O Rio recebe o casal J.R.

No último fim de semana, o Rio recebeu nada mais, nada menos que J.R. e sua doce Rejane.  Ele ganhou a viagem do Nilo como prêmio, merecidíssimo por sinal, e entre 3 cidades escolheu o Rio de Janeiro.  J.R.  é uma figura queridíssima  de todos os que já passaram pela Pousada do Toque. Risonho, bom papo, generoso, distribui gentilezas mesmo que você não peça e sabe de cor os nomes e as  preferências de cada hóspede. Acho J.R. uma das figuras humanas mais encantadoras do planeta Terra.

Então,  recebê-lo no Rio para passear, como Nilo pediu  foi um prazer. No telefone, quando você pergunta ‘ Tudo bem J.R. ? ‘ A resposta imediata ‘ melhor agora, minha linda ‘ com aquele jeitinho de falar musicado que deixa qualquer um zen só de ouvir ;)

No sábado de manhã fomos buscá-lo no hotel, o Atlântica, em Copacabana, esquina de Siqueira Campos com Tonelero, pertíssimo da boca do metrô. Ele e Rejane, uma simpatia e tão doce como o marido, digamos que formam um casal beija flor. Seguimos pelo Corte de Cantagalo e saimos na Lagoa Rodrigo de Freitas  que considero uma joinha do Rio. Lá,  demos uma parada na orla para fotos. O Cristo lá em cima e eles encantados com tudo !!

Dali fomos para Ipanema, onde paramos outra vez para caminhar.

 Os Dois Irmãos ao fundo.

Rejane, Bia e Jota.

 Sairam sabendo direitinho onde começa o Leblon e onde termina Ipanema,  no Jardim de Alah.

Dali fomos para o Cristo Redentor  tão esperado. O dia não podia estar mais bonito com céu azulão.  Caminhando pela R. Cosme Velho passamos pela Bica da Rainha.

Chegando à estação do trem do Corcovado, paramos para tirar uma foto junto à estátua do eng. João Teixeira Soares que construiu a  estrada de ferro do Corcovado, a 1a em plano inclinado. Foi o responsável pela estratégia brasileira da malha ferroviária  e pela construção de 1/3 de  nossas ferrovias, lamentavelmente abandonadas. Por exemplo, se quiser conhecer a Ferrovia do Contestado, leia aqui.  Um brasileiro de quem  podemos nos orgulhar  :)

A fila para compra de ingressos do trem do Corcovado era beeem grande, mas andou rápido.  O bilhete tem hora marcada, os trens saem em intervalos de meia hora. São 360 lugares, mas como a procura era muito grande, nosso bilhete foi para o trem de 13:40h, esperamos mais ou menos 1 hora. Para quem vai fazer este passeio, sugiro que separe um dia para o Cristo. 

Ficamos por ali, olhando antigos vagões em exposição, sendo que um deles foi aproveitado com mesinhas e bancos, como o da foto.

              Não preciso dizer que o J.R. fez amizade com pelo menos umas 200 pessoas aqui no Rio😉

O Rei da caipirinha fez questão de tirar uma foto ao lado deste balcão de caipirinhas. Quem tomou a caipirinha do J.R. sabe do que estou falando😉

Bia que estava de olho na fila de embarque, nos chamou pois havia alguns lugares sobrando no trem anterior, puft entramos.

                                                        

 A estrada de ferro atravessa a mata Atlântica, portanto uma maravilha para os olhos e saber que nossos pulmões ainda são abastecidos com CO2 puro no meio da cidade😉

 À medida que subíamos, de vez em quando um clarão e começávamos a ter o visu da cidade.

 Mas, só lá em cima tivemos a visão do conjunto da obra do Criador.

Hoje em dia está uma sopa subir até o Cristo, pois há elevador e escadas rolantes. Antigamene subia-se uma escadaria imeeensa  que foi a opção do J.R. que não se conteve em subir já admirando a vista deslumbrante. Somos recebidos pelo Cristo Majestoso.

 

A capela embaixo da estátua, onde o Papa rezou a Missa.

E, lá em cima o visu é tal que  só dava ÓOOOOOOOOOOs de nós todos. Algumas fotos que são uma  overdose de visus.

 

A Lagoa Rodrigo de Freitas, Joquei Clube, praias de Ipanema e Leblon. As ilhas Cagarras lá no fundo.

