Playa del Carmen, viagem boa que cabe no bolso.

 

Playa del Carmen  é um destino charmoso  que cabe no bolso, simples assim.  A cidade tem praias bonitas com  aquele mar azul caribenho danado de lindo, e mil passeios nos arredores, de ruinas maias, como Chichén-Itzá  aqui, Tulum  aqui  e  Coba,  a dezenas de cenotes, como Ik-Kil aqui, praias lindas, como Tulum aqui, e Akumal aqui, e parques temáticos, como X-Caret, Xel-Há, Puerto Aventura e outros.

A idéia era que a viagem fosse slow travel, curtindo Playa del Carmen sem pressa e com alguns bate-voltas que foram Chichén-Itzá com o cenote Ik-Kil e  Valladolid, Tulum e Akumal.  Cheguei a fazer reserva de hotel em Tulum, o Latino onde passaríamos a noite,  amanhecendo naquela praia linda, mas ao comentar com o Andrea, dono do hotel em que nos hospedávamos, ele disse ter se hospedado lá recentemente e fez um review  ruimzinho que  acreditava fosse devido à troca de proprietário. Com esta má referência escrevi  para o hotel cancelando a reserva, e  como Tulum é muito pertinho de Playa, virou um 2o. bate-volta.

Não incluí parques por preferir a natureza pura sem interferência do homem, mas são muito bem estruturados, o Henrique que esteve com a Vanessa em dois deles,  Xel-Há e X-Caret comentou conosco ter gostado mais de Xel-Há do que X-Caret. Curtiram muito Puerto Aventura, onde nadaram com golfinhos.

Playa é uma cidade plana e segura.  Vimos bebês, crianças, adolescentes, casais jovens,  muitas pessoas com necessidades especiais circulando de forma independente, mulheres sozinhas, homens sozinhos,  enfim tem atrativos que agradam  à uma vasta gama de viajantes.

 Carrinhos de bebê.

A moça que vem no carrinho elétrico adaptado, não tinha pernas e um dos braços, somente o tronco e um braço com o qual movimentava o carrinho, feliz da vida  passeando com amigos, lição de vida.

Nosso point preferido, o Mosquito Beach.

No México, nosso Real está valorizado,  6 para 1,  ou 7  para 1, quando convertido de pesos para dolar e depois para real no cartão de crédito. Com isso  a alimentação está muito barata, quer um exemplo ? Um prato em bom restaurante sai por 17 reais.

Um detalhe: pãezinhos e pastinhas na mesa como tira gosto não são cobrados como serviço, é isso aí,  em nenhum restaurante, boa idéia a ser copiada por aqui😉

A cidade tem planta simples com ruas numeradas e fácil de se localizar,  não tem engarrafamentos, no stress,  anda-se toda ela a pé pra cima e pra baixo. Aliás, os mexicanos não têm pressa.

Fora isso tudo,  encontra-se delícias  como sorvetes italianos ou Häagen Dazs  que podem ser saboreados em poltronas confortáveis na calçada  pro bate-papo. Reparem a tranquilidade com que as pessoas conversam sem nenhuma interferência😎

Não há calçadão na praia, os hotéis se debruçam sobre a areia, e todas as perpendiculares à 5a. avenida dão literalmente na areia.

O melhor programa, a praia,  é franqueada a todos, e andando 1 ou 2 quarteirões chega-se à ela.

Em janeiro e fevereiro, Europa, Canadá e América do Norte estão em pleno inverno, no Caribe também é inverno, massss  com temperaturas durante o dia em torno de 30 graus e à noite  21 graus, pra mim o ideal. Aproveita-se a praia ou passeios durante o dia e à noite é fresquinho, dorme-se sem ar condicionado. Diga-se de passagem, americanos e Canadenses baixaram em massa na última semana de janeiro.

Hotel à venda, quem se habilita ?

As pessoas vestem-se com absoluta informalidade de manhã à noite, short e bermuda para homens e o mesmo vale para mulheres, no máximo  um vestidinho leve ou calça de algodão fininho. Sandálias havaianas, chapéus e bonés. Levei uma calça jeans que ficou na mala, não precisava ter ido.

A rodoviária é dentro da cidade, por 8 pesos é possível fazer o translado do aeroporto Internacional de Tucumán, em Cancún à Playa del Carmen, ou vice-versa,  em ônibus da ADO. E como as ruas são planas com excelente calçamento, vê-se pessoas arrastando malas da rodoviária ao hotel,  por quarteirões. Mas,  se você quer conforto total, o taxi do aeroporto de Cancún até Playa,  uns 40 min, fica em torno de 450 pesos, ou 75 reais. Mesmo preço que paguei do Galeão para casa. Importante acertar preço da corrida antes de entrar no taxi.

Há  hotéis para todos os bolsos, de 60 dolares na baixa a 300 dolares, no post anterior  falo sobre isto.

 Em fevereiro, as tarifas diminuem drasticamente, o Mosquito Blue, a partir de 1o. de fevereiro baixou  as diárias em 50% . O duplo standard passou para 119 dolares, com café. Olhe ele aí embaixo, chique né ?

Os taxis não têm taxímetro, mas as corridas têm preços equivalentes, ou até mais baratos que Rio e SP.

Muita cerâmica bonita pintada à mão em cores vibrantes como esses pratos, mas inviáveis para trazer.

Isto é Merrrrico.

Dinheiro:  despesas de taxi são pagas em pesos,  idem água mineral na mercearia e uma ou outra loja,  ingressos para visitas de ruinas e para isto saquei direto da minha conta corrente  no Brasil com cartão de débito que tem rede maestro.  Dolar é aceito em qualquer lugar. Restaurantes e lojas  aceitam cartões de crédito.

Hospedagem: a diária no hotel Barrio Latino ficou por 68 dolares, uns R$127,00. Não acredito que conseguisse pousada no Brasil em praia bacana com este valor.

Um hostel super bem localizado.

Se você quiser um hotel bacaninha, o Hotel El Punto, na 5a. avenida.

Outra opção na 5a. avenida, o hotel Lunata.

Os bacanérrimos  Mosquito Blue  na 5a. avenida

E o Mosquito Beach que dá na areia.

Restaurantes testados e aprovados: o preferido foi o restaurante do Mosquito Beach que se debruça sobre a praia. Você almoça na sombra na beirinha da areia, admirando aquele mar lindo. O restaurante é aberto a não hóspedes. Servem massas, peixes, carnes.

 

Comemos bem também no Restaurante Da Bruno, um ravioli com camarões de massa levíssima. 5a. Avenida esq. 12. Há restaurantes de especialidades diversas, como parrilla, pizzarias, como o Las Mañanitas, até Mac Donald’s.

O aeroporto internacional mais próximo a Playa del Carmen é o de Cancún que fica  a uns 40 min de carro de PDC.

Há 3 possibilidades de chegar-se  à Cancun:  pelo México,  por Miami ou pelo Panamá que foi a nossa opção, voando pela Copa. A duração do vôo do Rio para o Panamá é de 7 horas, e do Panamá à Cancún, 2 horas e meia.

É necessário visto para entrada no México.

A série de posts que foram blogados ao vivo:

De pernas para o ar em Playa

Na 5a. Avenida

A La Playa

Chichén Itzá

Cenote Ik-Kil e Valladolid

Caminhar em Tulum faz bem à alma

Akumal

As ruinas de Tulum

E o hotel ?

