Viena por Paula* e Fred

Viena

Acomodação: Ibis Mariahilf é bem bacaninha! Limpinho, restaurante bacana (a salada niçoise é uma delícia!), com conexão wifi grátis no lobby (com o seu próprio laptop). Embora não fique no centrão, fica em frente a estação de trem Westbahnhof (parada final do nosso trem que veio de Budapeste), e no começo da Mairahilf Strabe. Detalhe: andar por essa rua até o centrão é bem agradável para quem gosta de ver lojas, cafés, soverterias.
 
  

Viena1
Segui a dica da Cristina e não me arrependi, o Palácio de Schönbrunn é lindo! A fonte de Netuno e o Gloriette deixam o jardim do palácio super imponente! A vista que se tem da cidade a partir do Gloriette também é fantástica! O interior do palácio é muito rico e bonito. Ver a sala onde Mozart fez a sua primeira apresentação é um dos prazeres da visita! Ver o lugar onde cresceu a primeira imperatriz do Brasil, Maria Leopoldina, mulher de D. Pedro I, é outro ponto alto!

 Viena3

Viena4

Ainda no quesito passeio, eu daria as seguintes dicas: Fora do entorno da Ringstrasse, do centrão onde estão as maiorias dos lugares para conhecer, eu não deixaria de ir ver o Hundertwasserhaus criado pelo artista por Friedensreich Hundertwasser, sua construção foi concluída em 1985, inspirada nas obras de Gaudi. Você acredita que foi encomendado pelo governo para que fosse um complexo habitacional?! Hoje funciona um museu e em frente tem alguns cafés e lojinhas. Vale o passeio!
 

 Viena6

 Viena8

 Viena9

Viena10

Outra dica, é não deixar de conhecer o Prater, é muito fácil chegar de metrô, e o parque de diversões onde está Roda Gigante Ferris  é super legal!
 
       

Viena11
      Viena12

Viena14

Quer economizar?! Bem, se você fizer questão de andar na Roda-Gigante Ferris, cheia de cultura e um dos pontos turísticos da cidade, saiba que você desembolsar 8,50 euros por pessoa. Mas, se não fizer questão, a roda gigante do Parque Volksprater, que fica uns 150 metros da Ferris, custa somente 3 euros por pessoa! Detalhe: é claro que eu não tenho certeza, mas arrisco dizer que as rodas gigantes parecem ser praticamente do mesmo tamanho. A do parque, você ainda pode rodar o assento e colocar mais emoção nas suas voltas! Fica a dica da pechincha!

Viena15

Roda Gigante do Volksprater 1

Viena16

Ferris 1

Viena17

Ferris 2

Para comer no meio dos “trabalhos”, nós adoramos o  Chattanooga, pertinho da Stephansdom. Preços ótimos, não acham?!

   Viena18
Viena19 
  Viena20

No quesito Sacher Torte, vou logo avisando que provavelmente sou a minoria da minoria, mas não achei nada demais ….ui….desculpaê povo!
Mas sabe o que aconteceu?! Eu sou uma formiga incorrigível. Amo doce! E fui na maior expectativa. Já sabia que havia uma disputa entre o Hotel Sacher e a Confeitaria Demel pela “autoria” da torta. Então, sabia que tinha que provar ao menos uma das duas. Escolhi a da Confeitaria Demel, por causa do depoimento do Jorge Gira Mundo que li aqui.
A Demel é muito bonita, elegante e tal, mas a tal Sacher Torte, nada demais. Achei que faltou um pouco mais de geléia…e sei lá…1000 vezes a torta de chocolate da Gerbeuad  sorry :( 
 
 Viena21

Viena22

No mais, não deixaria de ir ao Belvedere   (Gustav Klimt  “é o Cara” em Viena. A sua obra “O Beijo” é sucesso absoluto!)

Viena23-1
Viena24  

Vale também visitar o Café Landtmann, o predileto de Freud (ótimo “pit stop” após a visita do Complexo de Hofburg, onde foi proclamado, no seu terraço central, a Anschluss em 1938 por Adolf Hitler. Hoje você pode andar de charrete ou ver os meninos skatistas fazerem manobras radicias em frente ao Hofburg).

