Londres, um dia em bate-volta


Nesta nossa viagem à Paris 1o. post  aqui e 2o. aqui, estava previsto um bate-volta a Londres, era uma torcida da Marina  para  conhecer a cidade. Fiquei algum tempo checando promoções no Eurostar e enfim, comprei pelo site sentadinha no sofá,  imprimi os bilhetes que apresentei  na hora do embarque.  Simples assim.

A grande sacada do bate-volta de Paris a Londres, e vice-versa de trem, é que você sai de uma estação de trem no meio da cidade de Paris, a Gare du Nord, para onde você irá de metrô ou ônibus, e desce no meio da cidade de Londres, a estação St. Pancras, sem ter que enfrentar o stress de aeroportos. Você só precisa chegar na estação 40 min  antes do embarque,  apresentar o bilhete impresso que comprou  pela internet aqui no Brasil, passar na imigração, tudo rapidinho,  entrar no trem e curtir a viagem que leva 2 horas e 15min.

Londres é uma cidade fascinante,  não só por suas  tradições seculares, mas, por outro lado, tem sido vanguarda na música e na moda.

Na década de 60, Londres rompeu paradigmas na moda , quando Mary Quant  criou a mini-saia. Na época foi um choque de ordem  nos costumes femininos.  Mary Quant foi condecorada pela rainha Elizabeth II com a Ordem do Império Britânico, por serviços prestados, sua criação, a mini-saia. Nessa ocasião, Londres era considerada a capital mundial da moda,  Carnaby Street,  King’s Road, Oxford Street ditavam a moda dos jovens.

Por sua vez, os Beatles e Rolling Stones, na época foram a vanguarda na música,  acompanhados por milhões de jovens no mundo todo, promovendo uma revolução no comportamento, idéias e costumes daquela geração. Os Beatles também foram condecorados pela Rainha Elizabeth II com a Ordem do Império Britânico. Mick Jagger do Rolling Stones também foi condecorado pela Rainha. Londres  é até hoje uma cidade de vanguarda com inúmeros talentos na música.

Voltando à nossa viagem,  para passarmos um dia em Londres e conhecer um pouco do melhor da cidade,  a idéia era chegando em St. Pancras, pegar aqueles lindos ônibus vermelhos que são  uma marca registrada londrina, assim Marina e Pedro no trajeto conheceriam um pouco da cidade, até o Palácio de Buckingham, onde tentaríamos assistir a troca da guarda, imperdível para quem vai à cidade pela 1a. vez.


Saindo de St. Pancras, onde comprei o bilhete de um dia por 7£  cada ticket,  portanto, 3 pessoas 21£. Sim, é caro. Fomos para a parada de ônibus  King’s Cross, ao lado da estação  para pegarmos o ônibus da linha 73 (mapa acima). Site do mapa de linhas de ônibus aqui.


e descermos na parada Victoria Line, ponto final da linha. O trânsito em Londres está bem engarrafado, conte com isto.

Comprei o  Off-Peak One-day Travelcard – válido para ônibus e metrô de 9.30am de 2a. feira  até  6a.-feira  (12.01am até 4.30am do dia seguinte) e durante o dia todo nos fins de semana e feriados públicos:

  • Zones 1 and 2 – adult £7

Se ficasse na cidade mais de 1 dia, valeria a pena comprar o OysterCard que você carrega com a quantia que quiser,  e na saida da cidade, pode ser reembolsado do saldo que ainda tiver no cartão. Sites aqui e aqui.

Detalhe surpreendente: ingleses são conhecidos por sua pontualidade, masss o trem atrasou 40 min, tsc tsc,  e com isto perdemos a troca da guarda.

O palácio de Buckingham é belíssimo, soldados da guarda imperial estavam  lá, impecáveis e imóveis.

Palácio de Buckingham

Palácio de Buckingham

Muuuitos turistas

E, não é que conseguimos ainda ver a guarda imperial marchando em sincronização perfeita !

Hyde Park

Hyde Park

Dali, fomos caminhando pelo belíssimo Hyde Park

Hyde Park

Caminhando pela lateral do Hyde Park

Árvores lindas

até o Big Ben e Parlamento, ícones da cidade.


Marina encantada com as cabines telefônicas, quem não fica ?

Bandeiras nas ruas para Olimpiadas, cidade tinindo.

House Guards Ave.

Caminhando pela Whitehall, passamos em frente a um pub charmoso, o The Clarence, e entramos para almoçar, porque àquela hora a fome era grande. Subimos ao 2o. andar, encontramos um ambiente aconchegante (fotos abaixo) e  serviço atencioso.  Pedi um frango com molho, ligeiramente adocicado, com ervas que davam um sabor delicado, uma grata surpresa. Marina pediu o mesmo, e o Pedro um burger com bacon e cheese.  Me sinto à vontade para indicar o The Clarence para quem estiver por ali, depois de passar no Big Ben. Ainda guardo gratas lembranças do frango que comi ali😉 Como o serviço era lento, não pedimos sobremesa para podermos continuar nossa caminhada até Mayfair, bairro cool.