   

Pão de Açucar, Baia de Guanabara,  ao longe Niteroi. Urca aos pés do Pão de Açucar e Botafogo, no canto à esquerda.

Dois Irmãos,  Pedra da Gávea e entre  os dois,  São Conrado. À esquerda, parte do Leblon, Gávea e Jardim Botânico.

 O Maracanã, paixão do J.R. Ele quis tirar uma foto com o rosto grudado no Maraca.

 

Outra do ladinho da Baía de Guanabara, e aí o Cristo disse amén, pois a iluminação no rosto dele saiu perfeita, concordam ?😉 

Ficamos muito tempo lá em cima admirando este visu deslumbrante 360graus, mas a fome apertou. Claaaaro que J.R. saiu do Rio carioquíssimo honorário😉

 Deixo aqui links de alguns hotéis e hostels em Ipanema :

Hotéis em Ipanema :

 

Yaya hotel    barato –  indicação do Riq no VnV.

 

Hotel Vermont   bem localizado na R.Visconde de Pirajá, 3a paralela depois da praia. Foi reformado recentemente.

 

Hotel Ipanema Inn   Barato com ótima localização, no quarteirão da praia, ao lado do Ceasar Park.

 

Hostel Mangotree    fica no 2o quarteirão depois da praia.

 

O hostel Chez Lagarto   fica no 2o quarteirão depois da praia, em ótima localização, entre o Jardim de Alah e o Bar 20.

 

No Leblon:

 

Hostel Lemon Spirit    No 2o quarteirão depois da praia, esquina de R. Cupertino Durão com R. S. Martin.

 

 Mercure no Leblon.  Muito bem localizado,  no 2o quarteirão depois da praia, na R. João Lira.

 

Flats da Promenade: Claridge, Palladium, Leblon Inn

Os 3 ficam próximos  no 2o ou 3o quarteirões depois da praia. O  Claridge  na esq. da Dias Ferreira. O Leblon Inn, na Dias Ferreira e o Palladium, o mais novo, na R. Gal. Artigas.

 

Outro flat, o Ritz  Fica róximo aos 3 anteriores, no 3o quarteirão depois da praia. Em frente ao Garcia e Rodrigues.

 

 Sobre praias:

Entre Ipanema  e Leblon, Ipanema é melhor praia que Leblon, a  partir da R. Henrique Dumont, leia-se Bar  20. 

Em frente à Aníbal de Mendonça ou Garcia D’Ávila galera  bonita. Em frente à Vinicius,  fauna e flora do Rio de Janeiro.

A melhor praia do Rio é a da Barra, mais vazia e ótimo mar, especialmente em frente à Reserva. Grumari é linda e pode ser arrematada com almoço no Quinta, em Vargem Grande.

 

46 thoughts on “O Rio recebe o casal J.R.

  1. Mô Gribel says:

    Majô, querida, que fotos lindas, né?
    O JR é realmente demais…

  2. says:

    Muito prazer J.R! E muito prazer Rejane! Qualquer dia desses a gente se cruza por aí… Tenho certeza:mrgreen:

    O J.R. além de ser gente boa (deve ser são-paulino, só pode), é pé-quente, também. Pegou um dia lindo no Rio😀

    Majô, post lindão, hein?

    O engenheiro João Teixeira Soares é mais parente seu do que meu, né não, Majô?:mrgreen:

  3. Elisa says:

    Oh!!! Majô eu imagino como o JR (quem eu quero muito conhecer em breve, lá na pousada se Deus quiser) deve ter apreciado demais todo o passeio. Lembrei de nosso passeio em dezembro, foi ótimo e o melhor foi ter sua companhia, não é? O Rio é lindo de todo jeito, mas vc faz muita diferença.
    Bjs

  4. Carmen says:

    Majô,
    JR é muito simpático. Ele mostro a pousada o ano passado que eu fuí a Brasil (e visité a Pousada do Toque). Ele me faló de sua mulher e dos filhos (ele té muitos). Bonito post e lembranças pra vocês.