Viena25

Café Landtmann

 Viena26
Hofburg
 

Viena27

Viena28 
 
Não deixe de visitar o mercado Nascmarkt, tem ótimas lanchonetes e você ainda aproveita para ver os Apartamentos Wagner, que ficam ao longo do mercado, a diferente fachada do prédio da Secessão, sem janelas e com um globo no alto formado por Filigranas douradas.

 

Viena29

Viena30 

 Viena31

Apartamentos Wagner

Viena32

Prédio da Secessão

Caso não consiga assistir uma ópera na linda Ópera de Viena, como aconteceu conosco ;( , um show de música clássica acho que faz parte do clima, do espírito e da visita à Viena! Assistimos ao Vienna Walzer Concerts, foi bem legal. Mas, da próxima vez..EU QUERO A ÓPERA!
 
Viena33

Ópera
 
       

Impressões sobre o povo: Os mais jovens são mais educados, mas como regra geral achamos as pessoas pouco simpáticas e a indiferença beira a grosseria. Pronto falei!
       

Transporte: Principalmente para quando for visitar os palácios, o Prater e o Hundertwasserhaus, vale a pena comprar o ticket de 24 horas, custa 5,70 euros e incluí os charmosos bondes!

Transfer de Viena para Cesky Krumlov

Nesse ponto, vale um enorme parênteses. Ocorreram alguns contratempos na nossa ida para Cesky Krumlov, que acho que merecem ser relatados para os futuros viajantes que queiram fazer esse roteiro.

Desde o início do planejamento dessa viagem tinha certeza que queria ir à Cesky Krumlov (que é cheia de acentos), tudo por causa da Mari e do Breno.

Já sabia que queria ir direto de Viena, pois a cidade fica entre Viena e Praga, e que queria dormir por uma noite lá, antes de ir para Praga.

Então tá…fui pesquisar a melhor forma de chegar lá.

Acabei achando o Shuttle Lobo. Vi no mochileiros que algumas pessoas já tinham utillizado esse serviço e o indicavam.

Então, entrei em contato e fiz uma pré-reserva. Digo “pré”, pois você somente pode confirmar na semana anterior ao transfer .

Mandei um e-mail na semana da viagem (13/05), para confirmar o transfer para o dia 21/05, o Shuttle Lobo, disse que era muito cedo para confirmar e como eu não sabia exatamente quando fazê-lo enviei novo e-mail três dias antes.

Surpresa!!! Não haveria mais transfer de Viena para Cesky Krumlov naquele dia! Segundo me disseram por e-mail…demorei muito pra confirmar! Pois é….fazer o quê?

Fui até a estação de trem Westbahnhof e perguntei sobre o horário e preço da passagem para Cesky Krumlov, era algo em torno de 49 euros e 7 horas de viagem.

Fiquei muito chateada! 7 horas de viagem significaria chegar no final do dia, dormir e sair pela manhã! Acabou com meu roteiro de passeio que era chegar na hora do almoço, visitar o castelo, conhecer a cidade, terminar o dia em algum restaurante gostoso e dormir!!!

Bem, como alternativa, o Shuttle Lobo, me ofereceu um transfer que sairia às 12 horas e 30 minutos da estação de trem de Linz, levaria uma hora e meia até Cesky Krumlov, custo de 16 euros por pessoa.

A princípio, me recusava a aceitar, estava chateada com a história de não ter “confirmado” a tempo. Mas, depois de verificar que levaria uma hora e meia até Linz (by train) e mais uma hora e meia até Cesky Krumlov de shuttle, tive que aceitar, porque senão acabaria com o que planejei!

Sabe que foi o melhor trem que pegamos?! Super moderno e confortável, pela bagatela de 26 euros por pessoa! Faça as contas e ainda economizamos, além do tempo, dinheiro!

Bom, é claro que eu fiquei estressada, preocupada de não saber onde encontrar a “Big Van”, de algo acontecer. Mas, se a minha experiência contar para despreocupar alguém, já valeu!

O shuttle é super direitinho, confortável, o caminho é lindo e pegamos ele em frente à estação de trem! Em frente mesmo, logo depois que termina o ponto de taxi, e não a 100 metros onde tem um terminal rodoviário. É na porta mesmo!

