2a feira em Paris, indo ao Marais e à Place des Vosges

2a. feira costuma ser o dia mais sem graça da semana, concordam ? Mas, em Paris, aliás em viagens a passeio depois de alguns dias, até esquecemos do calendário.  A 2a. feira era nosso 2o dia na cidade, decidimos ir ao Marais, um dos bairros mais antigos de Paris.  Mas antes, demos uma passadinha no mercadinho que ficava no Boulevard Raspail para comprar um pacote de garrafinhas de água mineral. Pagamos 2,94 euros.  Não saio sem uma garrafinha na bolsa ;)  Vi  também um cremezinho básico para mãos, e voltamos para o hotel para deixar essas compritchas.

Mais tarde, fomos para o ponto do ônibus Vavin perto do hotel. Aliás, esta é uma dica,  usem e abusem dos ônibus que são um ótimo meio de transporte.  Com motoristas civilizados que freiam e trafegam sem solavancos, com linhas (clique para ver o mapa interativo das linhas de ônibus) cobrindo toda a cidade, é um ótimo passeio e barato, por 1,50 euros. Além disto, o degrau dos ônibus é na mesma altura do meio fio, o que facilita a entrada para todos, incluindo os carros de bebês. Aliás, é tão lógico, não sei porque no Brasil os degraus dos ônibus são fora deste padrão.

Enquanto esperávamos o ônibus na parada Vavin,  passou esta garota que como vocês podem ver,  ia bela e faceira usando o seu meio de transporte😉. Aliás, como as pessoas usam patins para se locomover. Além claro, de bicicletas e motos

como esta com capota.  A foto está ruim porque tirei de dentro do ônibus.

O Marais fica na rive droite, entre o 3o e 4o arrondissement. Pegamos o ônibus  (clique em Vavin  lá embaixo no mapa interativo para ver o trajeto)  até a parada Chatelet onde descemos

e fomos caminhando até às ruas estreitas do Marais.

As construções antigas têm sido restauradas.

Lojas super elegantes de roupa, galerias de arte, tudo de muito bom gosto.

E, finalmente

chegamos à  belíssima Place des Vosges , a mais antiga de Paris !! Única !  Sentamos na praça por um longo tempo admirando a beleza deste conjunto de prédios simétricos iluminados  pela luz suave do por do sol até anoitecer.

Assim como os parisienses que também são encantados com sua cidade e estavam sentados na praça para admirar essa beleza. A Mari esteve aí nestes dias como vocês podem ler no blog dela  Pelo Mundo.

Dali, demos alguns passos e entramos neste restaurante onde jantamos, o Ma Bourgogne que fica numa posição esplêndida, na esquina da Place des Vosges. O endereço do Ma Bourgogne é: Place des Vosges, 19- tel:  7844 64.  Não fizemos reserva e esperando um pouquinho conseguimos uma mesa. Fomos de salmon defumado, um soufflé, magnifique. Ao lado, uma mesa grande de franceses comendo steak tartare que é uma das especialidades da casa. Fechamos com o queridinho crême brulée.

Voltamos à noite com os monumentos iluminados, outra Paris.

 

Ma Bourgogne: Place des Vosges, 19 – tel:  7844 64

A série de posts da viagem de 12 dias a Paris que incluiu a ida à Diest:

13 dias flanando em Paris com uma chegadinha a Diest

2a. feira indo ao Marais e a Place des Vosges

Conhecendo Annick Goutal, agradecendo a N.S. da Medalha Milagrosa e dando uma passadinha na Grande Epicerie de Paris

Revisitando o Museu d’Orsay

Recebendo Renata

Indo a Diest em missao de familia

19 thoughts on “2a feira em Paris, indo ao Marais e à Place des Vosges

  1. says:

    Eita, nóis, que belezura!😀

    Tá Lindo, Majô.