  5. Renato says:

    Majô (webvizinha)
    Perdi esta então!!! Se tivesse batido na porta iriamos certamente arrumar um pretexto para receber o JR, em Beverly Hills (entendeu?) para preparar “äquela” caipirinha, que só quem provou, ainda mais lá na Pousada do Toque, poderá testemunhar que bebeu o maná dos Deuses.
    By the way, o Eng João Teixeira Soares é seu parente ou só coincidencia.
    Foi a modéstia que a impediu de revelar no texto?
    Belas fotos e lembranças do JR.
    Abs
    Renato (webvizinho)

  6. Majô says:

    Mô, ao vivo é mais bonito😉 A luz não ajudou, mas é impossível não tirar uma foto bonita com este visu, é como modelo bonita:mrgreen:

    Zé, você ia adorar conhecer o J.R. – José Roberto – pessoalmente😉
    Ele é vascaino doente:mrgreen: Viu um rapaz lá em cima com camisa do Vasco, logo puxou conversa e ainda pediu pro distinto tirar uma foto nossa.
    Esqueceu que somos primos ? hehe

    Elisa, você estava sumidinha, bom vê-la de volta😉 Quando você conhecer a Pousada e provar a caipirinha e a figura J.R. vai amar !
    Lembrei de vocês em nosso tour pelo Rio😉

    Carmen, então você conheceu a Pousada pela melhor maneira, ele é encantador e o melhor astral. Um verdadeiro Relações Públicas ! Eles são uma família bonita, falaram sempre dos filhos, o mais velho chorava muito no telefone de saudades. Foi a 1a vez que viajaram de avião.

    Renato webvizinho, foi uma correria, saimos sábado cedo para este tour e a idéia era trazê-lo aqui em casa, e claro iríamos bater na porta para tomarmos juntos uma caipirinha na varanda. Mas, depois que saimos do Cristo, eles estavam exaustos e pediram para ir para o hotel. No dia seguinte, um outro hóspede do Nilo levou-os ao Pão de Açucar, sambódromo e ao Maraca, apesar da chuva o dia todo. Mas, ele conheceu e se encantou com a neblina, nunca tinha visto ! Claro que falamos sobre Cristina e você. Mas, ele volta😉
    JTS é nosso bisavô, como este blog é lido também por jovens e crianças, acho importante mostrar figuras que honrem nosso país, pois atualmente os modelos de pessoas públicas aqui são os piores possíveis. Ele tinha credibilidade no Brasil e na Europa, sua palavra valia uma assinatura, e importante, modesto.

  7. Renato says:

    Majô
    Realmente hoje em dia seria dificil erigir estátua para nossos homens publicos. Só se vê manchetes de jornais revelando as podridões e fotos dos personagens, infelizmente sem as grades, por detrás das quais eles mereceriam estar.
    Any way, fico envaidecido por ter webvizinha descendente de tão nobre estirpe, até porque uma vez voce me disse que também descende do astronomo belga, Louis Cruls, de tão alta reputação no campo da astronomia. Parabéns.
    Abs
    Renato

  8. Riq says:

    Viva! Majô fazendo as honras cariocas da casa ao casal J.R.! (Você acredita que eu ainda não conheço a Rejane?) Adorei que o Jota fez mais de 200 amigos no Rio:mrgreen:

  9. Riq says:

    Viva! Majô fazendo as honras cariocas da casa ao casal J.R.! (Você acredita que eu ainda não conheço a Rejane?) Adorei que o Jota fez mais de 200 amigos no Rio:mrgreen:

  10. Elisa says:

    Oi Majô,

    o seu “super-blog” é lido e apreciado por muitos… Famosos, anônimos, jovens, idosos e até crianças, que eu sei. Então já que o Renato tocou no assunto do Eng° João Teixeira Soares (eu já sabia, pois vc me falou muito discretamente sobre seu parentesco) , eu também queria reforçar a idéia de vc realmente falar e divulgar estas pessoas que como ele fizeram muito por nosso país e hoje muitos não conhecem , (como eu mesma que até ir com vc no museu não sabia da importância dele).

    E reforçando as palavras do Renato: realmente esta cada vez mais difícil se erguer uma estátua para um homem público em nosso país. Por isso, acho importante a divulgação destas histórias.

