Com a família Luz à Ilha de Páscoa

Iorana                                                                                               11/02/09

Cara síndica Majô.

Nós, condôminos da família Luz, pedimos mui respeitosamente que publique o nosso post sobre a viagem ao Chile com passagem por Santiago ( 3 noites, 1 na  ida e 2 na volta) e Ilha de Páscoa ( 5 noites).
A participação dos condôminos será da seguinte maneira : Débora, a esposa fará um fotolog ao final do relato; Renata,a filha participará com todas as fotos panorâmicas e devidamente identificadas e legendadas e eu, Eduardo, relatarei toda a expedição.
Esperamos que este pedido seja deferido !

Grato. Dé, Re e Edu.

               Só não vimos coelhinhos na Ilha de Páscoa

Iorana !
Muita gente nos perguntou por que escolhemos a Ilha de Páscoa? Ou melhor, onde ficava ? Ou ainda, o que fazer lá ?

dsc05643-2-foto-1

Bem, leia este post que estas questões serão devidamente esclarecidas.

Como uma pista pra entender o porque, está Santiago.  Cidade a 45 min da Cordilheira dos Andes e a 90 min do mar, onde a visita a Viña del Mar e Valparaíso é obrigatória, é a capital de um país em que ao sul temos o verde úmido da Patagônia e dos lagos, ao norte, o sol desértico do Atacama e como bonus, é rodeada de vinhedos de boa qualidade !

dsc05371-2-foto-2

Passear por Santiago ( ainda que seja por uma noite na ida e duas na volta) já vale à pena. Fomos ao Museu da Moda ( uma dica do Riq) que é interessantíssimo e está com uma exposição maravilhosa que mostra o paralelo entre a Guerra e Sedução ! Pena que não se pode tirar fotos, a não ser da placa !

dsc05418-2-foto-3

Ainda fomos na Cebicheria La Mar, aproveitando pra conhecer um restaurante que deve abrir brevemente uma filial aqui em SP. 

dsc05385-2-foto-4

         

                                                                                                                                                                                                                                             dsc05398-2-foto-5

Já no outro dia, embarcamos pra Ilha de Páscoa que é (guardadas as devidas proporções) uma Fernando de Noronha do Chile, só que com uma pequena (grande) diferença. Ela fica a 3900 km da costa chilena, em pleno Oceano Pacífico e é considerada o território mais distante de qualquer outro lugar habitado no planeta. Inclusive, é chamada de ” o umbigo do mundo” !

dsc05447-3

 Mais conhecida como Rapa Nui ( alguém se lembra do filme com o Keanu Reeves ?) , a ilha  é triangular, tem 160 km2 com a maior dimensão de 22 km e  lá existem mistérios até hoje não totalmente decifrados.

dsc06109-2-foto-7

Por que ir pra lá ? A teoria da família Luz ( nós mesmos) é a seguinte : se gostamos de um aeroporto em qualquer conexão, a cidade já é candidata a uma próxima viagem. E foi o que aconteceu quando fomos à Polinésia e fizemos uma breve parada por lá !

dsc05458-2-foto-8

O que faltava ? Uma hospedagem de primeira. Quando descobri que a rede chilena de hoteis explora tinha inaugurado um lá no começo de 2008, o projeto da viagem se viabilizou.

dsc05878-2-foto-9

Enfim, chegamos a Rapa Nui que pra quem não sabe, significa “grande pedra”! Como todos os passeios estavam incluídos, a única grande questão seria escolher o que fazer !

FOTO da Re : panorâmica da ” fábrica dos moais” 

   
dsc00608-1-foto-91
Inicialmente, optamos por conhecer a “oficina” dos moais, o monte Rano Raraku. Eles eram esculpidos lá ( mediam de 6 a 12 m de altura) e transportados por kms até os ahus, as plataformas que se localizavam normalmente perto do oceano e este transporte se realizava através de pedras redondas ( com eles em pé!), de troncos de madeira e segundo alguns, usando legumes tais como batata pra diminuir o atrito . Fico imaginando a reclamação quando a esposa fazia purê pro almoço !!   

dsc05497-2-foto-102

Existiram 3 tipos distintos de moais que foram feitos em épocas diferentes, todas com menos de 1000 anos de idade .

  dsc05502-2-foto-11

  dsc05520-2-foto-12

dsc06115-2-foto-13

Almoçamos ( e não tinha purê !) na praia ou melhor, num “cenário” montado pelo explora com direito à piscina natural e  tudo o mais.

