Roberta, um ballet suave

Há muitos anos acompanho a trajetória da Roberta Sudbrack, bem jovem foi chef de cozinha do Alvorada no governo de Fernando Henrique. Os menus dos jantares e almoços revelavam além da  simplicidade, sua preocupação em dar destaque aos produtos nacionais, seja a grandeza do chuchu ou do picadinho, simples assim.  Os anos se passaram, depois de FHC  ter deixado o governo,  a Roberta abriu seu restaurante aqui no Rio, o Roberta Sudbrack, instalado numa casa laranja no Jardim Botânico.

DSCN5519-3

Continuou sendo a chef preferida do nosso querido ex-presidente e sua família que convocava a Roberta cada vez que o casal vinha ao Rio, e ela sempre tão discreta e simples quanto a família FHC.

Há pouco tempo, a Roberta aderiu ao twitter e diariamente exala entusiasmo e vai revelando o passo a passo de sua cozinha. É um terror, pois quase sentimos o cheiro de suas broinhas de fubá e o gostinho de suas tartelettes de chocolate belga que vêm quentinhas para mesa😉 . Movida por esse frenesi, impossível  resistir e resolvi hoje  reservar para o almoço,  o restaurante da Roberta Sudbrack só pra mim:mrgreen:

DSCN5520

Bem, fui recebida  atenciosamente pelo maitre. Olhei em volta, decoração elegante e discreta, mesas muito bem postas, no canto um vaso com copos de leite que minha mãe adorava.

DSCN5524

O maitre me trouxe o menu que divido com vocês:

DSCN5523

Salada de chicória frisée, abóbora assada e parmeggiano.

Risotto de galinha d’angola e escarola defumada.

Canelonne de maçã e farinha de pistache.

Pra começar o garçon trouxe os tais pães quentinhos com manteiga da casa. Diga-se de passagem  o pão crocante por fora, mas na primeira mordida, eis o miolo macio e a flor de sal, suave,  nos brindando as papilas gustativas.    DSCN5526DSCN5527-1

Daí em diante, começou o ballet. No 1o ato veio a surpresa da chef, muzzarela da casa com raspa de limão siciliano e um pouquinho de azeite no fundo.

DSCN5529-1

A 1a colher que levei à boca, o queijo desmanchou-se de tão leve e o molhinho de uma suavidade  que faziam um verdadeiro pas de deux. Fui aos pouquinhos me deliciando e tentando sentir todo o sabor suave do queijo com a raspa de limão, molhadinhos no azeite. Divino, divino, nham

Um pouco depois me trouxeram um  pâté de campagne que estava corretíssimo.  A foto não saiu muito boa.

O serviço discretíssimo e atento. Em seguida, me trouxeram  a entrada,  salada de chicória de  folhas novinhas, novinhas, cubinhos de abóbora assada, sementes da abóbora assadas e parmeggiano que de tão finos pareciam renda.  Ao iniciar a degustação da salada, fui agradavelmente surpreendida pelo contraste do amarguinho da chicória com a doçura da abóbora assada que adoooro e as amêndoas quer dizer, sementes de abóbora que eu diria,  são primas do amendoim e da amêndoa. O molho complementava perfeitamente o trio e também  de uma suavidade e delicadeza que me encantou.

DSCN5531-1

No 3o ato do ballet veio à mesa o risotto de galinha d’angola e escarola defumada.

DSCN5533

Eu diria que estava satisfeita, mas continuando o risotto, um prato mais consistente, mas leve e suave como tudo que veio à mesa.  Este risotto tinha mais caldo que  o usual, tornando o prato mais leve. O caldo estava saborosíssimo, deve ter sido preparado por hooooras e com condimentos na medida certa. A galinha d’angola também saborosa e suculenta. Um prato perfeito para mim.

Finalizado o prato, veio mais uma surpresa da chef, doce de leite com queijo gruyère. O doce de leite, pouquíssimo doce e leve, levíssimo contrastando com o gruyère, djilicia.

DSCN5534

Um pouco depois que cheguei ao restaurante,  pedi ao maitre papel e escrevi  um bilhete para Roberta, cobrando minha tartelette de chocolate quente, aviso que já tinha dado ontem no twitter 😉 e ela respondeu que preparavam para mim.

Para minha surpresa, eis que o garçon traz, ao invés do caneloni de maçã, a minha tartellete de chocolate belga, quentinho :lol:    Um luxo !!!

DSCN5535-1

Por mais que vocês queiram, não podem imaginar o que é esta tartallete, quando partida, o chocolate derrama quentinho, um delírio gustativo. Acompanhada por um sorvete de leite feito na casa, mais suave impossível.

DSCN5538

E aí, eis que aparece a Roberta, simples como imaginava,  delicada e uma entusiasta de seu trabalho. Eu diria que é uma pesquisadora gourmet, pois faz verdadeiros experimentos em sua cozinha. Não é fusion, não é nouvelle, é a gastronomia marca Roberta Sudbrack e sua equipe nota 10.

DSCN5539

Pra fechar, tinha esquecido do expresso que veio com chocolatinhos.

Bem, a Roberta  recebeu esta semana o prêmio de melhor chef do Brasil pelo Guia Quatro Rodas, merecidíssimo !!

O restaurante fica na rua Lineu de Paula Machado, 916 – tel: (21) 3874 0139

19 thoughts on “Roberta, um ballet suave

  1. Malu says:

    Majozinha, vc estava inspiradíssima. Deve ter sido uma experiência e tanto ainda mais pela surpresa da tartelette, que gentileza da melhor chef do Brasil. Seu texto e fotos vão dar piruetas nos gourmets de carteirinha. Parabéns querida, lindo post.

