Olhem a Malu no Rio

Um casal de amigos queridos, durante um jantarzinho, perguntou: “Vamos para o Rio?  Tem uma promoção da Accor- diária cultural – e promoção do Smiles – poucas milhas dependendo do destino, para o Rio : 2000milhas. Tínhamos as milhas sobrando depois de comprar, também com milhas, para Buenos Aires e lá vamos nós.
Fomos para Congonhas e chegamos ao Santos Dumont sem problemas. Taxi e chegamos ao Mercure Arpoador rapidinho. Um detalhe: compramos a passagem do taxi no hall do aeroporto por R$34,00. Na volta, pegamos o taxi no Hotel e custou R$ 23,00. É melhor pegar o taxi oficial na fila mesmo.

 1-2
Não estava sol nem muito calor. Ótimo!!!
O apto ainda não estava disponível e nos trocamos no vestiário da academia. Deixamos as malas guardadas na portaria e fomos de taxi para a Praça XV.  Um capitão super atencioso nos indicou o lugar certo para pegar o barco para a Ilha Fiscal. Compramos os ingressos-R$10,00 por pessoa e fomos conhecer o Museu da Marinha enquanto aguardávamos o embarque. Na parte externa podemos visitar um submarino e um helicóptero, interessante. Tudo organizado, limpo e fácil acesso.

2-1 
3-1

4-1

Pegamos o barco, lotado, mas todos acomodados e as crianças com coletes salva-vidas.

 5-1

Logo avistamos a linda Ilha Fiscal

 6-1

Ao desembarcar somos divididos em adultos e adultos com crianças. Para cada grupo, uma guia. Fomos visitar o prédio com muitas explicações de uma guia simpática, uma parada no pátio externo, com uma deslumbrante vista para a Baía da Guanabara com a Ponte Rio Niterói ao fundo.

 7-1
Voltamos para o cais e desembarcamos sem problemas. Ao todo mais ou menos uma hora e meia de passeio e garantimos, com o ticket, nosso desconto da diária cultural da Accor.
Seguimos à pé pelo centro do Rio, já eram 3 horas da tarde. Atravessamos  a Av. Rio Branco, Rua da Quitanda e paramos para almoçar na Confeitaria Colombo. Não tivemos nenhum problema, super seguro. O centro estava cheio de turistas.

8-1

Após uma omelete deliciosa, sucos e doces, seguimos nosso passeio passando pelo Largo da Carioca e chegamos ao ponto final do Bondinho que nos levaria para Santa Tereza. Aguardamos na fila que estava super animada, com todos rindo e conversando. Depois descobrimos que esse horário do bondinho é quase que só de turistas.

 9-1
Logo estávamos sobre os Arcos da Lapa e começou a surpresa: uma mini escola de samba tocava láááá embaixo, o bondinho parou e começamos a cantar com os sambistas que acenavam. Alegria total. Os estrangeiros que estavam no bondinho não acreditavam no que estava acontecendo…. seguimos pelo morro acima com muitas pessoas penduradas nos estribos, ônibus e carros passando grudados e várias manobras. Adrenalina a mil! Na parada final, acima da praça da Apoteose, conseguimos sentar nos bancos, subiram outros passageiros e começamos a descer…..novas emoções!! Subiram 3 sambistas com bumbo, pandeiro e bandolim e começou o sambão, inclusive com o motorneiro cantando e sambando.
Os 3 sambistas desceram num barzinho e lá fomos nós. Começava a escurecer, nova parada no meio dos Arcos da Lapa e mais confraternizaçào com a turma de baixo.
Descemos no ponto final, pegamos um taxi e fomos para o Hotel. Pegamos nossas malas na portaria e subimos para o quarto. Quando abrimos a porta do nosso quarto com o cartão magnético, surpresa!!!!Ele estava ocupado! Que desagradável!! Pediram desculpas e nos deram outro quarto. É um alerta para sempre trancar o quarto por dentro.
Bom, banho tomado, seguimos para jantar no restaurante Da Silva, em Ipanema, indicado pelo Riq. Descontraído e gostoso, com frutos do mar, camarões, risotos e massas. Pegamos um taxi e fomos conhecer a vida noturna na Lapa. Chegamos até a Sinuca e Gafieira do Carlinhos de Jesus e não entramos porque o segurança da porta falou que era para voltarmos no domingo, quando a gafieira é melhor….fica para a próxima.
No domingo cedo, após delicioso e farto café da manhã incluso na diária, fomos andar, ida e volta, do Arpoador até o Leblon pelo calçadão da praia. Delícia! Banho no hotel, fechar a conta, guardar a mala na portaria e fomos tomar um lanche/meio almôço na Colombo do Forte de Copacabana. Nossos amigos não conheciam e ficaram extasiados com a vista.
 

