. O papo rolou solto logo, e rapidamente chegamos no Gula Gula que por sinal está com uma decoração agradabilíssima  nas várias  salas e varandas com muitas plantas.

gula-gula-1-350-px.jpg

Tagarelávamos muito, não sei quem falava mais ela ou eu, viagens entremeadas com  assuntos femininos.  Pedimos uma saladinha cada uma.

gula-gula-ceasar-salad-350-px.jpg  

Tá aí a Ceasar Salad com frango que eu pedi e a  Elisa foi de salada com carne seca desfiada. Precisávamos registrar o evento e zapt, sacamos nossas câmeras para algumas fotos enquanto a sobremesa não chegava.

gula-gula-350-px.jpg

 

gula-gula-petit-gateau-350-px.jpg

Pra deixar vocês com água na boca aí está o petit gateau que a Elisa comeu e eu ainda raspei o prato, djilicia 😉 Eu pedi um crême brulé que estava pra lá de bom.  Expresso pra encerrar, e saimos caminhando até a praia, a um quarteirão dali,  para dar uma olhada nos Dois Irmãos.

rio-com-elisa-350-px.jpg

Dali segui para o trabalho e Elisa foi bater pernas na Visconde de Pirajá, em direção à Praça da Paz, trecho que tem o melhor comércio de Ipanema. Algumas horas depois ela me enviou  um torpedo dizendo Majô me acabei nas compras , o que convenhamos faz bem ao astral de qualquer mulher.

No fim do dia, voltando para casa peguei um engarrafamento básico, mas olhando para o lado diminui um pouco o stress  😉

joa-por-do-sol-1-350-px.jpg

viaduto-do-joa-por-do-sol-350-px.jpg

No domingo Elisa me ligou do Jardim Botânico que visitava com o Neno seu namorado,  um vero italiano. Passei para buscá-los na Lagoa em frente ao Piraquê no fim da tarde para visitarmos o Palácio do Catete.  Seguimos pela Lagoa, túnel Rebouças, descemos R. das Laranjeiras, passamos em frente à estação  do bondinho do Corcovado e chegamos à  Rua do Catete.  Iniciamos nossa visita pelas salas do térreo,  e seguimos subindo  as escadas com corrimãos em ferro lindos e afrescos nas paredes e teto belíssimos.

palacio-do-catete-3-350-px.jpg

palacio-do-catete-350-px.jpg

palacio-do-catete-4-350-px.jpg

O Museu nos últimos anos recebeu um trato, pois a Regina Capela, museóloga do museu nos últimos anos, restaurou os afrescos, pinturas, tirou infiltrações, deixou o Museu um brinco, um presente para os cariocas e os turistas que aqui passam. Visitamos todos os salões e da varanda avistamos os jardins que foram projetados pelo paisagista francês Glaziou e como vocês vêem tem palmeiras imperiais como no Jardim Botânico.

palacio-do-catete-jardins-350-pixels.jpg

Dali seguimos para o Pão de Açucar, de onde, na minha opinião temos uma das vistas mais bonitas do Rio, apesar do tempo não estar uma Brastemp. O por do sol visto do Pão de Açucar é translumbrante.

pao-de-acucar-1-400-px.jpg

bondinho-do-pao-de-acucar-400-px.jpg

rio-de-janeiro-do-pao-de-acucar-1-400-px.jpg

pao-de-acucar-com-elisa-400-px.jpg

elisa-e-neno-no-pao-de-acucar-1-350-px.jpg

pao-de-acucar-com-elisa.jpg

pao-de-acucar-elisa-1.jpg

Estas foram as últimas fotos que consegui tirar, pois a bateria da câmera acabou.  A Elisa tirou mais fotos com a câmera dela, ela me enviando eu posto aqui.

Dali seguimos para jantar, pois não tínhamos almoçado. Na dúvida, repetimos o Gula Gula da casa da D. Marina. Elisa foi de salada com carne desfiada, como na 6a feira, eu pedi uma quiche de brie com damasco e saladinha e Neno um filet.  A sobremesa foi  brownie com sorvete de creme, comunitário.

Tivemos um domingo passeando pelo Rio com papo agradabilíssimo, em português e italiano, com Elisa e Neno. Nos despedimos, eles voltando a pé para o hotel.  Na 3a. foram para Búzios curtir o resto das férias, quando ela voltar vai contar  pra gente como foi.   😉

 buzios-elisa.jpg

Aí está Elisa em Búzios. Que vista hem !!

elisa-buzios-2007-350-px.jpg

elisa-buzios-1-2007-350-px.jpg

Il dolce fare niente em Buzios.

baia-de-guanabara-elisa.jpg

Vista do Rio de Niteroi.

jardim-botanico-elisa.jpg

jardim-botanico-elisa-1.jpg

elisa-jardim-botanico-2007-350-px.jpg

elisa-jardim-botanico-2-2007-350-px.jpg

 No Jardim Botânico.