76 thoughts on “Playa del Carmen, viagem boa que cabe no bolso.

  1. Sylvia says:

    Bom di mais hem ?
    E com o cambio favorável , dá pra “vibanear em playa” com precinhos portenhos.
    Tá na lista , visse ?

    • Majô says:

      Sylvia, verdade ! Tem que aproveitar nosso real valorizado pra vibanear em Playa :mrgreen:
      Ótimo lugar para fazermos uma conVnVenção 😉

  2. Dany C. says:

    Depois de um tempão perdida nas tarefas da vida, consegui voltar pra ver seus posts que eu adoro! Agora… maldade ver essas fotos todas lindas e calientes depois de chegar em casa com frio por causa da temperatura aqui na Espanha! E com previsão de chuva e neve, então… Vontade de ir pra Carmeeeeeeen!!!!

    • Majô says:

      DanyC, obrigada😳 que bom que você se sente bem aqui😉
      Eu também já estou mergulhando nessas fotos, agora🙂 Pra vocês da Espanha, ir pra Playa sai super em conta.

  3. Carmen says:

    Despois de ler seu post estou convencida que Playa del Carmen é um destino muito bom!!! e um excelente lugar para fazer uma conVnVenção ou maxi-conVnVenção (porque uma mini conVnVenção já foi: com Mari Campos, Beto e Teté…).
    Adorei todas as fotos do lugar!!!
    Bjs

    • Majô says:

      Carmenzita, Playa será ótimo para uma mega-conVnVenção😉
      Já pensou estarmos sentadinhas nas poltronas da sorveteria batendo papo😉

  4. Ericka Souza says:

    Majô

    Encontrei seu blog e gosto muito de ler sobre suas viagens. Estou planejando uma viagem com meu marido para Bariloche/Buenos Aires e gostaria de pedir algumas dicas:

    – Pretendemos viajar em setembro. É o melhor mês em relação a custo x beneficio para se fazer essa viagem?

    – Onde ficar? Recoleta ? Palermo ? Centro ?

    – Troco meus reais aqui no Brasil ou levo para trocar no Banco de la Nacion ? Ou levo só doláres ?

    Fico muito agradecida se puder me ajudar.

    Abs

    Ericka

    • Majô says:

      Ericka, creio que setembro é uma ótima época, fora de alta temporada, menos frio e ainda sem calor do verão.

      Sugiro que vocês fiquem na Recoleta, um bairro bonito e super agradável para passear com ruas arborizadas.
      Há vários hotéis e apês para alugar por ali.

      Você deve fazer câmbio no Banco de la Nación, no Aeroporto que fica depois do desembarque. Neste post tem foto da agência https://majots.wordpress.com/2009/02/08/endereco-porteno-posadas/

      Pode sacar pesos também direto de sua conta corrente no Brasil, desde que seu cartão de débito tenha bandeira Maestro. Na Recoleta tem Banco Itaú.
      Para compras e restaurantes você pode usar cartão de crédito. Lá o dolar é super aceito, mas nosso real está valorizado.

      Se você clicar no menu à esquerda, em Buenos Aires, há vários posts das viagens que fiz com muitas fotos da Recoleta com hotéis, apês, cafés, restaurantes.

      Qualquer dúvida, volte aqui😉

  5. Virginia says:

    Beleza de viagem, hein, Majô? Visual maravilhoso, preços muito mais – 68 dólares pra hotel bacaninha e R$ 17,00 o prato num bom restaurante com petiscos couvert free??!! Ah, já foi pra minha listinha…
    Beijos

    • Majô says:

      Virginia, BBB, bom, bonito e barato😉 O hotel Barrio Latino de 68 dolares é simples.
      A viagem foi ótima !!!

  6. Carmen says:

    Lhe desejo bons peixes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Carmen says:

    Majô, que passa com brasilbellowzero? não pode entrar….

  8. Mari Campos says:

    Majozinha, super concordo! Playa eh linda, cool e acessivel. Alias, o Mexico todo me fascina – e esta cada vez mais acessivel para brasileiros.

  9. Cinthia says:

    Olá!
    Me apaixonei por Playa del Carmen e gostaria muito de visitá-la nas minhas férias agora no início de 2011.
    Entretanto, as passagens para o México (Cancun) estão em R$2.000 por pessoa as mais baratas, via Copa – usando os sites do Expedia e Momondo para pesquisar… é isso mesmo?
    Obrigada!

    • Majô says:

      Cynthia, paguei nesta faixa também. Eu gostei muito da Copa, pontualíssima e serviço de bordo bom, comparado com algumas brasileiras. Uma opção para baratear a passagem é usar milhas até Bogotá ou Caracas e dali, seguir com passagem mais em conta até Cancun.
      Se você puder ir em fevereiro, as tarifas de hotel caem muito. O Mosquito Blue, baixou 50%, a partir 1o. de fev. Em janeiro, americanos e europeus, baixam pra lá, fugindo do frio.
      Como comentei nos posts da viagem, alimentação em Playa está muito barata para nós.

  10. Marcia says:

    Majô,
    achei seu blog via “viaje na viagem”, pois estou indo para Playa agora em março (celebrar meu aniversário!!!!). Queria te perguntar duas coisas:
    1) Dá pra passar um dia em Tulum (praia + visitar ruínas) e voltar pra Playa pra dormir, por conta própria?
    2) O passeio que vc fez pra Chichén Itzá valeu a pena ou dá pra ir por conta própria de busão?

    Obrigada pela ajuda, todas suas dicas já estão devidamente anotadas!

    bjs
    Marcia

    • Majô says:

      Marcia, ê beleza, passar niver em Playa😉

      1) Sim, dá para ir e voltar no mesmo dia, foi o que fizemos, é perto de Playa em estrada muito boa. Inicialmente tinha reservado hotel para passar 1 noite em Tulum, mas o dono do hotel onde nos hospedamos deu informações ruins sobre ele e desisti, voltamos para Playa no final do dia.
      Você pode ir de van. As vans saem de uma rua em Playa para Tulum a cada 15 min, pergunte no hotel, não lembro o nome da rua.
      Para ir das ruinas à praia, tem que andar um pouco, tipo 20 min, se você não se incomodar em andar…
      Você pode também alugar um carro que dá mobilidade ou ir de taxi que tem preço tabelado para ir de Playa a Tulum. Mas, para voltar para Playa terá que voltar a pé às ruinas, onde taxis fazem ponto.
      O ingresso para as ruinas tem que ser pago em pesos ou dolar, não aceitam cartão. Idem taxi.

      2) Vale super a pena ir a Chichén e conjugar com Valladolid. Segui sugestão de um casal brasileiro vizinho nosso no hotel, e fomos em passeio de van pela operadora Odissey, pagamos 40 dolares por pessoa incluindo almoço. Chichén é longe, e é importante ter um guia para visitar as ruinas contando a história, vale cada centavo.
      Saimos cedo de Playa, 7:40h, visitamos Chichén, quase a manhã toda, depois cenote (leve biquini caso queira mergulhar) e depois Valladolid. Voltamos quase noite.
      Dá uma lida nestes posts:
      https://majots.wordpress.com/2010/01/31/chichen-itza/
      https://majots.wordpress.com/2010/01/31/cenote-e-valadolid/
      https://majots.wordpress.com/2010/02/01/caminhar-em-tulum-faz-bem-a-alma/
      https://majots.wordpress.com/tag/tulum/

      O que você não perguntou : para ir de Cancun à Playa há um ônibus da empresa ADO que para na rodoviária dentro da cidade, na 5a. avenida. Da rodoviária para o hotel dá para puxar a mala, pois a cidade é plana. Neste post, comentei sobre isto.

