Europa Central por Paula* e Fred

A Paula* e o Fred acabaram de voltar de uma viagem bacanérrima e ela preparou este relato pra viajarmos juntinho com ela. Bora com a Paula * à Europa Central  😉

Eu e marido fizemos o seguinte roteiro de comemoração aos 10 anos de casamento: Budapeste, Viena, Cesky Krumlov, Praga, Berlim e Paris(só dois dias pra matar a saudade!). Aí vão as dicas:
 
Budapeste
 
Para quem chega de avião, no Aeroporto de Ferihegy, recomendo pegar um transfer direto para onde você vai ficar hospedado. Ótimo serviço, super prático e apenas 9 euros por pessoa!!! Chama-se Budapest Airport Minibusz  .
Funciona assim: você diz o endereço de onde você vai ficar hospedado no guichê de compra do transfer (que fica dentro do aeroporto). A mocinha vai te dizer quanto tempo, mais ou menos, vai demorar para chegar a sua “big-van”. Aí, basta você se sentar nas cadeiras que ficam em frente ao guichê, na porta de entrada do aeroporto, e esperar um motorista que vai entrar gritando o nome da rua (utca) do seu destino.
     

Budapeste1

Budapeste2 

paula-budapeste[1]-1

Acomodação:

Caso você não faça questão de serviço de quarto, eu recomendo muitíssimo o Town Hall Apartments. A localização é excelente! A internet  wifi é grátis e rápida! Super limpo, novinho e muitíssimo bem localizado! Ainda tem uma varandinha gostosa e uma cozinha super bem equipada! Meu personal Chef fez várias delícias!
 
 Budapeste3

Budapeste4
Banhos Termais:

Assim como a Paula Bicudo, até agora estou sem entender direito o que o ticket para os Banhos Termais do Gellert  incluíam, mas sei que além de muito gostoso e relaxante, é uma super experiência cultural.
Explico: na entrada me disseram que eu poderia pegar uma toalha. Então, entrei para o vestiário, coloquei o biquíni, depositei todos os meus pertences num armário com chave (chave que fica com a moça do vestiário, é assim mesmo), e pedi a bendita toalha. A moça não entendia o meu inglês e eu não entendia o húngaro dela. Assim, fui para onde ela estava apontando, as piscinas.

No final, quando fui tomar banho, eu entendi que a toalha deveria ser alugada…fiquei desesperada, porque o dinheiro todo estava na carteira que deixei com o marido (no vestiário masculino). A moça vendo meu desespero, me deu um pano (tipo um mini-lençol) e foi assim…desagradável.
Então, não pague o mico que paguei, leve uma toalha, ou não concentre o dinheiro todo na carteira do marido. 😉
Outra coisa, lá é possível alugar toalha e comprar biquínis e sungas, mas o marido aqui de casa não gostou muito da sunga que teve que comprar lá não (não publico a foto porque pretendo fazer 11 anos de casada 😆 .

   
 Budapeste5

  Budapeste6       
Budapeste8   
  
Experiências gastronômicas:

Eu não dispensaria – de jeito nenhum – uma ida até a Confeitaria Gerbeaud! Doces DIVINOS!!!!!!!!!  Chocólatras de plantão não podem deixar de conferir a torta mousse de chocolate! É uma delícia!!!!
  
              Budapeste10

 Budapeste11

Budapeste12

Uma das muitas dicas quentíssimas da Marcie(você fez toda a diferença no meu roteiro de Budapeste – köszönöm), foi o Restaurante Dunacorso. Achei maravilhoso para um jantar! Primeiro porque fica às margens do Danúbio, a vista da varanda é linda demais. Segundo porque tem música cigana ao vivo, é uma delícia!     Os preços são bem razoáveis para todo o conjunto da obra!
Desculpe a falta de fotos, mas a máquina estava em casa carregando a bateria. 
Mas, juro que a vista é esta:

Budapeste13 
 
      Budapeste14

Outro restaurante que não deixaria de conferir, é o Restaurante Fatal , dica Paula Bicudo que adoramos! O ambiente “tipo caverna” é bem interessante, a comida é muuuuito farta e a localização é ideal para almoçar no dia em que você for visitar o Central Market Hall.

 Budapeste15
 
Budapeste16      

O  mercado:
      

Budapeste17

Budapeste18

Impressões sobre as pessoas:            

Os jovens falam muito bem inglês.Então, prefira m pedir informações a eles. Na verdade, os mais velhosnão são grossos, mas como não entendem o inglês ficam meio frustrados/irritados por não conseguirem se comunicar. Muitas crianças nos parquinhos, muitos jovens sexta e sábado à noite na Praça Elizabeth (Erzsébet Ter). Sábado pela manhã, tem um feirinha “tipo hippie” nessa praça.
 

Budapeste19

😳

Budapeste20

Maior sinagoga da Europa
 
Budapeste22

Basília de São Estevão

Budapeste23

 

Budapeste24

Pôr do sol no Danúbio
 
Budapeste25

Anonymus – em frente ao castelo de Vajdahunyad
 
Budapeste26

 Bastião dos pescadores

Budapeste27

São Matias

 Transporte: quase não andamos de transporte público, pois é tudo pertinho e quando estávamos cansados, comprávamos somente uma ida. Então, sorry people, mas só posso dizer que é ótimo andar pela cidade!

Advertisements