    Que saudade de você! Bjs

  11. Emília says:

    Que casal fofo! Por tudo o que você e o Riq falam dele, com certeza essa viagem foi mais que merecida. Um dia ainda vou conhecê-lo😉

  12. Majô says:

    Renato, exatamente. Está havendo uma inversão de valores em que esta roubalheira parece normal, o que não é. Eu canso de repetir para esta geração de pré- adolescentes e adolescentes que isto não é normal. Com os escândalos que estão se banalizando, as pessoas precisam de referências de pessoas corretas e que trabalhem como padrão normal de conduta. Ai, me empolguei, melhor parar.
    Obrigada meu webvizinho😳 somos todos reles mortais rs Sim Louis Cruls era nosso bisavô, pelo lado materno de meu pai. Começarei a fazer o post sobre a nossa viagem à Diest, ele foi a razão de irmos até lá. No último post sobre Paris já avisei que o próximo seria este, mas como o J.R. veio ao Rio fiz este post em homenagem a ele.
    Eu é que agradeço em ter vizinhos maravilhosos como você e Cristina😉

  13. Majô says:

    Riq, pois é nos esforçamos para mostrar um pouco da carioquice do nosso Rio, e São Pedro foi mega generoso😉 Você não imagina, a Rejane é um encanto, tem aquela fala mansa igualzinho ao Jota. Foram feitos um para o outro. E que educação dos dois ! Quando passamos no hotel para buscá-los, ela disse que atrasou um pouquinho porque o Robertinho, o filho mais velho, a cara do J.R. eu vi a foto, estava chorando no telefone de saudades. Eles são muito bons pais. Disseram que a próxima vez que formos, eles vão levar as crianças para conhecermos. Tô jogando essa semana na mega-sena:mrgreen:
    Você não tem idéia do comunicólogo J.R. aqui. Quando estacionei o carro no Jardim de Alah em frente a um prédio, o porteiro estava na porta conversando com um amigo, o J.R. imediatamente cumprimentou sorridente com aquele jeito dele, ‘ como vai tudo bem ‘, e foi correspondido com largo sorriso da mesma forma e acenos de adeus. Enquanto esperávamos o nosso horário do trem, ele ficou sentado no vagão/sala de estar com a Rejane, puxou altos papos com todos os que se sentavam ali. Idem no trem, 2 moças estavam sentadas de frente para eles, rolou maior papo, falou maravilhas da Pousada, só não distribuiu cartão porque não tinha😉 Sairam amigos de infância delas e dos 2 rapazes que estavam ao meu lado que esticaram o pescoço para participar do papo também. Um barato !

  14. Majô says:

    Haha Elisa, você é uma graça😉 magina famosos, acho que são amigos, família, silenciosos que em algum dia se sentirão a vontade para falar.
    Ok, eu vou contar um pouco sobre João Teixeira Soares, nosso bisavô. Ele nasceu em Formiga, MG. A obra que o destacou foi a estrada de ferro Curitiba Paranaguá, traçado do Rebouças. Engenheiros europeus acharam que era impossível levar adiante aquele projeto. Ele aceitou e mudou-se para lá (a casa onde ele morou ainda está lá) morando por 2 anos até concluir a estrada. Meu avô nasceu lá. Não sei se você conhece essa estrada, vale a pena, são pontes imensas, túneis, viadutos feitos com os recursos precários daquela época. Essa estrada foi importante para escoamento de safra até o porto de Paranaguá. Com o eng. Pereira Passos executou a estrada de ferro Corcovado. Projetou o traçado da estrada de ferro do Contestado ligando São Paulo ao Rio Grande do Sul pelo interior. Ele era avô paterno de meu pai. Meu irmão tem o mesmo nome, em homenagem a ele.
    Quanto ao Museu é da família da mamãe, Nova Friburgo. O Barão de Nova Friburgo que construiu a casa era bisavô da minha mãe. Fizeram aquela exposição homenageando ele e os descendentes que são Nova Friburgo, Clemente Pinto e Souza Dantas. Ele foi um grande exportador de café do Brasil, no século XIX. Também tem muita história e graças ao cuidado da mamãe na preservação da memória da família que ao longo de muitos anos cuidou os objetos que estão hoje na exposição.
    Meu Deus, meus comentários ficaram enoooormes.

  15. Majô says:

    Emília, são mesmo fofíssimos !! Tem que conhecer, ele é uma pessoa maravilhosa, alma antiiiiiga.
    Essa viagem foi sim merecidíssima, ele se desdobra para agradar a TODOS os hóspedes da Pousada, mima todo mundo. É relax total perto dele. Se desdobra até para falar em inglês, francês e alemão, acredite😉

  16. says:

    Legal, Majô. Adoro essas histórias de família.😀

    Majô, já que somos primos, então o JTS é meu tio-bisavô, né não? Tô me sentindo mó importante:mrgreen:

  17. Majô says:

    Zé, isso mesmo:mrgreen:

  18. Lady Rasta says:

    Só faltou a música de fundo, na linha “cristo redentor, braços abertos sobre a Guanabara…”

    Eita cidade bonita da p…

    Eu nunca fiquei no Toque mas fui tomar umas caipirinhas lá… E que delícia vc poder ciceronear ele né Majô?