      A partir de fevereiro, quando os americanos saem, os hotéis baixam os preços em 50%, você pegará ótimas tarifas😉

  11. Marcia says:

    Olá! Obrigadíssima pela resposta, estou super ansiosa pra poder lagartixar nas praias da Riviera Maya…Aproveitando pra “explorar” mais um pouquinho, tenho outra pergunta: estou quase fechando com o Hotel Hacienda Paradise, que me fez uma tarifa ótima (U$92/noite) e é super bem cotado no trip advisor…mas fica na 10a. avenida altura da rua 22 (norte)…Vc acha que é tranquilo ficar por lá, ou é muiiiito londe do Burburinho? Eu nem faço questão de ficar no MEIO de tudo, mas queria só me locomover a pé, ou seja, ficar nas redondezas do agito…Thanks again!

    Marcia

    • Majô says:

      Marcia, pode perguntar o que quiser😉
      Acho que passamos na frente deste hotel, pela foto que vi. Ele fica mais para direita do burburinho na 5a. Avenida,você teria que andar um pouco mais a pé para chegar no trecho mais bacana da praia e dos restaurantes e lojas. Mas, a cidade é plana, caminhar é fácil.
      Vi no site que é um hotel boutique, mas repare, li pelas resenhas no Trip Advisor que o café da manhã é pago à parte.
      Veja bem, o que soube lá, é que a partir de fevereiro, as diárias de hotéis descem drasticamente. Eu comentei no post E o hotel ? https://majots.wordpress.com/2010/02/13/e-o-hotel/ que o gerente do Mosquito Beach, onde almoçávamos frequentemente, nos disse que a partir de fevereiro, as diárias do Mosquito Blue iriam cair 50%, começando com 119 dolares. Portanto, além do Hotel Hacienda os outros também baixam tarifas.
      Passamos pelo Lunata que eu linkei no post dos hotéis, é muito simpático, não deu para visitar algum quarto porque estava cheio. Fica na 5a. Avenida, a uma quadra da praia. Eu escolheria quarto com frente para o jardim interno que será mais silencioso.
      O Barrio Latino onde ficamos, foi onde o Riq se hospedou, é simples, mas limpo e super silencioso à noite. Wifi de graça. Muito bem localizado, você anda 1 quarteirão e meio para chegar na praia, saiu a 80 dolares, em fevereiro ainda é mais barato.
      Qualquer dúvida, pergunte😉

  12. Sheila says:

    Olá!!!
    Vc comentou que em fevereiro o valor das diárias caem bastante. Saberia me dizer em qual outro mês podemos encontrar preços mais baixos? Pretendo ir entre final de outubro/início de novembro. Será que neste período também encontro bons preços???? rs

  13. Élida e Otto says:

    Nossa experiência no Hotel MOSQUITO BLUE, infelizmente, foi péssima. O quarto tinha cheiro de mofo e, ao reclamarmos, nos trocaram por outro impregnado de desodorizador de ambiente ((para mascarar o cheiro original: MOFO). Tentamos cancelar a reserva no primeiro dia, mas a gerente Vera nos advertiu que seríamos penalizados com o pgto integral da reserva efetuada (5 dias). A gerente não se mostrou sensível à nossa reclamação. Neste hotel a satisfação do cliente não é considerada! Apesar da excelente localização e da boa aparencia (as aparencias enganam…), os quartos são úmidos, muito simples, o chuveiro do apto. 211 é péssimo, o café da manhã é servido no Hotel Mosquito Beach (distante algumas quadras) e os funcionários da recepção (Sérgio e Pablo) nos deram informações desencontradas. Por tudo isto, achamos que o hotel não vale o preço cobrado na diária. Definitivamente, NÃO RECOMENDAMOS o hotel MOSQUITO BLUE em Playa del Carmen, México

    • Majô says:

      Érica e Otto, obrigada pela informação. Vocês fizeram reserva pelo booking.com ?
      Tentei visitar quarto no Mosquito Beach, pé na areia, mas estava sempre lotado. Comemos várias vêzes lá, sempre muito bem, e observavamos pessoas tomando café da manhã.

  14. Élida e Otto says:

    Oi Majô! Sim, fizemos nossa reserva pelo booking.com. A área externa do hotel é bem charmosa mas o quarto… sinceramente, não gostei (sou alérgica e cheiro de mofo, misturado com desodorizador de ambiente, é de lascar! O pior é que qdo reclamamos com o atendente Sérgio, ele nos disse que não haviam outros quartos disponiveis. Seguindo sua indicação, procuramos o La lunata (bem mais em conta, bem localizado e com quartos no mesmo padrao do Mosquito) e verificamos que este tinha um apto. disponivel. Voltamos no Mosquito Blue e conversamos, agora com outro atendente (Pablo) que nos disse que poderíamos trocar de hotel, pagando apenas a diaria utilizada. Acertamos tudo com a Anaid (La Lunata) pagamos e , no outro dia, qdo tentamos fazer o chec-out no Mosquito o Sergio nos disse que o hotel cobraria por toda a reserva efetuada. Tentamos de toda forma explicar a ele que nao estavamos gostando e que já haviamos feito o pgto no outro hotel (mediante a in formacao recebida pelo Sr. Pablo etc etc). Foi chamada a gerente, Sra. Vera, que simplesmente perguntou ao Sr.Pablo sobre o ocorrido. Este dise, apenas, que não entendeu o que queríamos. A gerente, de forma polida mas insensível ao nosso problema, limitou-se a dizer que era impossível fazer cancelamento da reserva sem a cobrança integral, pois esta era a polítca do hotel. Enfim… Ficamos no prejuizo e nos sentimos muito mal, pois estávamos na mão deles (eles já haviam passado nosso cartão no check in. Por isso , NÃO INDICO o MOSQUITO BLUE! Qto ao Mosquito Beach, seguimos suas dicas e almoçcamos lá, naquelas poltronas deliciosas e com uma vista sensacional do mar! Valeu! Um gde abraço!