10-1

Taxi para o aeroporto, avião e chegamos a São Paulo após 28 horas no Rio de Janeiro que continua uma cidade  maravilhosa.

Majôzinha, desculpe se escrevi demais mas queria que vc soubesse como foi delicioso nosso final de semana na sua cidade. Da próxima vez vamos nos encontrar no Garcia e Rodrigues, certo?
Beijos e super obrigada por tudo,
Malu

Malu, o Condomínio Filigrana é que agradece a você por repartir conosco um fim de semana tão bem aproveitado  em nossa cidade ;)  Fica combinado, da próxima vez, um café no Garcia😆

36 thoughts on “Olhem a Malu no Rio

  1. Patsy says:

    Que passeio gostoso!🙂

    Essa ilha fiscal nunca fui, deu vontade para conhecer!

  2. mikix10 says:

    Que delicia de passeio, essa parte do Rio eu não conheço🙂
    Aliás… falta muuuuuuita coisa para conhecer do Rio.
    Abs

  3. Elisa says:

    Majô,
    o Rio é sempre um passeio delicioso para mim e agora com as dicas que tem no Filigrana está ficando cada vez melhor…

    Eu não conheço esta ilha fiscal e tb gostei de saber desta promoção cultural. Vc sabe como tudo para mim é um motivo para viagem, não é? E promo já éuma boa desculpa. Isso é comigo mesma.

    Esta de entrar no quarto de outro hóspede já aconteceu comigo, mais de uma vez entraram no meu quarto e eu pensei que era só comigo, pois todo mundo que comento diz que isso nunca acontece.

    Beijos.
    P.S. Fiquei feliz porque vc gostou de minhas fotos, estou “me sentindo”.

  4. Malu says:

    Majô, este post é a coroação da nossa viagem. Que sirva de inspiração para uma viagem bem gostosa e descontraída. Beijos e obrigado pela gentileza e generosidade em dividir seu espaço.

  5. Majô says:

    Elisa, dê uma olhada aqui sobre a história da Ilha Fiscal http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_Fiscal
    A Malu aproveitou muito o fim de semana aqui, Ilha Fiscal, Colombo e ainda arrematou com um passeio de bondinho em Santa Teresa😉

    Malu, seu passeio com certeza vai servir de inspiração para outras pessoas. Você passou a idéia muito bem do quanto foi gostoso e descontraído o fim de semana de vocês😆

  6. Silke says:

    Malu
    adorei esse relato! Me senti como se estivesse indo com vcs … e sei como a gente se sente no bondinho de Santa Teresa, pois eu fazia esse trajeto diariamente na minha juventude! Passar nos arcos é indescritível, tenho saudades de repetir isso!!!

    um beijo e obrigada por compartilhar!

  7. Cristina says:

    Malu, que gracinha de post, sou carioca mas preciso te contar que nunca fui à Ilha Fiscal, que quando eu morava em Niterói (antes de completar 10 anos mudei para o Rio), minha avó que era de lá dizia que era o Castelo das Bruxas. Eu chegava a dizer que via as bruxas voando, da barca🙂

    Majô – não conta para ninguém😉 – eu nunca andei no bonde de Santa Teresa (ruborizada). Olha que eu já andei de bonde em San Francisco…será que vamos incluir na conVnVenção? ha ha

  8. Malu says:

    Zizi e Cristina, obrigada pelos comentários. Tanto a Ilha Fiscal e o bondinho para Santa Tereza são passeios imperdíveis, fora do circuito Pão de Açúcar- Corcovado ( que vou sempre que posso pois não canso de contemplar tanta beleza).
    Eu adorei cada segundo dessa viagem e espero que vcs realizem esses passeios em breve e nos contem como foi. A visão de vcs, cariocas da gema, será muito interessante.

  9. Majô says:

    Cristina, uma chegada em Santa seria muito bom, mas não quero superlotar a agenda😉 Não sei se o pessoal que vem seco por praia….

  10. CarlaZ says:

    Malu,
    você fez tantas coisas que nunca fiz…nunca fui na Ilha Fiscal…nunca andei de bondinho (na verdade só fui uma vez a Santa Tereza, esse ano porque nunca tinha ido…). Nunca almocei na Colombo (trabalho no qurteirão da Colombo).
    Fui no forte também pela primeira vez esse ano, no mesmo esquema de Santa Tereza, porque nunca tinha ido…
    Tenho que conhecer mais coisas no Rio…
    Ainda bem que aproveitaram bastante, e esse condomínio é o máximo, não é?