Esclareço esse ponto, porque não tínhamos certeza de onde o shuttle ia parar, perguntamos para os taxistas que disseram não conhecer, o marido foi até o terminal de ônibus onde também não conheciam…quando estávamos quase com cara de caneca o shuttle chegou pontualmente e parou na porta!

Transfer Viena to CK1

Exatamente onde PÁRA o shuttle

Detalhe: Ele havia marcado com mais uma casal de japoneses e ficamos esperando por uns cinco ou dez minutos, o que significa que ele ainda espera um pouquinho, caso você não seja como eu que chega quase 2 horas antes.

Tá bom, eu sei, é exagero, mas pelo menos tem internet wifi grátis na estação de trem de Linz e lanche bom e barato! J OBS: Todos os outros trechos foram feitos de trem. Bilhetes comprados um ou dois dias antes, sem problemas!

Transfer Viena to CK2

No shuttle

Transfer Viena to CK3

54 thoughts on “Viena por Paula* e Fred

  1. Marcie says:

    Curtindo de montão sua viagem, Paula!

  2. Cristina says:

    Amei! Até fui citada!!! Ainda ouvi no audiophone Paula * – one of her daughters went to Brazil to marry a Portuguese prince…no clima de princesas, vou a Sintra mês que vem!!!

  3. Luciana Ferreira says:

    To amando os relatos! Organizados, com fotos bacanas, detalhes deliciosos e úteis. Parabéns aos viajantes e à editora!

  4. Lena says:

    Paula,

    gostei muito de conhecer você, o Fred e as meninas pessoalmente. Elas são encantadoras!
    Já li Budapeste e Viena e estou aguardando os próximos😉 Ficaram ótimos! Super detalhados, vão ajudar muito, assim como os posts dos outros trips te ajudaram tanto.

    E o condomínio da Majô é uma delícia mesmo! Ela é DEMAIS!!

    beijos às duas!
    Lena

  5. Fernanda Ferreira says:

    Oi Pessoal,

    Estou com muita vontade de ir para Viena estive olhando site de agências de viagens, mas ainda estou com algumas dúvidas, consigo me virar lá só sabendo inglês? preciso guardar bastante dinheiro pra 2 semanas?
    Se alguém quiser dar mais alguma dica, além desse ótimo roteiro.

    Tchau.

  6. Paula* says:

    Marcie, que bom! Queria tanto compartilhar com vcs! Bjjks🙂

    Cristina, lembrei de vc lá quando ouvi isso! Sintra é uma delícia!!! Dica: Visitei a Quinta da Regaleira e adorei! Boa Viagem! Bjo😉

    Luciana, muito obrigada! A “editora” (=Majô) realmente é fantástica! Bjks😉

    Lena, também adoramos conhecer vc! Fico feliz que esteja gostando! A Majô, como eu sempre digo, “não existe de tão querida”! Bjos🙂

    Fernanda, com inglês vc se vira tranquilo, mas prefira perguntar aos jovens. Dinheiro depende muito do “estilo” de viagem de cada um… De qualquer maneira, Viena não é tão barata quanto Budapeste, nem tão cara quanto Paris.😉

  7. Mari Campos says:

    Ooooba! To voltando pra Viena em pensamento!!!😉
    Paulete, ta na hora de vc abrir seu proprio blog! Blogando desse jeito, vai looooonge:mrgreen:

  8. Paula* says:

    Mari,😳
    Imagina…tô até sem jeito…Brigadim!
    Enquanto o Filigrana me acolher…vou ficando por aqui! Um super bjo e “au revoir”!😉

  9. CarlaZ says:

    Paula,
    ficou ótimo esse post…você está se tornando uma super blogueira, é sério😉
    Já estou aqui esperando o próximo post!
    Beijo

  10. Paula* says:

    CarlinhaZ, que isso…😳
    Obrigada pela visita e comentário! Tomara que vc goste dos próximos!
    Bjão😉

  11. Emília says:

    Paula, até que enfim encontrei alguém que também não viu grandes coisas na Sacher Torte! Ainda bem que Viena tem muito mais para se conferir😉
    (Nossa, várias lembranças me vieram agora, de muitos anos atrás…😀 )

  12. Cristina says:

    Mari, coração e blog da Majô é como coração de mãe mesmo. E a gente vai ficando por aqui he he né Paula * (que bom que vc tb ouviu!)