    • Majô says:

      Bem, se vocês fizeram a reserva pelo Booking.com, creio que por 5 dias, eles cobraram tarifa com desconto pelo período, e alguns hotéis cobram no check-in. Os quartos com as tarifas mais em conta não são os melhores. Mas, isto não justifica o quarto com cheiro de mofo que é muito desagradável, principalmente se você é alérgica. Poderiam ter mais boa vontade e chegado a um acordo, uma vez que estavam lotados. Foi bom você ter deixado este relato aqui.
      Não consegui visitar quarto do Lunata, mas me pareceu pela área externa, simpático.
      Para seu consolo, conforme contei no post do hotel, fui cobrada no Barrio Latino pelo período todo, antes de chegar no hotel, apesar de ter avisado por e-mail que chegaria 1 dia depois, para pernoite no Panamá. E só soube disto depois de ter feito o check-in. Como provei ao dono do hotel, mostrando a ele meu e-mail, ele pediu desculpas e me devolveu o dinheiro. Dei como encerrado para não estragar as férias😉

  15. Jussara says:

    Oi, Majô,

    Cheguei ao seu blog pelo VnV há algumas semanas, li tudo sobre PDC, mas só hoje deu pra comentar.
    Gostaria de saber se em PDC dá pra deixar as coisas na praia, como a gente faz aqui no Brasil. Eu vou com uma amiga e outra amiga dela, mas alguns passeios eu não quero fazer, como por exemplo o do X-Caret, pois fazer um passeio a cada dia deixa a viagem muito cansativa, e quero curtir pelo menos um dia de praia. Vc tem alguma dica do que eu posso fazer quando quiser entrar no mar?
    Infelizmente, elas não me ouviram, e em vez de um B&B vamos ficar num resort, e pelo que li no VnV as praias perto dos resorts não são as melhores pra banho:/. Não vamos ter direito a café da manhã (achei super estranho), então suas dicas de que dá pra fazer o desjejum fora , em PDC, foram ótimas Só não sei como vamos fazer isso em Cancún, não li nada a respeito (não queria ficar lá, mas elas fizeram questão).
    Abraços e obrigada.

    • Majô says:

      Jussara, desculpe a demora em responder, mas passei o fim de semana em São Paulo.
      Em Playa del Carmen, há espriguiçadeiras e camas que aparecem nas fotos, como neste post aqui https://majots.wordpress.com/2010/01/27/de-pernas-para-o-ar-em-playa/
      que você pode alugar, mesmo sem ser hóspede do hotel. As camas pretas do Mosquito Beach saiam a R$33,00 (câmbio da época) com direito a serem usadas o dia todo e que dá para 2 pessoas deitadas, e 3 a 4 sentadas. Podíamos pedir inclusive bebidas e petiscos, pagos à parte. As espriguiçadeiras são mais baratas.
      Deixava bolsa e roupa ali, mas só levava pouco dinheiro ou cartão. Passaporte fica sempre no hotel.
      Não vi riscos de roubo, mas claro que não se pode facilitar.
      Se você estiver em Cancun, pode pegar o ônibus da ADO e ir para Playa passar o dia. O terminal de ônibus ADO é na 5a. avenida em PDC. Lá você fará tudo a pé.

      Uma praia bacana para ir é Akumal, tenho post sobre este passeio. https://majots.wordpress.com/2010/02/03/akumal/

      Não deixe de ir a Chichen Itzà e Valladolid que são conjugados no mesmo passeio, e que inclui o cenote Ik-Kil
      https://majots.wordpress.com/2010/01/31/chichen-itza/

      • Jussara says:

        Oi, Majô,
        Demora nenhuma, imagina.
        Obrigada pelas respostas e pelas dicas, vou anotar todas.🙂

  16. Jussara says:

    Majô,

    Só mais umas perguntinhas, se não for pedir demais: como vc falou em “welcome especial” pela polícia, num outro post, me lembrei do visto. Vc tirou o visto eletrônico ou precisou ir ao Consulado?
    É preciso levar dinheiro ou dá pra sacar por lá? (Melhor dólar ou pesos?).
    Esqueci de falar: suas fotos estão ótimas, dá muita vontade de ir logo pra lá!🙂

    Obrigada, mais uma vez.

    • Majô says:

      Jussara, você pode perguntar o que quiser😉
      Eu tirei o visto no Consulado do México, mas para brasileiros atualmente, basta o SAE .
      Sobre dinheiro, eu saquei pesos direto no caixa eletrônico em Playa com meu cartão do banco que precisa estar disponível para rede Maestro. Veja se no verso do seu cartão tem o logo Maestro. Mas, é preciso avisar ao gerente do Banco que você irá viajar, para onde e o período.
      Dinheiro em espécie só é necessário para taxi e pequenas despesas.
      Usei muito cartão de crédito para pagamento de restaurante, hotel e compras.

      Obrigada, a região é muito fotogênica😉 A cor do mar é irresistível mesmo🙂

  17. Melissa Marcondes says:

    Oi, Majô !
    Muitíssimo interessante seu post, me ajudou muito ! Estou indo agora em Outubro ficar 1 mês em Playa (farei um curso de Espanhol de 4 semanas na Sprachcaffe, que fica na Avenida 20 Norte entre Calle 2 y 4). As perguntas anteriores já sanaram muitas de minhas dúvidas =) Porém gostaria de saber quanto + ou – eu levaria, em dólares, para esta estadia de 4 semanas, pois não tenho muita idéia. A acomodação já está paga, ficarei alojada na escola. Gostaria de saber qto levar para alimentação diária (toda por minha conta), passeios a Chitzen Itza, Tulum, Cancún (um fim de semana), Isla Mujeres, Cozumel (um dia), os cenotes mais legais e 1 dia no Xel-há. Poderia me dar uma “noção”, please !??? rsrsrs Não consigo achar os preços dos passeios pela net😦
    Muito obrigada e parabéns pelo blog =)

    • Majô says:

      Melissa, que bom que o blog está ajudando você no planejamento de sua viagem😉

      Eu paguei restaurantes com cartão de crédito que me dá milhas e faz a conversão do peso x dolar x real ficar mais vantajosa.

      Para pagamentos de taxi e compras em supermercado como água e frutas, sacava pesos no caixa eletrônico com meu cartão de débito do Banco Itaú, direto da minha conta corrente no Brasil.
      Desde que seu cartão tenha no verso, a logo Maestro e Cirrus, você pode sacar em caixa eletrônico de Banco Mexicano, direto de sua c/c aqui, no caso do Itaú, paga-se para cada saque uma taxa pequena.

      Só usei dolares para pagamento do passeio a Chichén que custou 40 dolares já incluindo o ingresso a Chichén,acompanhamento com guia que é importante e refeição .Você pode ler no post sobre Chichén que é este https://majots.wordpress.com/2010/01/31/chichen-itza/ Nele está a o link da Odissey, operadora usada para o passeio. Dá uma lida.

      É difícil estimar o gasto em restaurantes, pois dependerá da refeilção e do restaurante escolhido por cada pessoa. Mas, pode-se considerar que gasta-se metade do que custaria no Rio ou em São Paulo. Em restaurante bom em Playa, gastava em refeição com prato principal e sobremesa em torno de 17 a 20 reais. Lendo os posts você verá que comento sobre isto. Pãezinhos e pastinhas eles não cobram.
      Detalhe, não há restaurante a quilo como no Brasil.

      No ano passado a conversão pesos para real estava 6 para 1, muito boa mesmo.

      Não fiz o passeio para Cozumel, mas o ticket custa 13 dolares. O site com informações do ferry é este http://www.cozumel-tours.com/cozumel-ferry-schedule.htm

      A Cancun você pode ir em ônibus da ADO , 9 dolares, a rodoviária fica dentro de Playa del Carmen, na 5a Avenida.