    Beijos

    Beijos pra Majô também.

  11. Malu says:

    CarlaZ, A Majô é o máximo, esse condomínio é o máximo, os passageiros dessa viagem são o máximo…adoro isso aqui. Para curtir o Rio vc precisa estar em férias….quem sabe vc consegue ficar uma semana como turista na sua cidade? Nossa viagem foi 10 e cada vez mais descobrimos um jeito novo de curtir uma cidade que já conhecemos. Isso sem falar de Paraty, Petrópolis, Buzios, Arraial do Cabo…. Começamos nossa lua-de-mel no Rio e depois fomos para Cabo Frio mas, fomos assaltados nas Dunas do Peró e resolvemos subir para Petrópolis. Isso em 1974, há 35 anos. Imagine há quantos anos curtimos o Rio. Beijos para vc tb. e obrigado pela visita.

  12. Majô says:

    CarlaZ, beijinhos procê😉

    Malu,😳 sinta-se à vontade, a casa é sua😉
    Petrópolis fica só a uma hora do Rio, quem sabe fazemos um tour até lá😉

  13. Uia, que viagem simpática, texto gostoso! Muito bom ver as pessoas sendo FELIZES através de seu passeios! Bjs!

  14. Sylvia Lemos says:

    Faz tempo que penso em passar umas horas na Ilha Fiscal .
    Quem sabe não reunimos alguns membros da seita e fazemos isso no feriadão do dia do trabalho ..
    Vem com a gente Malu ?

  15. Malu says:

    Silvia Oliveira, vc percebeu como estavamos felizes…foi uma viagem deliciosa. Que bom que consegui transmitir nossa alegria. Obrigado pelo comentário. Como é bom termos a Majô nos cedendo seu espaço.

  16. Malu says:

    Sylvia, vc vai adorar o passeio até a Ilha Fiscal. O piso da sala onde aconteceu o último baile do Império é deslumbrante, com 15 tipos de madeira formando lindos mosaicos. Pergunte para a guia como que transportaram para a ilha os 2000 convidados e como todos faziam para utilizarem o banheiro, já que lá não tinha nenhum. É hilário!!!!
    E a sua viagem para Foz foi legal? Tenho muita vontade de voltar lá. Ainda é legal fazer compras no Paraguai?
    Gostaria, adoraria estar com vcs no Rio mas ….está difícil.😳
    Beijos.

  17. Malu says:

    Majô, acho Petrópolis uma cidade linda situada numa região deslumbrante, com um clima delicioso. A casa do Santos Dumont é uma visita obrigatória. Semana passada estive no Museu da Casa Brasileira, aqui em Sao Paulo, para ver uma exposição sobre os projetos, invenções, moradia e vida de Santos Dumont. Imperdível! Tem uma maquete, em tamanho real do 14Bis, interessantíssima. Fiquei hospedada, em Petrópolis, no Solar do Império que faz parte dos Hotéis de Charme. Vale cada centavo e cada minuto passado lá. Na próxima conVnVenção, vamos falar com Titio Arnaldo para garantir a Van para subirmos a Serra. Beijos.

  18. Cristina says:

    Isso Sylvia, Ilha Fiscal. Majô era ela que eu sugeria incluir no roteiro do feriadão do trabalho… Santa Teresa não, esse eu já fui demais rsrs (e tb sou escrava do sol!!!)

  19. Sylvia Lemos says:

    Malu , dificil não é impossivel , vamos ficar na torcida !!
    Ainda tem smiles de barbada ( até 30 de junho !! )😆
    As Cataratas continuam liiindas , mas achei com muuito menos água do que no seculo passado ( será que vai minguar ?? ) . Fomos rapidã ao paragua .. hmmm … ainda não sei se valhe a pena , tenho que muito o que digerir ainda para ter uma opinião a ser dividida😳
    Meninas , vamos incluir a ilha fiscal no tour ???😀
    Day tour a Petropolis , é ? Estive lá quando criança , e nunca esqueci a escada da casa do SD (papai acabou construindo uma igualzinha na casa dele ) .

  20. Sylvia Lemos says:

    Achei uma imagem da escada , olhem que legal

  21. SYLVIA, se você quer ver e mostrar Petrópolis, vá aqui:

    http://interata.squarespace.com/jornal-de-viagem/2007/5/31/petropolis-cidade-imperial.html

    Se quiser fotos de Petrópolis (inclusive da Casa de Santos Dumont (“A Encantada”, com direito à escada) vá aqui:

    Petrópolis 91
  22. JÁ para incluir a Ilha Fiscal fica mais complicado, porque requer programação mais detalhada (há limite de horários para a visita guiada à ilha).