    Ai essas fotos me deram uma saudade do Rio…

  19. RosaBSB says:

    A Pousada do Toque não seria o que é sem o JR. Ele é uma pessoa fantástica, inesquecível. Merece muito sucesso!!!

  20. Majô says:

    RastaFlávia, com esse fundo musical daria pra sonhar, né ?😉 Se soubesse como colocar a música no post…. Vou esperar alguma alma caridosa me ensinar.
    A vista lá em cima é magnetisante de tão linda.
    Foi um prazer enorme Flavinha, e ele agradece o tempo todo, mas estar na companhia dele não tem preço😉

    RosaBSB, verdade que além do Nilo, ele também é a alma da Pousada. E quando ele traz o prato e diz, ‘abram-se as cortinas que vai começar o espetáculo’ . Fora que ele tem gestos de generosidade incontáveis😉
    Obrigada pela visita,

  21. Lady Rasta says:

    Tem como colocar música no post sim. Vc pode colocar um vídeo do Youtube com a música (acho que é o jeito mais fácil, e vc vai encontrar interpretações lindas), ou fazer como eu faço, colocando um link pra algum site que vc possa ouvir em streaming.

    Pessoalmente acho ruim a música tocar automaticamente, porque as pessoas nem sempre estão em um local onde elas possam ter música saindo do computador delas…😀

    Se precisar de ajuda, dá sinal de fumaça que eu ensino!!!

    beijos

  22. Lady Rasta says:

    Aliás, com essas fotos lindas dá até pra montar um videozinho no youtube com a música de fundo…se eu tiver um tempinho eu monto pra vc – é só vc falar com qual versão vc prefere a música…

  23. Majô says:

    RastaFlavia, ôba !! fica a seu critério😉
    Verdade, se estiver no trabalho e não lembrar de desligar o som…..
    Tenho mais fotos, posso mandar procê.

  24. Luciano says:

    Não é a toa que o Rio é chamado de Cidade Maravilhosa! Não sei quais eram as outras opções do JR, mas ele acertou em cheio! Lindas fotos!

  25. Majô says:

    Luciano,
    Acho que ele gostou de tudo, até da água geladinha do mar😉 Fora que à noite estava uma lua ….
    A vista ao vivo em 360graus é mais bonita ! obrigada😳
    Resolveu a Pousada ?

  26. Olá Majô
    é a 1ª vez que escrevo aqui, mas não resisti, uma vez que vi esta referência nos textos do Ricardo e estou habituada a ver o seu nome por lá.
    Eu também conheci o J.R. – 1º pela referência que o Ric fez dele e depois ao vivo e a cores no Verão passado, quando estive uma semana na Pousada da Amendoeira e fui ao Toque experimentar a famosa caipirinha. Gostámos imenso dele e do seu conhecimento das nossas coisinhas, o que não é muito habitual pelas bandas de Alagoas. Sabia nomes do ex e do actual presidente da República portuguesa, por exemplo…
    Em Dez. 2004 estivemos no Rio mas n tivémos “sorte” com o Cristo – estava nevoeiro e nem o rosto ao pé se via, quanto mais a paisagem envolvente.
    Como estavamos de motorista ele levou-nos uma cota abaixo, a uma pista de helicópteros, e lá pudémos vislumbrar o Rio lá em baixo.
    Também a subida foi muito gira – embora cada hora de motorista nos custasse uns reaizinhos, preferimos ir de trem, para ver como era.
    Apanhámos músicos pelo caminho (“O que será o amanhã/ descubra quem souber(?)/ O que irá me acontecer / O meu destino será o que Deus quiser…), conversámos imenso com os passageiros. Enfim …boas recordações do Rio… (O melhorzinho? – as noites de música e dança no C Cultural Carioca)
    Beijinhos

  27. Luciano says:

    Oi Majô.
    A Toque tem disponibilidade! Agora quero ver se conseguimos mudar o aéreo e ficar mais uma noite por lá!