dsc05548-2-foto-141

 

Ainda demos um pouco de sorte e à tarde fomos a única cidade da ilha, Hanga Roa, onde os 4000 habitantes comemoravam o seu carnaval, uma das atividades do Tapati, a grande festa anual dos Rapa Nui que dura duas semanas com as mais variadas competições ( dança, natação, pesca) e é inter-familiar.

dsc05559-2-foto-15

dsc05570-2-foto-16

                                dsc05575-2-foto-17

Todo mundo peladão (qualquer semelhança com o nosso carnaval é mera coincidência!), com o corpo enlameado e pintado. É quase uma disputa entre o Caprichoso/Garantido onde a finalidade é eleger uma Rainha !

dsc05596-2-foto-18

No 2º dia, fomos caminhar ( uns 10 km) pela costa. Começamos pelo Ahu Tongariki, a plataforma mais famosa da ilha como os seus 15 moais ( estes foram reposicionados pelo governo japonês). Frize-se que os moais representavam  os chefes das tribos e é claro que a disputa para ter o maior era intensa ! Os chapéus são chamados de “pukao” e não tem uma explicação definida a não ser a possibilidade do moal ficar maior ainda !!  

dsc05665-2-foto-19

Todos os moais foram recolocados no seu lugar já que em algum momento, todos eles foram derrubados. Segundo as teorias existentes ou eles foram empurrados ( normalmente pra frente pra que seus olhos não vissem quem fez isso) devido a uma guerra interna e/ou devido a um tsunami que aconteceu há 100 anos.

dsc05461-2-foto-21

Acabamos esse tour na praia mais famosa ( e uma das duas únicas com areia em toda a ilha), a Anakena, onde mais uma vez, o explora montou um de seus almoços e ainda aproveitamos pra tirar uma foto oficial internacional do pin VnV.

dsc05732-2-foto-22

 FOTO  da Re – Vista da praia de Anakena, uma belezura!

dsc00597-foto-23
À tarde, fomos caminhar mais um pouco pela costa Noroeste. Vimos como os Rapa Nui viviam e entramos em cavernas ( são muitas, devido a formação vulcânica da ilha) com direito à vista pro mar no meio de penhascos.

dsc05791-41

Terminamos o passeio no Ahu Tahai, próximo ao Museu e no lugar onde está o único moal com olhos.

dsc05807-2-foto-25

Estes olhos são falsos pois todos eles foram roubados e os únicos originais se encontram no próprio museu. Diz-se por lá que os olhos são a alma dos moais e por isso, eles só eram colocados neles quando já estavam nas plataformas.

No 3º dia, encaramos a subida até o ponto mais alto da Ilha, o Maunga Terevaka.

FOTOS da Re – Panorâmicas do morro Terevaka, onde  meditar é obrigatório

dsc00576-foto-26-1

dsc00577-foto-27-1

Foi cansativo ( mais de 4 hs), mas valeu ! Imagine um lugar onde você tem uma vista de 360º da Ilha com direito a ver como  skyline só o Oceano Pacífico? Lindo e deu pra meditarmos profundamente ( a Dé adorou!)! Oooooommmmmmmmmmm.

dsc05859-4

À tarde fomos conhecer o processo e a técnica da construção dos ahus, as plataformas. Inclusive, é expressamente proibido pisar na área destinada a elas já que são consideradas sagradas. Vimos pelo menos 3 tipos distintos, demonstrando que os Rapa Nui detinham conhecimentos de arquitetura, engenharia e astronomia.

dsc05766-31

 

Aproveitamos pra conhecer o Oceano Pacífico na sua plenitude. Ondas enormes …

dsc05912-3

 … água azul clarinha …

dsc05920-3

  .. formações rochosas …

dsc05959-3

 e entendemos o porque da água mole em pedra dura ….

FOTO da Re –  … explicando o tanto bate até que fura.

dsc00637-foto-33-1

No 4 º e último dia, fomos ao Orongo, segundo todos ( e confirmamos), o passeio mais bonito da Ilha de Páscoa.

dsc06022-3

Mais uma super-caminhada e na subida!

FOTO da Re –  a cratera num ângulo muito bonito

dsc00645-foto-35-1

3 hs depois encontramos uma cratera com 1,6 km de diâmetro, no fundo do vulcão Rano Kau e onde existe um micro-habitat especial, talvez o único lugar com a vegetação original Rapa Nui !