    Me diga uma coisa: daria para ir a pé do seu hotel até a Place des Voges, ou tem mesmo que pegar transporte público? Te pergunto porque eu gosto muito de andar a pé quando viajamos e gostaria de saber se esse passeio ficaria muito cansativo😡

    beijim:mrgreen:

  2. Majô says:

    Brigadim, a Place des Vosges agradece🙂
    Zé, dá para ir sim, é mais longinho, mas dá. Nós sempre íamos do hotel ao Sena a pé que é a metade do caminho. Caminhávamos o dia todo. Neste dia, pegamos o ônibus, e descemos nesta parada Chatelet, mas andamos bem. Mas lá é a maior delícia andar a pé apreciando aqueles monumentos lindos😆
    O mapa, como você viu ficou ilegível, eu queria que aparecessem os nomes das ruas, mas as letras ficaram muito pequenas. Segui suas dicas, mas não consegui abrir arquivo no photoshop que baixei e no outro editor de imagens, consegui fazer o prtscreen, mas na hora de cortar, a foto sumia. Acabei salvando em .gif e importei no Picasa. Samba do crioulo doido:mrgreen: Ainda quero colocar o mapa dos arrondissements que não consegui.

  3. says:

    Majô, amplie o mapa no Google Maps (se você reparar bem, tem uma “setinha” bem no meio da borda esquerda do mapa. Clique lá para ampliá-lo). Depois dê o máximo de zoom que você puder na área que te interessa no mapa. Tem mais: quando você ajustar o tamanho da imagem no seu editor de fotos, escolha entre 350-450 pixels. Quem sabe assim você consegue um mapinha maior com o texto legível, tá?:mrgreen:

  4. Mô Gribel says:

    Majô, que lugar lindo!!!!!!!!!!!!!
    Eu queroooooooooooo rs…
    Beijos

  5. Mô Gribel says:

    E manda o Zé comprar uma lupa que ele tá cegueta!😛:mrgreen:
    (eu não aguento não perturbar..rs)

  6. Majô says:

    Zé, eu sei como ampliar, só peguei a área que eu queria com melhor zoom possível. Esta imagem exportei com 500 pixels !! Oh vida !!

    Mô, este lugar é pra passar a tarde inteira mesmo😉 Aí tem a casa onde morou o Vitor Hugo.
    Ai você e o Zé são um caso sério🙄

  7. says:

    Mô, cegueta é ocê. Quer saber? Vai catar coquinho😆 😆 😆 😆 😆 😆 Te peguei!!

  8. says:

    Majô, se suas fotos têm 500 pixels, então tem alguma coisa errada aí. Quando você faz o upload das fotos no WordPress, você seleciona a opção “Full Size”? Depois da mudança que o WordPress fez nas configurações de set up, o upload das fotos tem como default a opção “medium”. Você tem que mudar para “Full Size”, ok?

    Com relação ao seu avatar: me parece que a Emília está tendo o mesmo problema no blog dela. Vou colar aqui um comentário que eu deixei lá pra ela, ok?

    “Emília, tente fazer o seguinte: clique em “Configurações” > depois em “Discussão” > lá embaixo na página, em “Default Avatar”, selecione “Mystery Man” ou qualquer opção que não seja “Identicon”. Veja se dá certo😉 “

  9. Majô says:

    Zé, a do mapa está com 500 pixels, aumentei para ver se melhorava a resolução no blog, mas nadica. Coloquei com medium size porque achei que ia ficar desproporcional em relação às outras que estão com 350 pixels em medium size. No mapa original estão absolutamente legíveis em tamanho menor.

    Sobre o avatar, merci😉

    Você viu o mapa interativo das linhas de ônibus?

  10. says:

    Majô, o mapinha ficou melhor nesse tamanho. Tá legível. Se você quiser melhorar, tente usar a função “sharpness” no seu editor de fotos para as letras ficarem mais…, sei lá, sharp😆

    Fui lá no mapinha interativo e achei super-hiper-joinha! Muito útil. Fiquei brincando nele por um tempão. No começo fiquei tristinho😦 porque achei que não ia poder brincar muito, pois o mapa estava em francês (e eu sou anarfa no francês). Depois descobri que também tem uma versão em inglês (e em inglês eu sou apenas semi-anarfa; já sei escrever meu nome😀 ).

    Majô, sobre o avatar: de nadi:mrgreen:

    PS: Majô, nós vimos o Davi em Florença, sim. É que você não percebeu e pulou um capítulo da novela – é que agora eu tô produzindo um post atrás do outro, quer dizer, um a cada 5 meses, he he. Quer ver o Davi? O link é esse aqui: http://brasilbelowzero.wordpress.com/2008/05/02/continuando-dia-7-florenca-mas-so-ate-as-14h/

  11. Majô says:

    Zé, eu não tive tempo hoje, mas quero melhorar a definição do mapa, acho que ainda não está boa.