  13. Maryanne hotelcaliforniablog.wordpress.com says:

    Eu fiz um bate – volta pra Cesky saindo de Praga. Dormi la uma noite e achei que viajei mais tempo do que passei la. O trem demora 4h e 1/2 pra fazer 150 km, me arrependi muito. Achei que, apesar de ser contra meus principios, deveria ter pego um onibus de excursao, e voltado a Praga no mesmo dia. Estava tao cansada e estressada a noite, que nem curti a cidade depois de escurecer. Fora que ser a unica turista num trem super velho, repleto de checos na faixa etaria de 70 anos, nao é nada agradavel.
    Resumo: recomendo Cesky, mas com cautela

  14. Paula* says:

    Emília, puxa, que bom! Achei que estava sozinha! Realmente, acho que a Sacher Torte tem mais fama que outra coisa…mas, valeu a pena conferir! Fora que a confeitaria Demel é um charme! Bjks😉

    Cris, bjooo:mrgreen:

    Maryanne, que pena! Realmente, deve ter sido muito cansativo! Sabe que desisti do trem direto pq iria demorar muito e parava muito longe…
    Optei por dormir lá uma noite, justamente para não ficar tão cansativo (e só levei 3 horas de transporte até a porta da hospedagem). Então, acho que foi uma boa a dobradinha trem+shuttle.
    Mas, a experiência de cada um é única em cada lugar, não é mesmo?!
    Mesmo com um certo “stress” para decidir como chegar lá em Cesky, achei que valeu a pena! Adoramos e curtimos a cidade. Obrigada pela visita!!! Bjo😉

    Meninas, obrigada pelos comentários e carinho! bjks🙂

    Majô, olha só eu já me sentindo em casa!:mrgreen:
    Bjo, queridona!

  15. Lu Malheiros says:

    Paula,
    Excelente post! Matei um pouquinho as saudades de Viena! Concordo contigo: A Sacher torte não é grandes coisas. Pior, só aqueles bombons com a carinha do Mozart!
    Abç,

  16. Paula* says:

    Lu, obrigada!😉
    Oba! Confesso que fiquei um pouco receosa quanto à minha opinião sobre a tão famosa “Sacher torte”…mas, vejo que não estou só!:mrgreen:
    Bjks!

  17. Majô says:

    Lena, smack pra você😆

    Cristina e Paula* 😳 vocês são blogueiras em potencial !
    Paula*, have fun😉

  18. Fernando says:

    Olá o meu nome é Fernando e vivo na bela ilha de São Miguel – Açores (Portugal).
    Gostei da vossa descrição de Viena juntamente com as fotos.
    Irei brevemente a Viena,estou a ver hotéis Ibis que fiquem perto do metro.Gostaria de saber se possivel qual o melhor transporte do Hotel Ibis Wien Mariahilf para o aeroporto de Viena.
    Tambem estarei ao vosso dispor para qualquer assunto de viagens,principalmente relativas a Barcelona,Paris e Portugal claro
    Cumprimentos

  19. Majô says:

    Fernando, seja bemvindo ao Filigrana ! Não conheço a ilha de São Miguel.

    A Paula que fez essa bela viagem virá responder a você ;
    Obrigada por estar pronto a colaborar conosco dividindo suas experiências em viagens🙂

  20. Paula* says:

    Fernando, não fui ao aeroporto de Viena, pois cheguei e sai de trem.
    Mas, sei que dá pra chegar na cidade partindo do aeroporto de trem.
    A estação de trem que vc tem que descer é a Westbahnhof. Caso, não haja trem direto para essa estação, vc pode fazer baldeação em qualquer estação de trem que seja interligada com o metro (U). Aí, nesse caso, vc tem que descer na estação do metro Westbahnhof (U3).
    As duas estações ficam pertinho do Ibis Mariahilf.
    Ótima viagem pra vc!😉

  21. Tania says:

    Oi , Paula adorei suas dicas ! estou pensando em fazer Budapeste, Viena, Praga, Berlim e Copenhagen entre os dias 23 de abril e 8 de maio. Estou na duvida de como dividir o tempo entre as cidades. O Riq diz que pelo menos devemos ficar mais de 4 dias em Berlim. Pretendo fazer de trem. Me ajuda ? Bjks