Um espetáculo completo onde a água ( o lago) do fundo da cratera mais parecia um mapa-mundi vitrificado!

dsc06001-3

 FOTO da RE – Super panôramica da cratera do vulcão

dsc00654-foto-37-1

Demos a volta em toda a  borda da cratera e terminamos no Parque Nacional Rapa Nui, o lugar onde acontecia a tal competição dos homens-pássaros, que não era exatamente como no filme já que eles não pulavam dos rochedos ( certamente morreriam!) e sim, desciam, nadavam até a ilhota (da foto abaixo), tinham que achar o ovo de uma fragata e voltavam nadando ao “continente” com ele! O primeiro a chegar era declarado o homem-pássaro e o seu patrocinador, o rei da Ilha por um ano! 

dsc06033-3

Como estávamos cansados e o sol estava batendo forte, optamos por ir à tarde ao Ahu Tongariki ( o dos 15 moais ) pra tirar as melhores fotos da viagem pois a iluminação ajudava e muito.

dsc06106-3

Aí foi só empacotar tudo e passar mais duas noites em Santiago com direito a um passeio espetacular por La Chascona, a casa do gênio Neruda…

dsc06236-3

dsc06238-3

 … uma ida a casa do excelente chef peruano Gaston Acurio, o Astrid y Gaston

dsc06194-3

…. e a nossa aventura terminou.

E terminou com uma certeza : a de que a Ilha de Páscoa vale uma visita,  pois a natureza é belíssima, a cultura Rapa Nui é muito interessante e apesar do mistério todo, você consegue entender bastante sobre o porque dos moais estarem por lá !  Ou o no mínimo, você verá o céu mais lindo e limpo que nós jamais vimos e  um nascer-do-sol como este :

dsc06161-3

 Até a próxima ! Maururuu !

.

Fotolog da Débora.

 dsc05431-3

dsc05616-3

Nada como uma cama confortável e uma sopa revigorante. Se é explora, então …

 dsc05445-3


A recepção foi amigável !

 dsc05465-3

Foi incrível descobrir que lá tem mais cavalos do que pessoas.

 dsc05500-3

Isto é uma plantação de moal ?

 dsc05512-3

Eu gosto das coisas bem feitas! Eu juro que nós tentamos endireitar este moal.

 dsc05525-3

Não tem areia nas praias. Mas as piscinas naturais são coloridas e transparentes.

 dsc05543-3

dsc05544-3

Eu bem que falei : Olha a onda !!!

 dsc05597-3

Carnaval na Ilha de Páscoa : GRES Tradição Rapa Nui.

 dsc05666-3

Como em toda turma, sempre tem alguém  mais estiloso.

 dsc05673-3

 dsc05766-31
Apesar da quantidade de cavernas, só tive coragem de entrar numa gruta que na verdade era um observatório astronômico.

 dsc05683-3

Momento esotérico : tocamos no umbigo do mundo, que é uma  pedra arredondada e super-energizada. Estranhamente, as bússolas não conseguem definir o Norte quando estão perto dela! 

 dsc05706-3

 Esta é a turma do design.

 dsc05742-3

Só tem uma praia com areia na ilha, a Anakena. E ela é incrível!

 dsc05749-3

7 moais. A única plataforma que não é próxima ao mar.

 dsc05775-3

Mais uma das teorias é que os ETs colocaram os moais por lá. Nós vimos um !!

 dsc05856-3

Andamos, andamos, andamos ….

 dsc05871-3

E chegamos ao ponto mais alto da Ilha. Impossível não refletir neste momento. Namasté !

 dsc05983-3

 dsc05997-3

As paisagens são de tirar o fôlego.

 dsc06060-3

Prepare-se pra jogar fora as suas meias depois de tantas caminhadas.

 dsc06118-3

Ô carinha mal encarado! E aproveite pra perceber a falta de árvores em toda a Ilha.

 dsc06119-31

Foto auto-explicativa.

 dsc06125-3

Sem rádio, sem tv, sem telefone. O único som é o da natureza. E a impressão que tivemos é que todos os dias tiveram exatamente 24 hs muito bem aproveitadas.

Boas viagens !

Nota da blogueira: eu não disse que vinha  post  pedaçudo ?  Palmas para a família Luz !!!!!! 