      • Melissa Marcondes says:

        Majô, muito obrigada pela atenção =)
        Eu não vou usar cartão de crédito lá…sempre que viajo levo um travel card e dólar em espécie mesmo para trocar…acho a tarifa do cartão de crédito (em torno de 3% em torno do que se paga com ele) meio alta…mas sempre levo para segurança…no caso de ficar sem dinheiro ou acontecer algum imprevisto. Obrigada pelas informações sobre alimentação…vou fazer uns cálculos aqui e depois tentar achar de alguma forma o preço para ir nos locais os quais desejo ir. Ah, já li todos os seus posts e salvei em “Meus Favoritos”..;-)
        Bjokas

      • Majô says:

        Melissa, imagina, se puder ajudar em algo mais😉 Travel card é uma boa, e o dolar dá uma cotação de 12 a 13 pesos.
        Sobre os passeios, posso acrescentar a experiência de um casal brasileiro que estava hospedado em nossa pousada. Eles foram a Xel-ha e Puerto Aventura, onde ela nadou com golfinhos, preferiram o 2o, o ingresso se não me engano era 70 dolares. As fotos que vi são lindas.
        Obrigada pelo “passeio” nos posts😉
        Se precisar de algo, escreva de novo🙂

  18. Jussara says:

    Oi, Majô,
    Voltei para agradecer as suas dicas! Adorei minha viagem ao México! Acabou sendo melhor do que eu esperava. Tb adorei a simpatia dos mexicanos (ninguém nunca fala isso, mas eu os achei bastante simpáticos e acolhedores), a comida (muito boa e barata), o astral.

    Amei Playa del Carmen, e como já era esperado, não gostei de Cancún. Não faz meu estilo, mas como fui com duas amigas e foram elas que fizeram todo o planejamento, não tinha como eu ficar em Playa sozinha, ia ser estranho e indelicado.
    Tb só fui ao parque temático (Xel-Há) por causa delas, mas achei perda de tempo, sinceramente. Pra quem gosta de mergulhar até que passa, mas não é meu caso, e mesmo pra quem gosta, acho que mergulhar naquele amor de um azul que a gente só acredita vendo, deve ser muito mais interessante. Não tem nada de mais, acho que é algo voltado para crianças. A única coisa boa de eu ter ido ao Xel-Há foi ter nadado com os golfinhos (adorei! foi especial).
    Adorei os passeios a Chichén (que calor, céus! e olha que sou acostumada com calor de 40ºC) e a Tulum.

    Achei tudo muito barato (ou o dinheiro deles que é desvalorizado? não sei).

    Revendo agora suas fotos me bateu saudade de PDC. Já sinto vontade de voltar ( e de conhecer outros lugares do México).
    Fiquei com invejinha branca da Melissa que vai (ou já foi?) passar 4 semanas lá. rs

    Abraços, e obrigada, mais uma vez!

    PS: desculpe a demora pra ter voltado a comentar, várias coisas aconteceram , e o tempo não perdoa ninguém. Mas antes tarde do que nunca, né? ;D

    • Majô says:

      Imagina, Jussara😳 tão bom dividir experiências😉
      México também superou minhas expectativas😉 Concordo com sua avaliação sobre a simpatia do povo e a comida boa e barata !
      Sua avaliação sobre Xel-Há bate com a do Henrique que encontramos na pousada. A Vanessa (esposa dele) queria nadar com golfinhos, e por isto adorou !
      Imagino o calor que vocês pegaram ! Agora é verão lá. Fui no inverno deles, fevereiro, dia quente e noite fresquinha😉

      Pra nós Playa está mais barato que Buenos Aires, real valorizado e preços em conta.
      No caso, Buenos Aires está com inflação, difícil para o povo.
      Chichén é bárbara e Tulum idem !
      Também tenho saudades de Playa, bacana que é uma cidade charmosa pra se passar o dia e com praias lindas em volta e ruinas interessantíssimas pra serem visitadas 😉

      Eu é que agradeço muitíssimo você ter voltado aqui pra deixar suas impressões !!
      Torcer pra Melissa aproveitar bastante😆

      • Jussara says:

        Oi, Majô,
        Vc tem razão, pegamos bastante calor! Em Chichén e Tulum então, nossa, foi bem escaldante (e olha que estou acostumada com calor). Em Chichén foi um pouco pior, já que em Tulum tem o mar. Mas como vc disse, os dois lugares são bárbaros!! (Que legal que vc pegou noites fresquinhas).
        Vc tinha falado que o artesanato em Chichén é muito mais barato, e realmente é, compramos várias coisinhas lá (ótima dica). Mas fiquei triste ao ver, na saída, algumas pessoas praticamente “dando” os produtos, vendendo por 10 ou 5 pesos. Essas pessoas ficavam afastadas daqueles outros vendedores, e aparentavam ser bem pobres. Me cortou o coração.

        Não sabia que Playa está mais barata que Buenos Aires, mas agora que vc falou, me caiu a ficha, pois pegamos preços inacreditáveis no hotel (em Cancún tb); mesmo sem termos direito a café da manhã, achei muito em conta. Muito mais barato que os hotéis do nordeste, por exemplo.

        Certamente a Melissa vai aproveitar. Ela bem podia voltar aqui depois, pra dizer como foi tudo.🙂

      • Majô says:

        Jussara, também achei Chichén bárbaro, principalmente acompanhado de guia explicando a história da civilização maia, enriquece muito a visita.
        Sobre artezanato, eles trabalham muito bem em bordados e cerâmicas, e vivem de vendas para turistas. Os que estão fora do comércio para turistas, vendem muito barato e são pobres.

        Sim, Playa está mais barata que Buenos Aires, o real está valorizado frente ao peso, na proporção de 6 para 1. Eu sempre digo que Playa tem o charme de Búzios, a preços que cabem no bolso. E, fora praias com aquele mar lindo, as ruinas maias muito interessantes, e os cenotes.

        Esperamos que a Melissa aproveite muito, e volte para nos contar😉

  19. juliana says:

    Oi,

    adorei as dicas. Eu tb estou indo fazer curso de espanhol lá por 03 semanas. Vou passar natal, ano novo e primeira semana de janeiro em homestay.
    Se vcs puderem ajudar quanto a uma duvida. Me disseram que tênis, óculos de marca e etc é o mesmo preço que nos EUA, bem mais barato que no Brasil e Argentina. Isso procede?

    Abraços e depois volto para contar como é o natal e ano novo lá.

    • Jussara says:

      Juliana,
      Não comprei nenhum desses artigos por lá, mas li relatos de pessoas que compraram falando que os preços realmente são bons, já que eles têm muitos turistas americanos, então os preços precisam ser competitivos. Acho que não são tão baratos quanto nos EUA, mas são mais baixos que os praticados aqui e na Argentina.
      Abraços e boa viagem (invejinha de vocês que vão pra ficar 3, 4 semanas. rs).