  28. Majô says:

    Isabel, seja bemvinda !
    O J.R. se interessa por tudo e todos, e com isto adquire cultura e fala um pouquinho alguns idiomas. Mas, com toda essa festa que fazemos, ele não perde a simpliciade. A caipirinha dele não tem igual😉
    Pena que você não tenha pego o Cristo com tempo limpo, onde se vê loooonge. Mas, o passeio de trem como você diz já é muito interessante, atravessar aquela mata. Na volta, no nosso vagão também havia um grupo com pandeiro cantando um sambinha bem gostoso. Na próxima vez que você vier ao Rio, São Pedro há de preparar um sol radiante🙂
    Obrigada pela visita😉

  29. Majô says:

    Luciano,
    Ótimo !!!! Peça à Luciana ou ao Vitor, para o Manoel fazer o transfer. Ele fez o nosso de e para Recife, é super calmo, bom papo, e fez uma parada num bar na estrada ótimo, super limpo, moderninho, tinha até internet. Dá para fazer um pit stop para troca de fraldas, tomar um expresso, bem legal.

  30. Majô
    Obrigada pela sua recepção.
    Não sabia que tinha um blog.
    Já o coloquei nos meus “Favoritos”.
    Agora vou dando uma olhada periodicamente.

    Perdi o Ric em Lisboa por um bocadinho. Vamos lá ver se em Agosto dá para encontrar.
    Muitos beijinhos
    Votos de boas escritas e boas viagens

  31. Majô says:

    Isabel, imagina, todos são bemvindos aqui😉
    O blog é culpa do Riq, leia depois o post O ano em que nos tornamos blogueiros https://majots.wordpress.com/2007/12/30/o-ano-em-que-nos-tornamos-blogueiros/

    Pois é, o Riq tem um ritmo de trabalho frenético😉 Acho que em agosto ele ainda estará em viagem.
    Obrigada😆

  32. Lady Rasta says:

    Majô, sobe as fotos que vc quer que eu coloque no vídeo em um site tipo flickr e no fds eu faço isso pra vc…vou ver algumas versões da música e te mostro…

    beijos!

  33. Majô says:

    Sim senhora, RastaFlávia, tentarei usar o flickr. Mas não esquenta, relax😉

  34. Andrea Battoni says:

    Majô, seu blog é uma djilícia! Sempre passo por aqui mas está é a primeira vez que ouso comentar…😳 Adoro ler sobre sua experiência na Sicília! Na minha época de Itália, moças solteiras sozinhas não podiam chegar até lá. Que bom que os tempos mudaram (e eu me casei😆 ). Adorei saber que a história de sua família tem muito a ver com a história do Rio! Minha família também fez muito por nossa cidadezinha aqui no interior de SPaulo. Bons tempos aqueles dos “ilustres cidadãos públicos”, coisa rara hoje em dia… Com sua licença, agora vou ficar freguesa, tá?!😉

  35. Majô says:

    Andrea, que surpresa boa ter sua visita😆 Você me deixou super feliz com seu comentário !!!!! E fico assim😳
    Hehe A Sicilia está adorável para qualquer faixa etária. Se eu ganhasse na megasena passava um mês agora em Taormina.
    Pois é Andrea, fico pensando que precisamos mostrar estes bons exemplos né ? Qual a sua cidade, adoro o interior de São Paulo !! Sou fã, acho que parece Europa, os campos todos plantados. E como as cidades são prósperas. Conte um pouco da história de sua família, vai😉
    Volte sempre por aqui que eu vou gostar muito😆

  36. lee says:

    Majô; v. é filha de João ou de Beatriz teixeira Soares(primos de minha mãe Gertes de Nova Fruburgo.