  22. Paula* says:

    Tania,
    Eu fiquei quatro dias em cada cidade, mas se pudesse, teria ficado mais uns dois dias em Berlim. A cidade tem muita coisa legal pra ver, é bem espalhada, então acho que merece um pouco mais!
    Copenhagem, não conheço, mas deve ser tudo de bom tb!😉
    Quantos aos trechos de trem, eu não me preocuparia em comprar aqui no Brasil, por dois motivos:
    1 – Em regra, você terá que pagar um taxa de 25 euros por passagem emitida.
    2 – Você vai viajar na baixa temporada, assim, não terá problema para achar as passagens quando chegar lá!
    Eu sempre fazia assim, no dia em que chegava à cidade ou no dia seguinte, ia até a estação de trem e já comprava o passagem para a próxima cidade (entre as cidade que visitei, cheguei a compra passagens por pouco menos de 30 euros, até quase 60 euros por pessoa).
    Espero ter ajudado, qualquer outra dúvida, é só falar!😉
    Obrigada pelo comentário!

  23. Tenho um amigo que é louco por cavalos, coleciona monta, e em fim, está super interessado em conhecer a Escola Espanhola de Equitação Viena, é a meca para os amantes de equitação, é cheia de histórias interessantes como uma que ocorreu durante a segunda guerra mundial.

    Infelizmente ainda não conheço Viena por isso estou pesquisando em blogs de credibilidade como este para tentar colher alguma informação importante.

    Sem mais, parabéns, lindo este post

  24. Fernanda Moreira says:

    Oi paula! Vou ficar 4 dias em viena na segunda quinzena de junho. Estou pensando em ficar no Ibis Wien Schoenbrunnerstrasse, que pela descriçao do site, parece ser bem central. vc sabe se é bem localizado?
    Tambem estou querendo ir a Cesky, vc achou esse shuttle na internet? e o hotel em cesky?
    thanks!

  25. Majô says:

    Fernanda,
    A Paula está viajando, mas assim que chegar terá o maior prazer em tirar suas dúvidas😉

  26. Paula* says:

    Fernanda, parece que o Ibis Wien Schoenbrunnerstrasse fica próximo a estações de trem e metro. Não sei andaria muito até o centro mesmo…mas, contando com os transportes públicos, acho que vale a pena. O Ibis Mariahilf, talvez seja um pouco melhor localizado, porque além de ficar perto das estãções de trem, metro, bonde, a caminhada até o centro é bem agradável pela Mariahilf Strabe (como relatado no post).
    Achei o shuttle na internet sim (vi relatos de pessoas que já tinham utilizado no site mochileiros.com)! O Hotel de Cesky encontrei no booking.com e achei ótimo! Bem no miolo da cidade.
    Boa Viagem!

    Miguel, obrigada! Que bom que gostou do post!

    Majozinha, saudadessss! Bjks😉

  27. Majô says:

    Paula na área !!! Saudades querida😉 Como foi a viagem ?

  28. Monica Amadeo says:

    Paula
    Adorei suas dicas e reservei o Ibis para nossa viagem.Chegaremos no dia 22/12, vindo de Salzburg, passaremos o natal(partimos no dia 25/12)
    São dias complicados para visitas à museus, assim gostaria de dicas do que seria legal visitar, acha que vale a pena ir algum palacio???Vale a pena o vienacard????Gosto de sair daqui com os passeios programados, mas acho que 3 dias ficaram apertados pra visitar Viena, tô na maior duvida de como organizar os passeios.
    Vc poderia me ajudar???
    abç
    Monica

  29. Carolina says:

    Oi, Paula!

    Vou ser repetitiva, mas nao importa!😉

    Otimas as dicas !

    Vou fazer o mesmo roteiro, so que nao vou a Paris (fui ano passado).

    Vou fazer Londres, Budapeste, Viena , Praga e Berlim. Dps , 1 semana na Turquia.

    O trecho Londres – Budapeste, claro, de aviao.

    Mas, Budapeste – Viena – Praga – Berlim, tem que ser feito de trem, ate mesmo pq as passagens de aviao estao caras demais e totalmente loucas , cheias de conexoes, etc.