The Clarence

The Clarence

The Clarence – chicken breast

by Marina

Quanto custou: 48,82 £

Mapa da nossa caminhada do Buckingham Palace até Big Ben e London Tower, parando no pub The Clarence

Dali, seguimos caminhando, melhor maneira de conhecer a cidade, até Mayfair.

Trafalgar Square

E passamos por várias ruas enfeitadas com bandeiras  para as Olimpíadas, dali a 15 dias.

Olha a do Brasil lá !

as bikes

Em Mayfair, bairro elegante e sofisticado

Caminhamos por aquelas ruas com prédios lindos,  lojas e restaurantes refinados de Mayfair.


mesas impecáveis

Depois de caminharmos pelas ruas de Mayfair, fomos até a loja da M&M para felicidade total da Marina😆

Os teens vão à loucura nesta loja, todas as nacionalidades, japoneses, turcos, brasileiros, coreanos, alemães, americanos, franceses.

Saindo, caminhamos em direção à Regent St. passamos pela porta da Boots, uma rede de farmácias que a Mari Campos do Saia pelo Mundo  adora😉  Post dela só sobre a Boots aqui. Como não entrar ? Realmente, é tudo o que a alma feminina ama: cremes, maquillage, shampoos, etc. a preços mais amáveis que os grandes department stores. Você encontra promoções, tipo leve 3 e pague 2 de produtos de qualidade. Há miniaturas de shampoos e cremes para viagem com preços muito bons.

Continuamos a caminhar pela  Regent Street, passamos por uma pequena Zara Home que estava com itens em liqui, bem em conta, mesmo com a libra a R$3,55.

Mais alguns passos,  e achamos esta ruazinha Heddon St só de restaurantes e casas de chá. Entramos no Aubaine  restaurante bem simpático,  para um café/suco e a sobremesa que pulamos no The Clarence,  antes de embarcarmos de volta para Paris.

Mapas da nossa caminhada.

Heddon St.

Aubaine

Aubaine reservado só para nós😉

Aubaine

Aubaine

Cappuccino e Moelleux

Cappuccino com esta torta Moelleux, divina.

Éclair da Marina

Aubaine

Serviço muito amável e impecável,  uma marca inglesa.

Quanto custou ? 19,41 £

Dali, fomos para a estação St. Pancras. Como o trânsito em Londres está bem engarrafado, ao invés de ônibus, pegamos um taxi,

destes pretos charmosos, que seguiu por ruas internas e chegamos rapidinho em St Pancras. Custou 11, 40£ 

Sairia o mesmo preço para 3 pessoas, se tivesse ido e voltado da estação St. Pancras usando taxi, do que o valor que paguei por 3 passes de ônibus  21£ que só foi usado 1 vez. Mas e o charme de andar neste ônibus ? Claro que conta😉

Não deu tempo de ir ao British Museum que tinha incluido no roteiro, mas aproveitamos muito da cidade nas 9 horas que estivemos em Londres.

Chegando em St. Pancras, fizemos o check-in rapidinho para o Eurostar. Nosso horário do trem de volta à Paris era 19:01h, chegando na Gare du Nord, às 22:17h.

A viagem teve de brinde paisagens com um pôr do sol de tirar o fôlego, embaixo, algumas fotos.

Pink sky

Chegamos em Paris, na Gare du Nord,  no horário marcado, onde pegamos o metrô até a estação St. Paul, tranquilamente, depois de curtirmos Londres o dia todo.

Considerações:

Toda a programação do dia foi free, com exceção de transporte, alimentação e compritchas. Só se gasta sola de sapato;)

O trem é muito mais confortável do que avião, poltronas mais largas e espaço generoso para pernas e mesinha na frente da poltrona.  O Thalys, ainda mais confortável que o Eurostar.

Vale a pena dormir uma noite em Londres ? Sim, é uma cidade que vale ficar 2 a 3 dias, se possível. Em estadia de 3 dias, vale a pena fazer o passeio a Stratford upon Avon que é uma gracinha. Mas, considere que hotel em Londres é caro.

O tempo ajudou muito, pois estava sol e  friozinho,  assim, caminhamos com prazer, o verão estava bem camarada, enquanto estivemos lá. Em alguns momentos ao longo do dia, choveu rapidamente, mas nada que atrapalhasse.  Sim, guarda-chuva deve estar sempre na sua mochila ou bolsa. Se esqueceu compre lá, até na Boots também tem.