Não deixem de visitar o blog do Edu Luz, Da Cachaça Pro Vinho pra aguçar as papilas gustativas😉

39 thoughts on “Com a família Luz à Ilha de Páscoa

  1. Elisa says:

    Majô querida!

    este post aqui está sensacional, mas ainda não terminei de ler sua viagem a Buenos Aires de fevereiro (você sabe que eu leio aos poucos, é assim sempre que tenho alguns minutos venho e leio um ou dois parágrafos e assim levo semanas em uma única viagem) e agora cheguei aqui e não estou encontrando os posts anteriores.
    Que se passa? Será que é meu computador?

    Beijos.

  2. eduluz says:

    Majô, desta vez alugamos o prédio inteiro ! Dá pra imaginar a conta do condomínio !
    Falando sério, grato pela tremenda colher ( quase um balde) de chá! A Família Luz agradece o deferimento do pedido.

    Resposta da Dé : Majô, gostei bastante da minha primeira experiência como blogueira. Obrigado e saiba que me recusei a trazer as meias pra cá !!

    Resposta da Re : Tia Majô (rsrs), adorei participar com as minhas fotos panorâmicas. Você trabalhou bastante, mas valeu a pena. Bjos. ( A Re está na faculdade, e eu e a Dé estamos respondendo por ela ! mais rs).

    Abs de toda a família.

  3. Majô says:

    Elisa, hoje deu pane duas vêzes na central do wordpress. Além de dificuldades internas para operar, também fez uma baguncinha no layout. Os comentários recentes, categorias e tudo mais que fica do lado direito foram parar lá embaixo. Escrevi para eles e consertaram. Para acessar os outros posts que você queira, clica nos links à direita.
    Já está tudo restabelecido😉

  4. Majô says:

    Edu, Dé e Re, eu, aliás nós é que tivemos a colher de chá de ter um post tão bacana quanto o de vocês, essa viagem foi espetacular, as fotos falam 😆 😆
    Edu, hehe o aluguel do prédio, se prepare que vai ser em euro:mrgreen:

    Hehe Dé, você tem o maior talento, suas legendas estão hilárias😉 A foto dos pés está o que há, imagino as meias 😆😆 E as fotos estão bárbaras !!!

    Re, seu pai tem que estar orgulhoso, suas fotos panorâmicas foram a cereja do bolo, espetaculares !!!!!

    Dé e Edu, vocês têm que ser pais corujas😉

    Agora fiquem à vontade que a casa é de vocês😉

  5. Mô Gribel says:

    Gennnnnnnte, amei!!!!!!😀
    Super bacana e explicativo o post!! Majô, deixa eles sempre postarem aqui, senão, vou levar lá pra minha casa!:mrgreen:

  6. CarlaZ says:

    Amei a ilha de Páscoa! Sabia dos moais e da escala para Polinésia hehehe e tal mas muito pouco..adorei saber mais por aqui…
    E as fotos? Maravilhosas!!!

    Edu, Débora e Renata deu pra perceber que foi uma super viagem!

    Majô esse condomínio está um luxo mesmo!

    Beijos

  7. Cristina says:

    Muito chique isso! Já babei com as fotos família Luz… mal podia esperar! Que trabalhão hein síndica, parabéns pela edição!!!

  8. Lucia Malla says:

    Que viagem DELICIOSA!!! Adorei essa cratera, q qé isso!!!! Lindíssima. Majô, ótimo q vc trouxe a Luz (trocadilho infame…) para a gente sobre esse lugar maravilhoso. Parabéns à família pelas fotos e pelo relato.🙂

  9. Êêêêê! Pin da bóia fazendo sua estréia internacional!!!!

  10. MARCIE says:

    Que post maravilhoso! E que viagem fantastica! Eu tinha muita curiosidade a respeito do lugar e agora ficou uma imensa vontade de ir gracas a voces. Obrigada!

  11. Hugo says:

    Esse post ficou muito bacana. Fiquei com vontande de fazer as malas e passar a Páscoa na Ilha de Páscoa.

  12. Cláudia Holder says:

    Que legal! Engraçado é que ontem mesmo eu estava falando com meu esposo, Márcio, sobre a Ilha de Páscoa.🙂 São quantas horas de voo de Santiago para lá?