    • Majô says:

      Juliana,
      Playa del Carmen tem principalmente comércio de artezanato mexicano. Mas, encontra-se algumas lojas de roupa ou acessórios importados.
      Há uma loja de bolsas e malas, Cloé com artigos lindos e mais baratos do que similares no Brasil.
      Há um pequeno shopping perto do pier para embarque para Cozumel com algumas lojas de marcas, como a Diesel. Mas, artigos em lojas de marcas são caros em qualque lugar.
      Aliás, Cozumel é porto livre, não fui, mas dizem que vale a pena.
      Uma loja de perfumes que vi em PDC, tinha preços um pouco maiores do que o free shop do Galeão ou do aeroporto Ezeiza, em Buenos Aires. Dê uma olhada no free shop de Cancun.
      Certamente, os preços em PDC são menores, se comparados às lojas de importados de Rio ou SP que triplicam os valores.
      Já, em relação a Nova York, como há enorme concorrência entre grandes lojas e magazines, fica dfiícil competir, no entanto, considere que sobre qualquer compra em NY, acrescenta-se, 8,75% de imposto.
      Òtima viagem e estadia para você, depois nos conte😉

      • Jussara says:

        Ah, desculpa, eu estava me referindo aos preços de Cancún e não de PDC. Me confundi. Acho que em PDC não compensa mesmo comprar esse tipo de coisa. Já em Cancún, um tênis de corrida que aqui custa 500 reais, sai por 120 dólares, por exemplo, e perfumes e cremes da Victoria Secrets tb são bem baratos. Dizem que o melhor shopping pra comprar é o La Isla.🙂

  20. Jussara says:

    Majô,
    Agora entendi o porquê das outras pessoas que ficam afastadas vendendo os produtos a preço de banana. Nessa hora estávamos indo embora, exaustas pelo calor e perdidas procurando a saída; rodamos muito até encontrarmos nosso ônibus. Só por termos ficado perdidas é que vi essas pessoas, pois ficam bem afastadas mesmo. Mas que me deu dó, isso deu.

    E por falar em bordado, compramos colchas iguais que eles juram que são bordadas à mão, mas tenho uma leeve impressão que são feitas na máquina, já que os bordados são idênticos. Acho que compramos gato por lebre😀. Comprei umas bolsinhas (porta-óculos) tb bordadas, mas a dúvida se foram mesmo feitas à mão persiste. Papo de vendedor é igual em qualquer país. rs

    Realmente, o super plus é conhecer as ruínas, ver os cenotes (eu não nadei, tenho medo) e curtir aquele mar azul que a gente só acredita na cor quando vê.🙂

    • Majô says:

      Jussara, no Nordeste acontece o mesmo, se você se afastar de lojas e encontrar artezanato vendido pelo próprio artezão, pagará baratinho. Quem ganha é o lojista que multiplica por 5 ou 10 o preço da peça. O povo é pobre mesmo.
      Quanto aos bordados, você ainda vê nas barraquinhas algumas pessoas bordando, acho que muita gente ainda faz à mão. Mas, claro muita coisa deve se feita à máquina.
      Concordo que a viagem que agrega as ruinas torna-se interessantíssima, idem os cenotes.
      Ah e aquele mar azul clarinho em Akumal e Tulum, reabastece nossas energias só de olhar😉

      • Jussara says:

        Quero muito poder voltar lá, um dia, Majô. Acabamos nem aproveitando muito a praia, por causa dos passeios e da nossa ida para Cancún. Na próxima, quero ficar apenas em Playa, curtindo preguiça.😉

      • Majô says:

        Jussara, volte à Playa e se hospede em pousada, achei uma delícia a cidade😉

  21. juliana says:

    é tinham me falado de la isla em cancun. Devo passar uns dois dias em cancun. Ah, estou doida que chegue dezembro. Adoro praia, natureza, enfim, sei que vou adorar, e praticar o idioma. Tem alguns fóruns dizendo que comida lá é caro, que os restaurantes são caros, aliás, bem mais caros que em cancun. Se vcs tiverem dica de restaurante bom e com preço decente??
    Não vai dar para todo dia comer em restaurante caro.

    • Majô says:

      Juliana,
      Uma refeição em restaurante de Playa del Carmen, sai a metade do que custaria no Rio ou em São Paulo. Se você ler os posts da minha viagem, há fotos com preços de algumas refeições.
      Para nós está muito barato, porque nosso real está valorizado.

    • Majô says:

      Juliana, seu vôo vai direto para Cancún, ou faz escala no Panamá?

  22. juliana says:

    Eu vou pela TACA. Nunca voei por essa empresa, mas foi a passagem mais barata que arrumei. Estavam muito caras coisa de U$ 1.800,00. Arrumei essa por 1.000,00, mas com duas conexões em Lima e San Salvador, salvo engano. Mas to pensando em mudar porque pesquisei e vi que tem muita incidência de extravio de bagagem nessa empresa.

    • Majô says:

      Juliana,
      Caso você fosse pela COPA, e tivesse escala longa no Panamá, sugeriria que você contratasse um taxi e fosse visitar o Canal do Panamá e o Casco Viejo da cidade, a parte antiga que está sendo restaurada, e vale a visita.
      Para compra de eletrônicos, fui à PANAFOTO que tem preços muito bons.
      Dá uma olhada neste post https://majots.wordpress.com/2010/05/21/e-o-panama/

  23. Jussara says:

    Oi, Majô.
    Passando pra dar um hello e desejar um feliz 2012, com saúde e muitas viagens.
    As meninas que foram estudar espanhol não voltaram pra dizer o que acharam? Tô super curiosa. A Juliana ficará até janeiro, então ainda resta uma esperança de que ela volte pra contar.
    Gostei tanto de PDC que tô pensando em voltar. hehe Adorei o México!
    Leio sempre o blog, apesar de não comentar.
    Abraços.

    • Majô says:

      Oi, Jussara, obrigada pelos votos, desejo a você também 2012 repleto de alegrias e realizações !
      Vamos aguardar as meninas voltarem para contar a experência😉
      Também gostei tanto de Playa que tenho vontade de voltar😎

  24. Roberta says:

    Olá…. Bom dia!
    Bom, vou viajar pra playa del carmen sexta feira! Vou passar 13 dias e vou ficar no Gran Porto Real.
    Só que vi na previsão q vai estar parcialmente nublado e com pancadas de chuva!! Não to acreditando…. rsrs
    Será q minha viagem ta perdida???
    Lá costuma ficar assim por muito tempo?
    To ficando desesperada!!

    • Majô says:

      Roberta, não fique nevosa, não será uma viagem perdida. Em Playa cai aquela pancada de chuva e passa, pegamos em vários dias, você pode ver nas fotos as nuvens. Dá pra curtir praia e passeios tanquila😉

  25. Phillipe Augusto says:

    Bom dia Majô, adorei seu post assim como outros do VnV me ajudaram a decidir o meu destino. Playa del Carmen – Mar/Abr 2012.

    Mas após muitas leituras (e muitas mesmo) algumas dúvidas evaporaram mas outras não.

    A maior e mais cruel das dúvidas é quanto aos hotéis estou entre Mosquito Blue, Hotel El Punto, Lunata e Casa Ticul. Isto porque, os relatos apesar de sóbrios deixam a desejar, em alguns ou em todos quesitos técnicos, que os próprios hotéis não suprem pois cada um se enaltece como pode. Vale lembrar que em também já li todos os comentários da Trip Advisor a cerca dos referidos hotéis.

    Mas vamos lá!

    Dúvida 1: Playa del Carmen 10 dias com carro alugado bate e volta para praias, Cancun e baladas, ou Play del Carmen/7 dias e Cancun/3 dias?

    Dúvida 2: 10 dias são suficientes para conhecer e aproveitar tudo entre sossego, baladas e compras?

    Dúvida 3: Para você(s) o que DEVE ser prioridade?

    Dúvida 4: Gostaria mais informações a respeito dos gastos locais com refeições, jantares, petiscos, lanches, bebidas, para ter uma idéia de preço e custo geral da viagem já que não vou ficar em resort All-Inclusive. Pois até agora o que sei é que o Coco Bongo custa US$50.00 e uma porção de camarão R$17,00 (pelo menos é o que parece no posto)!!