Blogs sobre Londres que devem ser consultados:

Londres para principiantes escrito pela Eneida que mora lá. Muitas informações sobre  transporte,  ônibus/bus e metrô/tub

Saia pelo Mundo e Pelo Mundo da Mari Campos que vira e mexe está em Londres.

DriEverywhere da Dri Miller que mora em Londres.

E, claro o ViajenaViagem do Riq Freire, sempre.

Posts desta viagem:

Paris para Marina

2o. dia: caminhando pelo Sena, indo de encontro ao maior ícone de Paris 

27 thoughts on “Londres, um dia em bate-volta

  1. Mari Campos says:

    Aaaaai, que delícia ser citada aqui!❤ AMO Londres e acho que a cidade sempre, sempre, vale a viagem. E que LINDO que está o novo Filigrana! Amei!!!

    • Majô says:

      Marizinha, citar seu blog é certeza de dicas quentes😉
      Que bom que você gostou do novo layout, foi papum a troca.

  2. JB says:

    Majozinha, que bonito está o novo layout do blog. Adorei!!
    Assim como adorei o relato, as fotos e tudo o mais. Sua sobrinha deve ter adorado a viagem…tb com essa guia, quem não? Bjs

    • Majô says:

      JB, 5 anos merece roupa nova😉 Que bom que tá agradando😉
      Falar de Londres é um prazer né mesmo ? Marina adorou a viagem sim !

  3. CalaZ says:

    Londres é o máximo, né?
    E nossa, quanta coisa em um dia! Andaram pra caramba! Aposto que sua sobrinha vai ficar morrendo de vontade de voltar pra uma temporada londrina.
    Que sorte ter uma tia assim😉

    • Majô says:

      Carlinha, Londres é única, tem um charme especial.
      Aproveitamos até a última gota, as horas que passamos lá.
      Marina adorou Londres, quem não se apaixona ?

  4. Luciana Betenson says:

    Londres é o máximo, como disse a Carlinha. É a minha cidade predileta no mundo. Ficou demais o novo layout e adorei os mapinhas do post, super bacanas para enteder melhor os trajetos! Bjs

    • Majô says:

      Pois é, Lu, Londres é imbatível.
      Que bom que todos estão gostando, precisava de uma arrumada e criei coragem😉 Acabei demorando mais de 2 semanas fazendo este post, comecei na abertura das Olimpíadas e me empolguei. Mas, deu bastante trabalho porque fui inserindo mapinhas e infos para quem quiser passar 1 dia, tá prontinho, é só imprimir😉

  5. Marcie says:

    Que energia, amiga! Muito legal! Beijos saudosos.

  6. CarlaZ says:

    Testando 1 2 3

  7. Eneida says:

    Muito obrigada por lembrar do nosso blog! E que dia lindo, fico feliz que sua sobrinha tenha dado a sorte de conhecer Londres em um dia tão ensolarado!

    • Majô says:

      Eneida, seu blog é de utilidade pública para quem vai a Londres😉
      Sim, foi um dia lindo, só algumas pancadinhas de chuva, que não chegaram a atrapalhar. Ela adorou Londres !

  8. Frederico Louzada says:

    Boa tarde, gostei muito do seu relato. Estou indo para Paris e gostaria de ir a Londres para ficar uns 2 dias ou até mesmo fazer um bate-volta, porém gostaria de saber como funciona a imigração e se eles sao muito chatos para entrar em Londres . É a minha primeira viagem internacional .
    Obrigado !

    • Majô says:

      Oi, Frederico
      Que bom que você gostou🙂
      Indo de trem pelo Eurostar a imigração é simples, como relatei no post. Leve seu passaporte, o bilhete e tenha com você o seguro de Schenegen. Chegue com 1h de antecedência na Gare du Nord. Em Londres chegará em St Pancras, também dentro da cidade, como em Paris.
      Qualquer dúvida pergunte😉

      • Frederico Louzada says:

        Muito obrigado pela resposta! Eu fiz num seguro da Mondial quando comprei as passagens pelo submarino viagens, acho que deva ser este então que devo levar. Eles pedem para mostrar as passagens de volta? Pq por enquanto só tenho o voucher para elas… Tenho medo que achem que eu queira ficar lá por nao ter reserva em hotel . A minha intenção é fazer o que vc fez ir e voltar no mesmo dia. Terei que comprar as passagens do trem lá mesmo em Paris , será que sai muito caro????
        Desculpa tantas perguntas!
        Obrigado!

  9. Majô says:

    Frederico,
    O seguro de Schengen de 30.000 euros é obrigatório para todos os paises da Europa integrantes do espaço Schengen. Você deve imprimir o seguro e levar com você. Os cartões Master e Visa fazem o seguro sem ônus ao cliente.