    Veja aqui:

    http://interata.squarespace.com/jornal-de-viagem/2007/5/5/ilha-fiscal-baia-de-guanabara-rio-de-janeiro.html

    Tanto para um quanto para outro eu acerto a VAN pra vocês entrarem em contato com eles e combinarem. Fioca bem seguro e barato.

  23. Majô says:

    Malu, Petrópolis tem um centro histórico lindo. Os casarões da Av. Koeller estão todos ou quase todos restaurados. O Museu Imperial é lindíssimo, vale a visita.
    Eu conheço a Pousada Solar do Império que fica também na Av. Koeller. A casa foi toda restaurada externa e internamente. O restaurante deles, Leopoldina é muito bom, já almoçamos muito bem duas vêzes. Detalhe, eles não aumentam as diárias nos feriados, pelo menos não aumentavam.

    Acho que uma ida à Petrópolis alugando uma van, seria bem legal, poderia ser na 6a, dia 1o.
    Arnaldo, acho que poderíamos usar uma van da Coopertramo, posso ligar para saber quanto seria uma ida e volta à Petrópolis. Dependendo do número de pessoas, o rateio deve sair barato para cada um.
    Bem, quem quiser se inscrever, deixe o nome aqui.

  24. Sylvia Lemos says:

    Majozinha , o que achas de esperarmos um pouco mais para checar a previsão do tempo ? Com chuva fica ruim né ?
    Tu achas que uma semana antes seria suficiente para marcarmos ?

  25. CarlaZ says:

    Se vocês quiserem podemos fazer um churrasco na minha casa de Itaipava e tudo hehehe é só combinar…

  26. Majô says:

    Sylvitcha, podemos esperar, mas Petrópolis mesmo com uma chuvinha é bacana, fica um fog londrino que faz o cenário:mrgreen: Além do Museu, a Catedral que é linda, a casa das princesas tem um antiquário com peças muito bonitas, a casa de Santos Dumont, o Palácio Rio Negro, fora o Solar do Império. Não faltam atrações.
    CarlaZ, podemos voltar por Corrêas, Nogueira e Itaipava😉
    E fechando com um chá no Locanda della Mimosa, restaurante estrelado do Danio Braga😉

  27. Malu says:

    Pessoal, fiquei off line por um tempo.
    Sylvia, super legal o site da escada de SD.
    Arnaldo, as suas fotos de Petrópolis estão lindas e acompanho todas as suas viagens. Seus relatos, dicas e fotos são demais.
    Majôzinha, a preparação para a ConVnVenção está deliciosa. CarlaZ, fiquei encantada com Itaipava, que região linda!!!!
    Sylvitcha, estou aguardando só o sinal verde para agitar nossa ida ao Rio.
    Beijos a todos e Feliz Páscoa, mas bem feliz mesmo, comemorando com todos a quem amamos.

  28. Sylvia Lemos says:

    Como assim Malu ? Já tens o nosso sinal-verde !🙄

  29. Sylvia Lemos says:

    Falando em sinal , a MÔ e as meninas de Sampa tb estão esquematizando ir pro Rio no feriado !!😆 😆
    Majozinha, vamos ter que providenciar um busão pros transfers😳 * a Mô nem acreditou quando falei pra ela que a gente esta curtindo andar todo mundo junto de van ! *:mrgreen:

  30. Malu says:

    Oh! Sylvia……é do maridão que estou esperando o sinal verde:mrgreen: vc bem sabe, mas obrigada assim mesmo. Somos convidados de um casamento da filha de um paciente dele….. acha que fica chato não ir etc etc etc…. Bjssssss

  31. MALU, obrigado pela simpatia dos elogios. Esperamos que voc6es possam retonar ao Rio de janeiro e que tenhamos o prazer de conhecê-los.

  32. Majô says:

    Malu, ainda tenho esperanças que vocês venham !!

  33. Majô says:

    Sylvia, seria mega legal ter as meninas sampistas aqui no convescote em maio. A Mô não sabe que a van-tour é um programa imperdível:mrgreen:

    Podemos alugar um busão pra buscar as gatinhas no aeroporto😉

  34. Sylvia Lemos says:

    Vou preparar a faixa VnV😉

  35. Majô says:

    Sylvia, :mrgreen:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s