    Dúvida 5: Só reforçando que o que tá me matando mesmo é a escolha do hotel, se tiver mais dicas ou se algum leitor novo quiser fazer algum comentário eu agradeço!

    Ahhh, e apenas pra avisar outros navegantes: VOU TER QUE TIRAR VISTO AMERICANO para ir ao México, isto porque os voos da American Airlines fazem conexão em Miami. Tava até pensando em ficar uns dois dias em Miami. Vale a pena ou consigo comprar roupas em Cancun com variedade e preço de Miami???

    Parabéns pelo diário de viagem.

    Email: phillipeaugusto@gmail.com

    • Majô says:

      Phillipe Augusto, antes de mais nada, obrigada😳 Decidi por Playa del Carmen, depois da viagem e posts do Riq😉

      Vamos lá:
      1) Eu ficaria em Playa del Carmen, como base, os 10 dias.
      Como já comentei nos posts, a cidade é um charme e dali faz-se os bate-voltas para outras praias, ruinas e cenotes.
      À noite, a 5a. Avenida em PDC ferve de gente caminhando pra cima e pra baixo.
      Eu não alugaria carro, por exemplo, para ir de Cancún para Playa, iria de ônibus da ADO que para dentro da cidade. As calçadas são ótimas, todo mundo arrasta malas da estação até o hotel.
      Carro alugado usaria para ir à Tulum, Akumal e cenotes.

      Chichén Itza é longe, e imperdível ! Como mencionei acima, fui com a Odissey de van, incluindo o guia que acho fundamental para entender a história dos maias. Você pode ler no post sobre Chichén que é este Nele está a o link da Odissey, operadora usada para o passeio.

      2) Sim, 10 dias são suficientes para conhecer a região.
      Quanto às compras, PDC tem muito artezanato, não é lugar para compra de roupas. Há por exemplo, loja da Diesel, mas achei cara.
      O que achei interessante são bolsas e malas da Cloé, muito mais baratas que no Brasil.
      Não fui à Cozumel, dizem que é legal para compras e é porto livre. O deck para pegar o ferry é em Playa, o ticket custa 13 dolares. O site com informações do ferry é este

      Eletroeletrônicos devem ser comprados em Miami, já que você fará escala lá.

      Comprei uma câmera Canon Eos no Panamá, onde meu vôo fazia escala, e fiquei 1 dia para conhecer o Centro Histórico da cidade que é muito bonito. Paguei na Panafoto, loja indicada pelo dono da Pousada, esta câmera Canon EOS por 100 dólares a menos que no free shop do Panamá.

      3) Prioridades para mim são:
      – curtir Playa, indo à praia nas camas pretas do Mosquito Beach que ficam na areia, com direito a petiscos e mojito, esquecendo o relógio. e admirando aquele mar azul bebê. Olhe este post aqui
      – ir à Chichén Itzá , imperdível ! Valladolid ( uma gracinha ) e cenote Ik Kil que foram conjugados no mesmo passeio
      Chichén Itzá aqui e cenote Ik Kil e Valladolid aqui
      – Tulum, tanto ruinas como praia para caminhar na beira d’água e admirando a cor do mar deslumbrante.
      – Akumal (dica do gerente do Mosquito Beach) = praia inclusive para mergulho com tartarugas marinhas
      – Cenotes
      – Bater perna na 5a. Avenida e sentar para tomar sorvete ou almoçar e jantar por ali.

      4 – O real frente ao peso vale 1 para 6. A despesa dependerá do restaurante e refeição/bebidas que você escolher. Almoçávamos e jantávamos por 17/20 reais por pessoa em bons restaurantes. Detalhe: as pastinhas e pãezinhos do couvert não são cobrados. Gastávamos a metade do que se gasta no mesmo padrão de restaurante do Rio ou São Paulo.

      5 – O que posso dizer é que o Lunata fica na 5a Avenida, a uma quadra da praia. Não pude visitar nenhum quarto porque estava lotado. Parece simples, mas bom. Quartos de fundos dão para um jardim. Acho que você estará bem hospedando-se nele.
      O Punto é novinho, moderno, o quarto que visitei tinha móveis de design. Tem elevador, a maioria dos hotéis e pousadas não tem, só escadas. Os quartos dão para a 5a. Avenida, não sei se têm vidro duplo para diminuir o barulho da rua.
      O diferencial do Mosquito Beach é que fica debruçado na areia. As refeições são feitas na beira da areia, um luxo.
      Comemos nele muitas vêzes, não é restrito a hóspedes.
      As diárias em fevereiro caem pela metade, isto dito pelo gerente do Mosquito Beach. Alta temporada é até o final de janeiro. Não pude visitar algum quarto porque estava lotado.
      Você DEVE negociar tarifas em qualquer um deles para a época que irá.

      Coloquei muitas fotos das calçadas de Playa nos posts para terem uma idéia de que as ruas desembocam na praia. Eu não tinha esta noção antes de viajar. Não se usa carro em Playa, tudo é feito a pé !

      5- Se você quer fazer compras de eletroeletrônicos deve ficar 2 dias em Miami.

      Obrigada😉 Não respondi por e-mail para deixar as dicas eventualmente a outros interessados. Se tiver mais dúvidas, pergunte.

  26. Carol - São José dos Campos, SP says:

    Bom dia, estava animadíssima com minha viagem marcada de 21 de fevereiro a 2 de março/2012 em Playa. Comecei a ver a previsão do tempo e me deu vontade de desistir. Tinha visto no Ricardo Freire q apesar de inverno é ótimo pra aproveitar a praia. Aí comecei olhar a previsão do tempo nos sites e ai que vontade de chorar! rs… Vc foi nessa época, né? Será que é mais questão de sorte? Obrigada!

    • Phillipe Augusto says:

      Carol, acho que você pode ir despreocupada de Novembro a Abril é o período de inverno e da “estiagem” em Cancun e Playa.

      O clima do Caribe mexicano é excelente, com precipitações o ano todo.

      Em particular os meses de Fevereiro, Março e Abril as chuvas são realmente escassas.

      Caso chova, as chuvas nesse período são extremamente leves e com probabilidade de em 99% de aconter no início da noite, nada que atrapalhe o visual das praias ou os passeios.

      Estou me programando para ir início de Abril com minha esposa e já li muito (mas muiiiiito mesmo) sobre Playa e Cancun, aliás, só faltam os vistos para os EUA, já que meu vôo faz conexão nos aeroportos de MIA e JFK.

      Fontes:
      (1) http://worldweather.wmo.int/179/c01209.htm
      (2) http://www.travelyucatan.com/cancun_weather.php
      (3) http://www.cancun.world-guides.com/cancun_weather.html

      • Carol - São José dos Campos, SP says:

        Oi, Phillipe, muito obrigada pela resposta! Você me deixou animada de novo! rs… Na volta eu conto tudo! Beijos

    • Majô says:

      Carol, como o Philippe Augusto disse, haverá pancadas de chuva, mas não serão dias chuvosos.
      A chuva não atrapalhou nenhum de nossos programas. Olhe as fotos😉
      Vá com fé, você vai adorar, depois volte para contar😉

  27. Angela says:

    Olá, bom dia! Gostaria de saber como é passar Natal e Ano Novo em Playa. Obrigada!