  13. Mari Campos says:

    Ô, Majô, esse blog tá trazendo uma surpresa atrás da outra, que delícia!!!:mrgreen:

    O relato da família Luz está irretocável! Edu, eu já tinha te falado que a Ilha de Páscoa era um dos lugares que eu mais queria conhecer no mundo todo; agora, ficou mais que definitivo!!! Só falta eu conseguir dindim pra ficar no Explora 😆

    As fotos que vcs escolheram mostram que a ilha é ainda mais linda do que eu pensava; sem contar que que a energia local deve ser uma coisa de dodjo. Ah! E a foto com vcs três enfileirados com os moais é pra entrar pra história!:mrgreen:

    Parabéns!!!!

  14. Carol BSB says:

    Muuuuuuuito legal o post! De quebra, ainda conheci minha colega de scrapbooking Débora!
    Já tinha vontade de conhecer a Ilha de Páscoa, depois dessa, então…

  15. As fotos estão daqui ó! E o texto, leve, divertido, informativo. Bjs!

  16. eduluz says:

    Com licença, Majô ( o que está acontecendo no condomínio? Tá tudo de fora de lugar !! Este WordPress !) :

    Mô, fala com a Majô pois o passe da família ( isto está parecendo a Máfia!) é dela !

    CarlaZ, na verdade, ficou faltando um montão de informações pois, por incrível que pareça, tive que diminuir um pouco o post!!

    Cristina, o trabalho da síndica foi espetacular e hercúleo !! Parabéns pra ela também !!

    Lucia (gosto muito do seu blog!), a vista da cratera é espetacular ainda mais depois de subir tudo aquilo ( uns 500 m) e é bastante íngreme. Um suiço estava conosco e literalmente, abriu o bico !! O guia teve que parar umas 3 vezes pra dar água pro homem !! rsrs

    Riq, além da estréia internacional, o bichinho pediu “asilo” ! Na verdade, ele caiu no duto do ar condicionado do hotel numa tentativa duma foto, e foi diretamente prum buraco negro !

    Marcie, pode ir porque é diferente de um montão de coisas que já vimos.

    Hugo, só não espere ver coelhinhos e os respectivos ovos por lá !

    Cláudia, são 5 hs na ida e 4,5 hs na volta. É um pouco mais demorado do que de São Paulo pra Santiago !

    Mari, bem que eu te falei pra tentar uma “especial da VT” por lá ! hehe.
    E você tocou num ponto essencial : a energia. Em quase todos os lugares da Ilha se sente uma coisa diferente e, tivemos dois momentos especiais : o cume do Terevaka ( onde meditamos) e a saída pela janela do hotel, em todas as noites, pra ver o céu mais estrelado de todos os tempos !! Quanto a foto, vou creditar ao guia que nos disse : “esta minha foto é famosa! O ahu de 17 se transforma em 20 moais !!”.

    Carol BSB, a Dé está pensando em criar a diretoria de Scrap da Bóia. Vocês topam ?? E quem sabe a primeira reunião da diretoria não seja por lá ?

    Abs a todos e um especial pra síndica Majô !!

  17. MARCIE says:

    EDU, nem pensar em fazer reuniao do clube do Scrap sem mim!!!! Da pra esperar 10 de abril que eh qdo chego a Sampa????

  18. mikix10 says:

    Super incrivel… tenho muita vontade de ia a Ilha da Pascoa… deve ser muit bacana!
    Muito bom o relato🙂
    Majo obrigad por esse espaço tão legal!
    bjs

  19. Carla says:

    Majôzinha, como sempre, abrindo as portas da casa para que a gente tenha a chance de ler relatos super interessantes…😉 Edu Luz e família, vocês estão de parabéns pelas fotos e pelos relatos – deu uma vontade danada de fazer as malas e me bandear para a Ilha de Páscoa…

  20. Majô says:

    Noooossa, como a sala de visitas está cheia😆

    Mô, leva não😦 a família já foi adotada:mrgreen:

    CarlaZ e Cristina, valeu a espera né ? Esse condomínio tá ficando chiquérrimo com tanto post bacana😉 Esse é tão pedaçudo que surtou a front page do blog 🙄

    Lucia Malla, adorei o trocadilho hehe

    Mari, o condomínio está numa fase próspera, nada de marolinha 😆😆

    Edu, como disse acima, o post tá grandinho então fez uma baguncinha, os comentários foram láaaa pra baixo.
    Segundo o wordpress, uma das razões que joga tudo o que está na barra direita lá pra baixo é post e fotos grandes.
    A outra é se passar do word, office ou webpage para o post ele cria uns bugs no html que tirei. Eles não se dão muito bem :mrgreen: Deve ser copiado direto do corpo da mensagem do e-mail para o post.
    Outra é se você estiver usando o explorer 6, deve ser trocado para o 7 ou Firefox.
    Bem, me parece que eles arrumaram, ou não ?