    Eu adorei esse mapa interativo, você clica e vê a rota da linha do ônibus
    direitinho.
    Os franceses já entenderam que precisam do turismo, daí já aceitam usar o inglês na boa 😉

    Obrigadinha por linkar o Davi, acho ele um espetáculo !! Continua então na Accademia. Este último post de vocês está excelente 😆

  12. Emília says:

    Ai, ai (suspiros)…Que delícia de passeio! Nessa última vez fizemos uma loucura, andamos como loucos…Batemos perna no Marais com direito a uma parada básico para absorver os ‘bons fluidos’ daquele lugar, hehe…Dali seguimos para o Canal Saint-Martin, depois para Montmartre, visitas familiares e jantar com amigos e ainda uma passadinha para admirar a torre à noite…me dei um desconto, afinal era último dia🙂 Mas acho que Paris faz isso mesmo, né? A gente arranja forças extras não sabemos de onde😉

  13. Elisa says:

    Oi Majô,
    nossa realmente seu blog é demais!!!
    É muito gostoso poder acompanhar tudo assim, com outra visão, com sua optica.
    Sabe o que também eu acho o máximo aqui? É essa interatividade nos comentários. Eu, como você e o Zé, também gosto muito de caminhar e fazer longos passeios a pé quando viajo. E tive a mesma dúvida do Zé. E para completar te pergunto: Quando você diz que
    ” Zé, dá para ir sim, é mais longinho, mas dá. ” Se referindo a distância do hotel a Place des Voges, “longinho” é mais ou menos quanto tempo de caminhada? 1 hora 2, sem paradas para os lanches?

    Bjs

  14. Majô says:

    Emília, também ando como louca em Paris😉 Entrar e sair por aquelas ruas do Marais com prédios lindos é um prazer.
    Belo passeio vocês fizeram indo ao Canal Saint-Martin e a Montmartre, fechando com a Torre.
    Acho que em Paris tem que aproveitar o máximo, dormir perde tempo, e como no verão o entardecer é às 10 da noite, o dia é longo, excelente para andar, andar…

  15. Majô says:

    Elisa, que bom ver você por aqui, estava sentindo sua falta😉 Brigadim😳 bom mesmo ter essa interatividade entre as pessoas, que fiquem à vontade😉
    Sabe, é difícil dizer com precisão, porque quando caminho perco a hora. Talvez do hotel até o Sena tenham sido uns 45min a pé, mas pode ser mais, claro inclui dando vontade uma paradinha para um expresso, e/ou observar vitrines, entrar numa igreja, tirar fotos, tudo é possível. Tem que ser prazeiroso. De Chatelet à Place des Vosges, talvez tenha sido 1 hora. Do restaurante para o hotel, acabamos voltando de taxi, pois já era tarde e estávamos cansadas, foram 7,20 euros.
    Mas, indispensável para andar o dia todo, tem que usar sapato ou sandália mega confortável e bolsa leve atravessada ou mochila.

  16. Mari Campos says:

    Majozinha do meu coração!!! Tá lindo, lindo, lindo!!!
    Sabe que no último dia 23, meu último dia dessa corridíssima estadia em Paris, em tomei uma decisão??? No meu sabático 2009, por pelo menos um mês eu moro lá! ; ) beijocas do coração

  17. Majô says:

    Marizinha querida, brigada😳 Esta cidade é linda de qq jeito😉
    Isso mesmo, bela decisão !! 1 mês em Paris, quem sabe esta idéia terá outras adeptas ??

  18. Carmen says:

    Majô, qué placer contemplar París con ese cielo que recuerda a los cuadros de los impresionistas. Ese sol brillante que ilumina y transforma la ciudad. París está bellíssima e eu tenho ganas de ir outra vez. Pasear por os Jardins du Luxembourg, ir a Montmarte, recorrer la zona de les Halles e o Barrio Latino, visitar Marais e la Place des Vosges. Um prazer!!!

  19. Majô says:

    Carmenzita, você tem razão, o sol e o céu azul iluminando a arquitetura de Paris fazem um cenário digno dos impressionistas. Abastece o cérebro de endorfina para o resto do ano😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s