    Comprei os bilhetes para Londres pela Internet, no site do Eurostar http://www.eurostar.com/dynamic/index.jsp
    É comum turistas irem e voltarem a Londres no mesmo dia.
    Mas, leve uma xerox da reserva do seu hotel ou apê que comprove que você está hospedado em Paris.
    E, claro o passaporte, pois você irá a outro país.

    É um prazer poder ajudá-lo😉

  10. eduluz says:

    Oi, Majô.
    Legal o post e também o novo layout.
    Preciso criar coragem pra mudar o jurássico dcpv!🙂
    Bjs de todos.
    Os Luz.

  11. Oi Majô
    Estamos passando aqui para agradecer as dicas! Também fizemos um bate-e-volta a Londres partindo de Paris e fizemos um roteiro bem parecido com o de vocês. Por tua dica almoçamos no The Clarence e adoramos!
    Abraços,

    • Majô says:

      Luciano e Andrea,
      Que bom, obrigado pelo feedback, é gratificante.
      Adorei saber que este roteiro de bate-e-volta a Londres foi útil e bem aproveitado por vocês.
      O The Clarence foi uma ótima surpresa, comemos muito bem. E a escolha foi pelo faro e pela fome😉
      Abraços,

  12. Karina says:

    Amei o relato, Parabéns!
    Pretendo ir a Paris e fazer um bate volta como vc (Londres é mt caro rsrsrs). Minha dúvida é em relação a imigração, é mais fácil qd vc faz só um bate volta?? Estarei com a minha mãe (ela é nova e bem disposta) será q consigo fazer um roteiro básico, tipo resumo do seu? E vale a pena?

    • Majô says:

      Karina que bom😳 A imigração foi facílima é o que posso dizer, e eu estava com 2 adolescentes.
      Consegue sim, se ela não tem problemas para caminhar bastante, vale super a pena !
      Não deixem de fazer, Londres é única😆 Depois, volte para nos contar😉

  13. […] Caminhamos um pouco pela beira do Tâmisa, olhando a London Eye lá do outro lado e já era hora de almoçar. Fomos ao pub The Clarence. O nosso almoço estava delicioso, bem British com Fish and Chips, Steak and Ale Pie e, claro, cervejas britânicas. Altamente recomendado. Pegamos a dica lá do Filigrana. […]

  14. Zenith says:

    Olá Majo, li seu relato de Londres (ÓTIMO) , vou fazer esse mesmo bate e volta e me guiarei exatamente pelo seu roteiro.
    Estarei chegando às 10:00hs me alcança o tempo para fazer esse seu roteiro?
    Que horas devo pegar o táxi (no mesmo lugar que vc pegou), para retornar à estação St. Pancras, o trem sae às 19:20hs.
    Em Londres na volta tem que passar por imigração ou somente temos que ir para a sala de embarque?
    Abraços,
    Zenith.

    • Majô says:

      Oi, Zenith
      Obrigada !
      Acabei de fazer este bate-volta, novamente.
      Se você quiser usar transporte público, em St. Pancras, use a máquina para comprar o bilhete de 1 dia, não há mais guichê.Paguei 5 libras para uso de ônibus/metrô depois de 10:00h. Cheguei às 10:39h, como da outra vez.
      Londres está com trânsito bem engarrafado, conte com isto.
      Sim, passa-se na imigração outra vez na volta para Paris, pois saímos de um país e vamos para outro.
      Abraços e qualquer dúvida, volte aqui

  15. Sueli says:

    Ola!! Adorei seu blog, é tudo que preciso neste momento.
    Estaremos fazendo um bate-volta em agosto/15, já emiti o bilhete de trem, chegarei no mesmo horário que vc. informou. Você gostou da viagem do trem? Estamos com a ideia de usar o onibus/metro além de mais barato que o Hop on Hof off acredito que nos dara mais mobilidade de horário. Achei interessante a sua volta para St.Pancras de táxi, caso aja trânsito, mas se tiver eu volto de metrô, assim podemos economizar um pouco mais. Tem mais alguma dica pra informa?
    Abraços
    Sueli

  16. Majô says:

    Sueli, que bom que você gostou🙂
    A viagem de trem Eurostar é ótima ! Fora que sair e chegar dentro das cidades é uma grande facilidade.
    Usei o ônibus, você deve comprar o bilhete de 1 dia na máquina, em St. Pancras, como eu disse no comentário acima. Custa 5libras.
    Como a cidade está bem engarrafada na hora do rush, usar o metrô irá mais rápido, mas de ônibus você vai conhecendo mais da cidade, mas terá que voltar mais cedo para dar o desconto do trânsito engarrafado.

    Em St. Pancras tem um ótimo Le Pain Quotidien, onde você pode tomar um café quando chega, ou antes de ir embora.

    Museus em Londres são gratuitos, recomendo o British Museum, um espetáculo.
    Leve libras para qualquer despesa.
    Qualquer dúvida, me avise😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s