    Procede, o passe da família Luz está com o Condomínio, mas eu não queria dar essa resposta nua e crua pra Mô😉

    Mirella, eu é que agradeço em ter gente e material tão bacana no Filigrana😉

    Carla, hehe estão mesmo abertas para termos leitura da melhor qualidade😉 Ilha de Páscoa ainda é destino para poucos e as fotos e o relato do clã Luz nos apresentou dá um empurrão para irmos já !
    Acrescente-se o conforto do Explora que é TUDO ! Aquela foto da recepção no quarto dá idéia do refinamento nos cuidados com os hóspedes😉

  21. ☆☆ Martinha ☆☆ says:

    Fantàsticooooooooo..
    Amei..
    As fotos falam por si so..
    Parabéns pela turistiada.. deve ter sido maravilhoso..
    Bjos
    ☆ Martinha ☆
    =)
    http://travelandtrips.wordpress.com/

  22. Mô Gribel says:

    Hunf!😀
    Então tá, né? Massss, se um dia quiserem passear por lá, a porta tá aberta!🙂

  23. Emília says:

    Realmente…um espetáculo! Edu, a única imagem que minha vinha a cabeça quando pensava em Ilha da Páscoa eram moais. Mas agora…quanta diferença😀
    As piscinas naturais na rocha realmente lembram Noronha, especialmente no trecho da trilha Caieiras-Atalaia. Mas o vulcão foi o que mais gostei, paisagem super especial…Parabéns para a Rê, pois as fotos panorâmicas estão um arraso!
    Beijos para a família Luz e para a síndica Majô😉

  24. Rodrigo says:

    Majô,

    O seu blog está cada dia melhor!

    Eduardo,

    Eu é que estava louco para saber o resultado da sua viagem fiquei super feliz em ler o relato!! E a foto do danado do Aeroporto?

    Agora você e o resto da família Luz já podem fazer aquele outro post de Dubai!

    Um abraço a todos!

    Um abraço

  25. Majô says:

    Mô, fica brava não😉

    Emília, concordo com você, as piscinas são belissimas !! smack procê

    Rodrigo, a safra de colaboradores está muito boa né, vem mais😆

  26. eduluz says:

    Lá vamos nós pra mais uma sessão de respostas :

    Marcie, a Dé topou a tal reunião da diretoria de scrap. O e-mail que está lá no Riq é realmente o seu ?

    Mirella, é muito legal mesmo. E também agradecemos ( outra vez) a Majô pelo aluguel baratinho !

    Carla, vá sim pois já acertei um descontão com o Minstério do Turismo
    Rapa Nui !

    Martinha, modéstia a parte, as fotos ficaram muito boas, mesmo!

    Mo, também somos fãs do teu blog! Qualquer dia fazemos um frila por lá !

    Emília, nossa companheira do Degustação de Histórias, a Ilha foi feita pra Eco-Emília. A caminhada até e no Orongo é um espetáculo.
    E você esta certa quanto as fotos panorâmicas da Re : são excelentes e dá pra colocar como template!!

    Rodrigo, eu tirei algumas fotos do mega-aeroporto. Vou publicar
    em alguns posts do DCPV. Se você quiser, eu te mando por e-mail !!

    Abraços a todos e um especial na Majô, a melhor síndica de todo o Brasil !!

  27. MARCIE says:

    Dé e Edu, ooobbaaa!!!! Sim, o email que esta la e’ de fato o meu! Vou pro Brasil em abril, quem sabe nao consigamos uma reuniao VnV/Scrap? O unico problema e’ que o tal scrapbook que fiz pro maridao pra comemorar nossos 20 anos pesa uma tonelada: sao 342 paginas, divididas em dois livros, entao eu nao vou leva-lo. Vou tentar fotografar algumas paginas, so pra nao chegar de maos abanando. Mas eu adoraria mesmo conhecer voces! Escrevam-me, ok?

  28. Carmen says:

    Que post mais maravilhoso!!! Bonitas fotos.