  28. Luana says:

    Excelente post! Estou indo pra lá e fiquei mais animada ainda, obrigada!

  29. Josilene says:

    OLá nossa estou adorando as sugestões minha dúvida é vou de São Paulo devo ficar 1 uns dias em Cancun (quantos) ou ir direto para Playa e ficar uns 10 dias e depois na volta ficar em Cancun ou esqueço Cancun e só faço bate e volta? obrigada

    • Majô says:

      Josilene, fomos direto para Playa, Cancun foi só chegada no aeroporto.
      De Playa fizemos bate volta a Tulum e Chichén Itzá, que são imperdíveis !
      Se puder conjugar Chichén, com Valladolid é uma gracinha. Nosso passeio a Chichén, incluiu o cenote Ik-Kil e Valladolid.
      Você vai amar Playa, é Buzios que cabe no bolso, como digo no post😉

  30. Josilene says:

    Uma outra dúvida estou procurando Hostel com quartos e banheiros privativos para 2 pessoas eu e minha irmã não estou localizando alguém sabe me indicar? muito obrigada

  31. Majôj says:

    Josilene, a foto em cima do hotel Punto é de um Hostel, fica super bem localizado, quase esquina da 5a. Avenida.

  32. Drica Viotto says:

    Olá. Encontrei seu blog e adoooorei. Pretendo ir para Cancun com minha família(pais, filha e irmã). No começo pretendia ficar somente em Cancun, mas depois que li seus comentários a respeiro de Playa del Carmen, fiquei encantada.
    Quero um hotel pé na areia, pois minha mãe adora praia, adora caminha na areia. qual vc me indica.
    Em Cancun quero um que fique próximo aos shoppings e agitação noturna, qual me indica, mas tem que ser um bom para meus pais, perto da praia.
    Muito obrigada.

  33. Silvana Junqueira says:

    Relato a péssima experiência que tive com a empresa Odyssey Tours, de Playa Del Carmen, localizada na 5a. av. entre calles 2 y 4 Norte, no Interior da Pizzas Karens,e com um balcão na 5ª av, para esclarecer outros turistas.
    Eu e meu marido contratamos com essa empresa o tour a Chichén Itza, no dia 28/06/2013, que incluía a visita a esta cidade maia, a um cenote, à cidade de Valladolid e a um produtor de tequila, com saída às 7:40 e retorno às 19:30h em Playa Del Carmen. O preço era o mesmo da empresa Easy Tours, mas dessa não tínhamos informação, e então nos decidimos pela Odyssey.
    O único ponto positivo foi a pontualidade em nos pegar no hotel.
    Foram 2 vans da empresa, a nossa com 10 passageiros e a outra com 8 passageiros. Durante o percurso, fomos constantemente avisados de que deveríamos observar os horários, senão teríamos de nos juntar ao grupo nas próximos locais do passeio por conta própria, de táxi.
    No caminho, fomos informados de uma “breve”parada em uma loja de artesanatos, até então não mencionada, que durou 40 minutos. Assim, ao invés de chegarmos em Chichén Itza às 11:20h, como previsto, chegamos 11:50h.
    Nossa van chegou primeiro, mas o motorista não tinha dinheiro para pagar o estacionamento, e enrolou o funcionário, dizendo que o outro motorista pagaria.
    Pediu que os dois grupos esperassem na entrada, enquanto os motoristas iam comprar os ingressos. Esperamos uns 10 minutos, até que eles vieram nos dizer que o cartão com que iriam pagar não tinha crédito, e que estavam resolvendo. Sumiram novamente e ficamos assim até 12:30h, quando resolveram nos levar primeiro ao cenote Ik Kil. Nos levaram até a entrada e pediram que retornássemos ao ponto de encontro às 13:10h. Quando os dois grupos retornaram, um dos motoristas demorou mais de 15 minutos para chegar e o outro não apareceu. Perguntamos sobre os ingressos e ele respondeu laconicamente que estava resolvido. Uma parte do grupo foi levada até Chichén Itza, e o mesmo motorista retornou para buscar os outros. Lá, esperamos mais um pouco e então nos disseram que iriam inverter o passeio e nos levar para almoçar primeiro, com a desculpa de que o local estava muito cheio e muito quente. Na verdade, a questão dos ingressos continuava sem solução.Novamente em duas viagens, os grupos foram levados ao restaurante. Almoçamos e fomos ao banheiro rapidamente. Quando voltamos, nosso grupo não estava mais lá. Retornamos a Chichén Itza com o outro grupo.
    A programação contratada era de 1:20h com o guia e 1h livre para percorrer o sítio arqueológico. Mas o passeio com o guia começou às 15:30h e o parque fecha às 17h. Então, tivemos uma verdadeira “corrida” com o guia e mais uns 15 minutos livres, vendo apenas os pontos principais, e além disso, em alguns lugares só é possível entrar até 16:30h. Ou seja, o passeio ficou totalmente prejudicado!
    Mas o pior ainda estava por vir. Ao sairmos às 17:00 h, como solicitado pelos motoristas, um deles só apareceu 15 minutos depois, embarcou seu grupo e mais 4 pessoas do nosso, e foi embora, dizendo somente que o outro motorista estava chegando.
    Ficamos lá esperando mais 45 minutos, sem conseguir falar com a empresa, sem nenhuma explicação, com o parque já fechado, sem outra opção de transporte, pois já não havia ninguém, exceto algumas pessoas que já estavam chegando para o show noturno. Para piorar, começou a se formar uma tempestade.
    Depois disso, o motorista Daniel chegou com outra van, dizendo que a primeira havia tido um problema e por isso se atrasara. Simples assim!
    Paramos ainda por meia hora em Valladolid, e chegamos em Playa Del Carmen às 21:30h, com 2 horas de atraso!
    A visita ao produtor de tequila não foi nem mencionada (para mim, era indiferente, mas estava no programa, então alguma explicação, por mais óbvia que fosse, deveria ter sido dada).
    Do serviço da empresa, portanto, destaco: a irresponsabilidade de levar 18 pessoas para um passeio ( que é o principal da região) sem ter nem como comprar os ingressos; a falta de respeito com que fomos tratados, sem ser informados do que estava ocorrendo; a falta de profissionalismo para resolver os problemas, pois, ao que tudo indica, a van teve problemas já por volta de 13h, quando começaram a nos transportar em uma só, havendo tempo suficiente para providenciar outro veículo para o retorno, sem o atraso que sofremos.
    Imprevistos como o problema da van acontecem, mas uma empresa séria deve estar preparada para solucioná-los, o que não aconteceu no nosso caso. Agora, não ter dinheiro para o ingresso no parque, com o passeio pago antecipadamente pelos turistas, é no mínimo falta de seriedade.
    Depois do meu retorno, vi que há outros relatos negativos sobre a Odissey Tours no Tripadvisor.
    Portanto, evite os serviços dessa empresa.

    • Majô says:

      Silvana,
      Muito desagradável o que aconteceu com vocês.
      Conosco, o passeio a Chichén-Itzá, Cenote Ik Kil e Valladolid, correu conforme programado.A Odissey nos foi indicada por um casal de brasileiros que estava na mesma pousada, e havia feito este mesmo tour e ficaram muito satisfeitos.
      Obrigada por deixar seu relato, pois nem sempre as operadoras trabalham com o profissionalismo como deveriam.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s