    Entao, a pergunta simples e direta é:

    Me passa o SITE que se compra passagens de trem desses trechos!?

    Mtooo obrigada!

    BJs
    Carol

  30. Paula* says:

    Monica, peço desculpas, mas não vi seu comentário no tempo oportuno e por isso não respondi. Sinto muito mesmo! Espero que sua viagem tenha sido ótima!

    Carolina, eu não comprei as passagens por site não! Comprei mesmo “in loco”. Mas no excelente portal “Viaje na Viagem” do querido Ricardo Freire, tem várias dicas e sites para que vc possa ver o horário dos trens, ou mesmo comprar on line. Eu não tive o menor problema em comprar nas próprias cidades de partida. Há vários horários e vc pode comprar até mesmo na hora, ou com dias de antencedência na estação de trem.
    Bem, mas se vc quer comprar com antecedência, veja esse llink do Viaje na Viagem: http://www.viajenaviagem.com/category/trem-na-europa/
    Acho que vc vai achar várias dicas frescas e interessantíssimas lá!

    Boa Viagem! Bjos😉

  31. […] Na verdade, o link aí é sobre Cesky propriamente dita – o post correto é  este, no final da parte de […]

    • Alex Melo says:

      Olá, tudo bem? Tinha feito um post hoje sobre Cesky, e esta série aqui foi das que me ajudarem a definir parte do roteiro – principalmente este pedaço da viagem.
      No final, acabei indo por outro caminho, mas escrevendo eu quis mencionar esta ideia de ir de Viena até lá direto – só que eu tinha indicado o post sobre Cesky propriamente, não este.
      Bom, o que importa é que vim aqui – depois de já publicado, eu sei… confirmar se há problemas em linkar ambos no meu texto, já que achei tão bons.
      Estando ok, agradeço novamente – senão, por favor é só me avisar que já apago…
      Abraço,

      • Majô says:

        Alex, desde que indiquemos a fonte, seja em foto, crédito: fulano de tal , ou blog, sem problemas.
        Quando uso foto de outra pessoa ou blog, escrevo embaixo, crédito: fulano de tal ou blog tal.

      • Alex Melo says:

        Maravilha.. na verdade, nem escrevi nada – só disse que tinha a possibilidade de usar un transfer, e quem quiser saber como, tem o link daqui para acessar os detalhes – então acho que sem problemas.
        Valeu🙂

  32. neusa says:

    Paula,descobri vc e adorei as suas dicas. Poderia me enviar o seu planejamento de Varsovia, Praga, Budapeste e Viena? Vou a Cracovia tb, vc pode dar algumas dicas? Agradeço muito Neusa

  33. Paula* says:

    Neusa, infelizmente eu não guardo planejamento de viagens.
    Na verdade, eu sempre estudo o lugar antes de viajar, imprimo uma coisa aqui, outra ali, compro um guia e vou!
    Mas, sei que deveria organizar melhor e guardar (pretendo fazer nas próximas viagens).
    Então, quando eu fiz esses posts (Sobre Praga, Viena e Budapeste) eu estava com a memória “fresca” e coloquei todas as dicas que eu achava interessantes.
    Agora, o João, que já respondeu a diversas pessoas aqui no blog, em um desses post, ele é super gentil e tem um roteiro que ele envia a todo mundo que pede.
    Escreve aqui pra ele, que tenho certeza que ele vai poder te atender melhor.

    Desculpe…
    Um ótima viagem pra vc!😉

  34. Leila says:

    Paula adorei suas dicas. IBIS não tem erro. É pra lá que vou em Viena.
    Gostava de receber um roteiro do João,como faço? (sebastiaoo@hotmail.com)
    Fernando de São Miguel,a Ilha do Arcanjo, sou apaixonada por tua Ilha Verde. Quando estou nos Açores me sinto em casa.
    Este ano,estarei apresentando outro livro meu em PDL.
    Açores,é uma grande pedida,vale conhecer!
    Um abraço

  35. Toninho Hubaide says:

    Olá Paula, tb fiz uso de suas dicas para a viagem que fizemos agora em abril e foram muito úteis.
    Apenas para registrar, para quem se interessar , fiz o transfer Viena/Cesky Krumlov pela CK Shuttle – eles têm van e carro de passeio – optei pelo private transfer pois queria chegar cedo lá e aproveitar o dia todo, o que foi ótimo, pegamos um dia lindo.