  2. Marcie says:

    Majô, que post delicioso. Literalmente. Eu também estou acompahando a Roberta no Twitter e babando a cada novo post.
    É querer demais que o restaurante dela seja incluído na nossa programação de Abril? 😎 😎 😎
    E enquanto abril não chega, deixo aqui um beijo carinhoso e um agradecimento enorme pela recepção que tive. Vou embora com a deliciosa perspectiva da volta e de nosso encontro. Smack, Smack.

  3. Majô says:

    Malu querida, escrevi ainda inspirada pelas sensações que o almoço causou😉 E, sem querer subi o post antes que terminasse de escrever, tive que acabar “ao vivo” , mas era tardão.😳 obrigadinha, mas não tenho esta pretensão🙄

    Marcie querida, uhuuu se consegui transmtir o sabor da tartellete de chocolate😆
    Claaaro que podemos incluir o almoço da Roberta na programação, é às 6as. feiras. Quem quiser participar, inscreva-se😉 Farei uma reserva para 8 pessoas, a princípio.
    Querida, Sampa vai brilhar um pouco menos depois de sua partida. Beijo enooorme e ÓTIMA viagem de volta à maçã !!!! Smack, smack procê.
    Até abril pro Rio2010:mrgreen:

  4. Luciana Ferreira says:

    Delícia de texto, fotos saborosas! Obrigada por compartilhar a experiência!

  5. Isabel O., Portugal says:

    Bom dia
    Ao ler o seu post fui tentar descobrir se essa chef já teria vindo até cá a algum encontro gastronómico mas não encontrei nada.
    Achei este texto da Alexandra Forbes que lhe reenvio.
    http://viajeaqui.abril.com.br/blog/125264_comentarios.shtml?5883912

    Beijinhos
    Isabel

  6. Carmen says:

    Fotos gostosíssimas: para comer com prazer! Também se come pelos olhos……….
    Lindo lugar e boa descoberta, Majô.
    Um saludo

  7. Majô says:

    Lu, obrigada😳 Sua visita é sempre muito bemvinda😉

    Isabel, a Roberta não é uma chef badalada, é discreta, e sua equipe é seu retrato, pois ela consegue transmitir a eles entusiasmo e orgulho pelo trabalho que fazem. Quando saí, cumprimentei e percebi a satisfação deles. Há chefs estrelados que nem sempres são bons chefes no trabalho, são estúpidos no trato com seus funcionários.
    Tanto a Alexandra, como a Constance Escobar , têm posts sobre a Roberta.

    Carmen, de fato, pode-se comer com os olhos, você já imaginou quando a internet reproduzir os cheiros ? Vai ser uma loucura😉
    A Roberta resgata com criatividade a culinária simples brasileira, alçando-a à alta gastronomia.

  8. eduluz says:

    Ôpa, questão de ordem: vamos trocar o lugar da reunião do condomínio. Sai a Locanda e entra a Roberta.
    Que post espetacular e que veia poética, dona síndica!!
    A continuar assim, brevemente teremos o Filigrana Gastronômica !

    Abs e boa semana !!

  9. Natalie says:

    Majô, que post lindo! Fiquei encantada.🙂

    Concordo com a Marcie… podemos incluir um almoço no restaurante da Roberta em Abril? Estou muito curiosa para conhecer esse restaurante.

    Bjs!
    Natalie

  10. Que linda descrição! Que lindo blog! Não o conhecia, mas cheguei aqui através de pessoas queridas – Flávia, Edu Luz e Marcie – valeu a pena. Voltarei sempre. Um abraço.

  11. Majô says:

    Edu, podemos fazer os 2, acho que vale a pena.😳 Brigadim😉

    Natalie, ôba, que bom ! Obrigada🙂
    Vamos incluir um almoço na Roberta, sim !!

    Luciana, nossa,😳 super obrigada ! Então, temos queridos amigos em comum😉
    Volte sempre😆

  12. Sylvia says:

    Nha..ck ! Dilicia !!
    Acepipes e gostosuras com poesia😀 😉
    Estas tuas cronicas podem dar um livro …hem ! Majô😀

  13. Majô says:

    Sylvitcha, hehe olhos dos amigos são generosos🙂

  14. Meilin says:

    Para, Majô, para! para! para! Assim eu vou comer … as teclas!
    Baideuêi, a Cora Ronai também subiu um post sobre a RS, na verdade sobre a tuitagem da Roberta sobre a visita da Jeanne Moreau ao restaurante. Acredita que eu me emocionei às lágrimas? Mwack procê

  15. Majô says:

    Hahaha Meilin:mrgreen:
    Sim, eu li, leio todas as colunas da Cora, essa foi para o caderno de Informática do Globo na 2a feira😉

  16. Claudia Matoso says:

    Majô, que delícia!!! Deu vontade de ir pro Rio só pra experimentar. E… essa tartelette… quase senti o cheirinho de chocolate do lado de cá!!! Texto perfeito o seu!

  17. Majô says:

    Claudia, venha sim, vamos ter em abril o Rio2010 !!! Essa tartelette é fantastique. Obrigada😳

  18. Paula* says:

    Majô, que post é esse?! Quase consigo sentir o cheiro dessas delícias! Hummm….😉

  19. Majô says:

    Paula*,😆😆

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s