    O lugar, a ilha do Páscoa, convida ser visitada. Gostoso paisagem e viagem: levo em conta (meu caderno para apontar aventuras, novos viagens, restaurantes… ficou pequenho. Eu tenho que comprar um caderno gigante!)

  29. Cristina says:

    Família iluminada e blogueira idem!
    Hoje pude ler com calma – senti uma vibração tão boa nas linhas, o lugar é mesmo mágico, até para quem não esteve lá. Depois de Machu Picchu, vou incluir na listinha de sonho…adoro visitar locais de alta energia, busca do equilíbrio etc… Que legendas espirituosas, que classe das fotos, que texto gostoso de ler. Parabéns mais uma vez – mas me dêem licença que agora eu vou voltar a Jeri…:-)

  30. Carla says:

    Oba, Edu, com descontão fica ainda mais tentadora a idéia…😀

  31. Sylvia says:

    UUAU Edu !!! E eu que achava que não tinha nadinha pra fazer por lá ..:mrgreen:

  32. Eduardo Luz says:

    O prédio esá ocupado, mas ainda sobrou uma salinha !!

    Marcie, a Dé já pegou o teu e-mail e vai entrar em contato. Certamente, vamos marcar alguma coisa !

    Carmem, incrível como o nosso caderno sempre aumenta.

    Cristina, a família é “iluminada” há muito tempo. Machu Pichu também está no nosso caderno!

    Carla, estou tentando fechar o convênio. O problema é entender a língua deles!

    Sylvia, eu não te falei. O lugar é bicho-grilo, mas é muito interessante. E olha que eu resumi um pouco ! (deixa a Majô saber disso .)

    Abs a todos e Maururuu.

  33. Elisa says:

    Oi grande Família Luz e Majô,

    só hj, mais de mês depois de postado, tive como ler e apreciar com calma todas as fotos. No primeiro dia eu li um pouco e já fiquei encantada, mas não deu para ver o detalhe de todas as fotos porque no dia não “abriram” todas. Mas reforço o que escrevi no primeiro cometário, é um post sensacional, onde sentimos a “energia” da ilha em cada parágrafo escrito e vemos nas fotos a beleza do lugar.

    Foi ótimo para mim porque todas as vezes que comento a minha idéia de ir a Ilha de Páscoa os amigos que já foram e até os que não foram (talvez só conheçem por revistas) dizem que “lá não tem nada”. Aqui pude comprovar que realmente vale a pena as 4 ou 5 horas de Santiago.

    Eu, como a Emília, tinha a idéia de que lá só tinham os Moais. Por isso muito obrigada por tão belo relato e fotos.

    E parabéns a Majô pela excelente edição, fico só imaginando o trabalhão que deve ter sido para preparar e deixar assim perfeito.

    Beijos.

  34. Elisa says:

    P. S. Majô, no dia que vim e não vi o o “Filigrana de sempre”, pois na hora não encontrei os posts anteriores, já que a barra não estava ao lado, levei o maior susto e já fiquei triste porque vc sabe que amo ler seu blog e tenho a maior admiração pelo trabalho que vc desenvolve aqui.
    Daí fiquei triste porque lembrei do blog Made in Carla , do Idas e Vindas (agora já sei que o Idas e Vindas mudou para melhor) e outro de uma mineira que não lembro mais o nome, eu sempre acompanhava todas e quando fiquei algum tempo sem ler me perdi, entende? O Made in Carla não tem atualizações e o Idas e Vindas estava na Abril onde eu tinha a maior dificuldade de encontrar.
    Felizmente você esta aqui e o Idas e Vidas agora esta de cara nova e muito melhor.
    Beijos.

  35. Denilson says:

    Descricao incrivelmente explicativa e com um ótimo bom humor, vcs sao showwwwwwwwwwwwwwww, adorei as fotos e o texto, parabéns pela grande aventura!
    Abraços
    Denilson

  36. Majô says:

    Denilson, este post do Edu ficou sensacional ! As fotos lindas e o texto super bem humorado.
    Obrigada pela visita😉

  37. Incrível!!! Já consigo me imaginar no topo da Ilha, babando pelos Moais e aproveitando muito cada hora do meu dia!😉
    Só o Explora que eu vou deixar passar… =p
    Beijo grande!

  38. […] A família Luz foi a Rapa Nui e contou tudo lá no blog da Majô. A cratera que eles visitaram é linda: um lago com ilhotas no meio. Aliás, a ilha de Páscoa é […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s