  36. Fernando says:

    Olá a todos! Acabei de regressar de uma viagem da Austria, onde visitei Salzburg e algumas regiões dos lagos nos alpes nomeadamente St Wwolfgang, St Gilgen, Halsttat, devo dizer que são locais fantásticos e de rara beleza,estou á disposição para qualquer questão caso saiba responder.Obrigado

    • Majô says:

      Fernando, se você quiser dividir sua experiência, escreve seu relato e me envia com algumas fotos😉 Estive em Salzburg, é lindinha !

  37. Fernando says:

    Majô, teria muito gosto em fazê-lo, no entanto a pedido de alguns amigos e porque normalmente faço um plano de viagem muito completo das minhas viagens, resolvi fazer um blogue que aqui deijo o endereço http://viagensdeencantar.blogspot.com/
    Irei assim colocar todas as minhas viagens e claro estarei sempre em contacto com você.
    Obrigado! Fernando

  38. Eugenia says:

    Olá a todos! Tenho que ir de Praga, onde estarei no final de agosto, a Linz (com maior exatidão: a uma cidadezinha próxima a Linz, para uma visita familiar, daí retornando a Viena para o voo de volta ao Brasil). Lendo os relatos, me ficou a impressão de que o trem de Praga a Linz deve ser o tal que passa antes em Cesky Krumlov, ruim e lento, suponho. Alguém conhece o trajeto (Praga Linz) e sabe se há traslado por carro ou van ou ônibus? Obrigada, Eugênia.

  39. Paula* says:

    Eugenia, na verdade o trem que peguei para Linz saiu de Viena e era ótimo, muito confortável.
    Agora, saindo de Praga para Linz eu não sei dizer sobre os trens que fazem esse trajeto e nem se são lentos.
    Você pode consultar os horários aqui:
    http://www.bahn.com/i/view/overseas/en/index.shtml
    Quanto ao transfer eu tb não sei, porque não pesquisei esse trajeto na minha viagem, mas você pode achar alguma coisa no mochileiros.com.

  40. Paula* says:

    Eugênia, Boa Viagem!😉

  41. Mariana Flores says:

    Paula, por favor me ajuda!
    Vou para Viena dia 29 de setembro e chegarei de trem vindo de Praga.
    Como chegar até ao Ibis Mariahilf? de metrô? ele vai direto? qual a estação q devo descer? vamos chegar à noite por volta das 22:horas. Vc acha q há algum problema?
    Obrigada!

    • Majô says:

      Mariana, a Paula está viajando, por isto não está respondendo à sua pergunta.
      É possível que na estação de trem, onde você chegar em Viena, haja conexão com metrô.Na estação de trem, certamente há balcão de informações.
      De todo modo, se você estiver com malas, arrastá-las em escadas é bem desagradável.

  42. Marcia says:

    Paula, bom dia. Gostaria da sua ajuda. Você saberia me informar se posso fazer a reserva no Ibis Mariahilf apenas do quarto e, depois que eu estiver lá, optar pelo café da manhã?
    Não gostaria de fazer o pagamento antecipado pelo café da manhã e depois me arrepender.
    Aproveito para agradecer suas dicas. Já fechei nosso transporte de Viena a Cesky Krumlov com o Shuttle Lobo.
    Grata.

  43. Felipe says:

    Olá a todos. Nós reservamos uma viagem de Viena à Cesky Krumlov com a CK Shuttle. Eram quatro horários de partida por dia disponíveis e o preço 32 Euros por pessoa para a viagem básica (de Westbahnhof ao hotel em Cesky Krumlov) e 36 Euros por pessoa do hotel de Viena ao hotel em Cesky Krumlov. Eles confirmaram minha reserva em poucas horas. A viagem levou cerca de 3 horas e meia, incluindo uma rápida parada para ir ao banheiro. A van era nova e limpa e o motorista era ótimo.

  44. Viviane says:

    olá pessoal, alguém tem contato com serviço de transfer em Viena, estarei viajando em outubro e queria um motorista que falasse português pra nos pegar na estação Meidling e nos levar ao hotel pro Hotel Áustria Trend Park Hotel

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s