  37. lee says:

    Cara Majô Estou completando a arvore genealogica da Familia Clemente Pinto/Nova Friburgo. Do Lado dos descendentes do irmão do seu avo Brás de Nova Friburgo (Renato de Nova Friburgo) já consegui até a ultima geração.Está faltando completar os descendentes de s/ mãe Alice de Nova Friburgo casada com Luiz Cruls Teixeira Soares e também os descendentes de Sonia de Nova Friburgo filha de Rodolfo de Nova Frburgo e Ivelina de Nova Friburgo. Está na gráfica para ser editado um livro com a vida de nosso tataravo.Conto com sua inestimável ajuda segue meu email: infinitoseguros@terra.com.br. meus fones:- 011 – 3781-9072/3207 residenciais e coml. 3781-4362/9605
    Abraço
    Lee

    • Majô says:

      Lee,
      Que ótimo !! Minha mãe era a memória da família, está comigo a árvore genealógica dos Nova Friburgo/São Clemente que tem até a geração de meus pais. Posso tirar xerox e enviar para você, é em papel de planta, grandão. Por 2 anos ela colheu dados para a árvore genealógica da família Souza Dantas. Foi um trabalho enoorme, e no final, distribuiu cópias para a família toda. Posso enviar a você cópia deste material também. Você é descendente de Renato de Nova Friburgo ?
      Há 2 anos, houve uma exposição no Palácio do Catete, sobre nosso tataravô. o Barão de NF e cedi muito material à museóloga. Pena que a nova museóloga desmontou no ano passado. Tenho fotos que posso enviar a você.
      Enviarei os dados que tenho a você por e-mail. Grande abraço

  38. lee says:

    Majo; sou neto de Renato de Nova Friburgo seu tio-avô.Aguardo ansioso o material que voce possui e enviarei em seu e-mail os dados incompletos que tenho.Conheci sua mãe Alice e seu pai Luis Cruls Teixeira Soares,em uma visita ha muitos anos.Ontem à noite depois de muitas buscas, consegui falar por fone com seu irmão João aqui em SPaulo e ele tbem ajudará.Dia 12 último no Jornal da TV Bandeirantes passou uma reportagem inteira sobre seu Bisavô e a “Missão Cruls” na demarcação de Brasilia e o reporter, com GPS achou o marco dele com uma diferença de menos de 100 m. Incrível.
    Grande Abraço

  39. Majô says:

    Lee, minha mãe gostava muito de seu avô, sempre se referia a ele ‘tio Renato’ com muito carinho. Lembro que algumas vêzes em que ela esteve em casa de meu irmão em São Paulo, comentou ter procurado por vocês. Será um prazer nos conhecermos pessoalmente.
    Já tirei xerox da árvore genealógica Clemente Pinto / Nova Friburgo que mencionei a você. Como o papel é grande, coloquei naqueles tubos de plantas.
    Eu não sabia sobre esta reportagem sobre nosso bisavô. Incrível mesmo, eles terem achado o marco com o GPS Tentarei obter uma cópia do video com a Bandeirantes.
    O Globo Reporter, há alguns anos fez uma matéria sobre a “Missão Cruls”.

  40. lee says:

    Majô,desde já muito obrigado. Será mesmo um grande prazer conhecê-la. Prima, tenho “língua grande” e não pude deixar de comentar com o pessoal da Secretaria de Cultura de Nova Friburgo, Luanda e Luiz Folly, o seu conhecimento sobre o Barão, nosso tataravô, relatando inclusive o evento no Museu da República. Eles têm enorme interesse em conversar com você, fotografar objetos da familia e inserir no livro (que já esta na gráfica). Peço sua permissão p/ fornecer-lhes seu email.

    • Majô says:

      Lee, para mim também será um prazer conhecer os primos😉 Amanhã enviarei pelo correio as 2 árvores genealógicas.
      Pode fornecer meu e-mail sem problemas, se puder colaborar será um prazer.

  41. JulianaL says:

    Q delícia ver esse querido aqui… Fui no Toque há uns 3 anos e jamais me esquecerei do JR. Sem dúvida uma das grandes atracões de lá! Nos chamava, a mim e meu marido, de casal caçula e fomos muuuuuito paparicados! Saudades desse sorriso! Parabéns pelo registro!!

    • Majô says:

      JulianaL, o JR é uma das melhores figuras humanas que conheci, sem dúvida😉 Ele paparica a todos indistintamente, né mesmo ?
      Obrigada pela visita😉

  42. anderson48@hotmail.com says:

    Gente, boa tarde… mas que papo legal esse. Caí de paraquedas nessa conversa ao pesquisar a família Clemente Pinto. Sou um humilde “novo” morador de Mury, em Nova Friburgo, e a história da cidade me encanta. Apraz-me ainda mais o fato de residir ao lado da antiga estrada de ferro. Sempre que posso busco informações a respeito da identidade local. Abraço forte a tandersonodos e muito sucesso.
    Anderson

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s